Guarani vence, aumenta a crise no Palmeiras e garante o Derby do interior na semifinal do Paulistão


por Pedro Dutra

A cidade de Campinas será o palco do Derby do interior na semifinal da edição 2012 do Campeonato Paulista. Depois da classificação da Ponte Preta contra o Corinthians no estádio do Pacaembu, o Guarani aproveitou neste domingo a vantagem de atuar no Brinco de Ouro da Princesa para derrotar outro grande, o Palmeiras, com o placar de 3 a 2. Quarto colocado na classificação, o Guarani repetiu o triunfo da etapa de classificação diante do adversário da capital paulista. Destaque neste domingo para belo gol olímpico de Fumagalli no começo do segundo tempo. Fabinho marcou os outros dois do Bugre, enquanto Marcos Assunção e Henrique descontaram.

Imagem

Fumagalli marcou o primeiro gol do Guarani na vitória contra o Palmeiras. (Foto: Helio Suenaga/Gazeta Press)

As melhores chances do primeiro tempo foram todas do Palmeiras. Mesmo jogando fora de casa, o Verdão não se intimidou e foi para cima do Guarani, buscando a força ofensiva do argentino Barcos e com os chutes de média e longa distância do capitão Marcos Assunção. Foi dele a primeira boa chance do Palmeiras, aos oito minutos: o volante cobrou falta direto para o gol e o goleiro Emerson defendeu em dois tempos.

Barcos teve grande chance aos 23 minutos do primeiro tempo: Cicinho deixou um marcador para trás e tocou para o argentino finalizar. O goleiro Emerson se esticou e mandou a bola para escanteio. Seis miutos depois, nova chance palmeirense: após falha de Domingos, a bola sobrou para Luan, que obrigou o goleiro Emerson a realizar uma boa intervenção

Aos 43 minutos do primeiro tempo, o Guarani teve uma chance de ouro: Fabinho cruzou para Danilo Sacramento, livre junto à trave esquerda, arrematar de primeira, para fora.

Se o primeiro tempo foi marcado pela escassez de gols, a etapa final foi iniciada de maneira eletrizante. Logo aos cinco minutos o Guarani abriu o placar: Fumagalli cobrou escanteio com efeito, bateu na trave esquerda do goleiro Deola e morreu no fundo das redes: 1 a 0 para o Bugre, que não parou por aí: três minutos depois, Oziel arrancou pela direita e cruzou para Fabinho, que só teve o trabalho de escorar: 2 a 0. O Palmeiras diminuiu através de Marcos Assunção, que curiosamente não balançou as redes em uma cobrança de falta, mas ao pegar a sobra do goleiro Emerson.

Em função do placar construído, os técnicos tiveram posturas distintas. Vadão trocou uma peça no sistema de marcação, com a entrada de Ewerton Páscoa no lugar de Willian Favoni. Já Felipão decidiu entrada de Valdívia na vaga de João Vitor.

O Palmeiras partiu com tudo em busca do empate. Em duas oportunidades, Luan ficou no “quase”. O primeiro arremate raspou o poste esquerdo. Na sequência, a tentativa passou por cima do travessão.

Nos minutos seguintes, o Palmeiras teve a chance de empatar, com Cicinho, e até de sofrer o terceiro gol, já que Deola promoveu um milagre na conclusão de Fabinho. No fim, Felipão apostou na altura de Fernandão, mas observou o terceiro do Bugre, marcado por Fabinho, aos 45 minutos, que gerou reclamações do time de Palestra Itália por uma possível falta em Marcos Assunção. Nem mesmo o gol de Henrique, nos acréscimos, diminuiu o sofrimento dos visitantes. Final: 3 a 2.

Ficha Técnica
Local: Estádio Brinco de Ouro da Princesa, Campinas, São Paulo, Brasil
Data/Hora: 22/04/2012, às 18h30 (horário de Brasília)
Arbitragem: Vinícius Furlan, auxiliado por Vicente Romano Neto e Gustavo Rodrigues de Oliveira
Cartões amarelos: Bruno Recife, Willian Favoni (GUA); Maurício Ramos, João Vítor, Marcos Assunção, Fernandão, Márcio Araújo, Juninho (PAL)
Gols: Fumagalli (5’/2ºT – 1×0) e Fabinho Souza (8’/2ºT – 2×0; 45’/2ºT – 3×1); Marcos Assunção (9’/2ºT – 2×1)

GUARANI: Emerson; Oziel, Domingos, Neto e Bruno Recife; Willian Favoni (Éwerton Pascoa – 7’/2ºT), Fábio Bahia, Danilo Sacramento e Fumagalli; Fabinho Souza e Bruno Mendes (Bruno Peres – 43’/2ºT). Técnico: Vadão.

PALMEIRAS: Deola; Cicinho, Maurício Ramos, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Marcos Assunção, João Vítor (Valdivia – 15’/2ºT) e Daniel Carvalho (Fernandão – 35’/2ºT); Luan (Patrik – 38’/2ºT) e Hernán Barcos. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Anúncios

Sobre Jornaleiros do Esporte

Site sobre esportes dos alunos da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Email : jornaleirosdoesporte@gmail.com Twitter : @Jesporte Facebook : http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002390365816

Publicado em 22 de abril de 2012, em Campeonato Paulista 2012 e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: