River Empata com Belgrano e é rebaixado, pela 1°vez



River Plate e Belgrano empataram em 1 a 1, neste domingo, no estádio Monumental de Nuñez, em Buenos Aires. Com o resultado, válido pela repescagem do Campeonato Argentino, o Belgrano sobe á Primeira Divisão. Já o River cai pela primeira vez para a divisão de acesso.

O primeiro tempo começou quente. Aos quatro minutos, o Belgrano marcou um gol, mas foi anulado corretamente, pois havia impedimento. Um minuto depois, Pavone girou na meia lua e abriu o placar para o River. Festa da torcida, sendo que alguns integrantes dela choravam de emoção. O time milionário aproveitou o bom momento e partiu para cima. Pavone foi o destaque, criando e finalizando, mas como em Córdoba no jogo de ida, foram poucos os lances que obrigaram o goleiro Olave a trabalhar duro. Do outro lado, o time cordobês adotou a mesma tática da ida, aproveitando os erros do adversário; mas foram poucas as chances criadas. Na saída da primeira etapa, a torcida do River, que lotou o estádio, cantou e incentivou os atletas, como de ajudar o time a sair dessa situação de rebaixamento.

O segundo tempo começou com o nervosismo tomando conta das duas equipes, por isso não houve boas jogadas, apenas o drama natural que carregaria essa partida. Mas a situação mudaria aos 16 minutos, quando  Farré marcou para o Belgrano. Muita comemoração em Córdoba e desepero dos milionários, que foi para o ataque, tanto na bola quanto nos nervos. Até surgiu um pênalti em Caruso, mas Pavone bateu em cima do goleiro do Belgrano, Olave.

A partir dali, o desespero veio forte para o River, que desorganizado e sem técnica, foi para cima, jogando com pura raça. Ao Belgrano, cabia o papel da retranca total até o fim. Foram várias chances, mas nenhum gol. Aos poucos, o desespero virava desânimo. Conforme o final da partida se aproximava, a pequena torcida do Belgrano iniciava a sua comemoração, afinal, além de subir para a primeira divisão, estava rebaixando o maior clube argentino (ao lado do Boca).

O fim da partida foi inusitado, dada a reação violenta de alguns torcedores, e o juiz Sérgio Pezzotta achou melhor encerrar o jogo. Apenas alguns tentavam invadir, e causaram tumulto. A maioria chorava de forma comovente, vendo o tradicional, vencedor e popular River Plate ser rebaixado á segunda divisão argentina, pela primeira vez em sua história.Pavone chora ao final da partida

A tempo: Parabéns ao Belgrano, que volta á elite argentina.

FICHA TÉCNICA:

RIVER PLATE: Carrizo; Maidana, Ferrero, Díaz, Arano; Affranchino (Bordagaray), Acevedo (Villalva), Pereyra, Lamela; Caruso, Pavone. TÉC: Juan José López

BELGRANO: Olave; Turús, Pérez, Lollo, Tavio; Farré, Rodríguez, Maldonado, Mansarelli (Parodi); Vázquez, César Pereyra. TÉ: Ricardo Zielinski

GOLS: Pavone (RIV), aos 5 min. do 1°tempo; Farré (BEL), aos 16 min. do 2°tempo

CARTÕES AMARELOS: Maidana, Arano, Lamela e Pavone (RIV); Pérez, Lollo, Tavio, Rodríguez e Pereyra.

torcida do Belgrano comemora acesso

torcida do Belgrano comemora acesso

Paulo Semicek

Sobre Jornaleiros do Esporte

Site sobre esportes dos alunos da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Email : jornaleirosdoesporte@gmail.com Twitter : @Jesporte Facebook : http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002390365816

Publicado em 26 de junho de 2011, em Futebol Nacional. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: