VILA CAPANEMA, 65 ANOS


Por : Paulo Semicek 

Nesta segunda-feira (23), o Estádio Durival de Britto e Silva completou 65 anos de existência. Para que não conhece o ”Durival de Britto”, estamos falando da Vila Capanema. O apelido é em função do bairro onde se localiza o estádio, que antes da criação do Jardim Botânico se chamava Capanema. A localização geográfica é interessante; próximo ao Centro de Curitiba, à Rodoferroviária, e é claro, ao Jardim Botânico. Mas o lugar no mapa é o que menos importa, e sim o lugar na história é o mais importante.

A construção do estádio era uma necessidade do Clube Atlético Ferroviário, para ter um lugar maior para mandar os seus jogos. O projeto do arquiteto é deRubens Maister, subordinado a Reinaldo Thá, que entregou a planta ao superintendente da construtora Thá, Durival de Britto. Entre problemas financeiros e a luta para obter recursos, em 1947 ergueu-se o até então terceiro maior estádio do país, atrás somente do São Januário (RJ) e do Pacaembu (SP).

Não por acaso, o estádio representou Curitiba na Copa do Mundo de 1950, disputada no Brasil. Foram dois jogos disputados: Espanha 3 x 1 Estados Unidos e Suécia 2 x 2 Paraguai. O primeiro teve público de cerca de 9 mil pessoas, enquanto o segundo bateu nos 7 mil. Como a capacidade da época era de 12 mil espectadores, é possível dizer que Curitiba teve forte presença de público quando solicitada. 

No estádio, o Ferroviário fez sua história, sendo que em 1953 foi declarado ”Campeão do Centenário”, em virtude dos cem anos do desmembramento da região com relação à Província de São Paulo, sendo criada assim a Província do Paraná. Em 1968, o estádio recebeu o seu recorde de público, no jogo entre Atlético/PR e Santos, no qual estiveram presentes 24.303 pessoas. Em 1971, o estádio viu surgir o Colorado Esporte Clube, resultado da união de três clubes da capital, entre eles o Ferroviário. O Colorado teve também grandes momentos, como na final contra o Cascavel, no qual houve muita confusão entre os jogadores, e foi decidido que aquele título, disputado na Vila, fosse dividido entre os dois clubes.

Em 1989, o Colorado se fundiu com outro clube da capital, o Pinheiros, dando origem ao atual Paraná Clube. Nesta fase, o estádio presenciou conquistas importantes como a série B de 92, o pentacampeonato paranaense (de 93 até 97), além do módulo amarelo da Copa João Havelange, uma espécie de série B do confuso torneio nacional de 2000. Com a mudança no Estatuto do Torcedor, o Paraná foi obrigado a mandar os seus jogos no Pinheirão, que tinha maior capacidade.

No entanto, em 2006, o esforço dos dirigentes paranistas, semelhante ao empregado para erguer o estádio, conseguiu ampliar o estádio para 17 mil pessoas, e o Tricolor voltou a jogar lá. Coincidência ou não, no mesmo ano o Paraná terminou o Brasileirão em 5°lugar, se classificando para a sua primeira Libertadores da América, disputada em 2007.

Hoje, apesar do Paraná amargar uma segunda divisão desde 2008, o estádio continua firme e forte, mantendo as suas tradições. Pode não ser moderno, ou mesmo gigantesco, mas sempre há torcida presente, isso sem contar que há uma história muito grande sobre o estádio, que até 2014 podemos dizer que é o único palco que recebeu a Copa em Curitiba. E os torcedores paranistas esperam que a velha Vila Capanema receba novas conquistas, para continuar a saga do tradicional Estádio Durival de Britto e Silva.

Sobre Jornaleiros do Esporte

Site sobre esportes dos alunos da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Email : jornaleirosdoesporte@gmail.com Twitter : @Jesporte Facebook : http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002390365816

Publicado em 24 de janeiro de 2012, em Futebol Nacional. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: