Bicampeonato do Brasil na Copa do Mundo completa 50 anos


Por Renan Araújo

Há exatos 50 anos, o Brasil conquistou no Chile o bicampeonato na Copa do Mundo de 1962. Para comemorar a data, membros da CBF e da Fifa (incluindo os presidentes José Maria Marin e Joseph Blatter), da Federação Chilena de Futebol e outros membros importantes do futebol realizaram um jantar e parabenizaram o Brasil por uma das mais importantes conquistas da história. A partir do dia 25 de junho, a conquista também será comemorada com uma exposição e homenagens no Memorial da América Latina em São Paulo.

Capitão Mauro levanta a taça da Copa de 1962 (Foto: Última Hora/Folha Imagem)

A Copa de 62 realizada no Chile era muito esperada porque o Brasil estava em alta com o título de 1958 e tinha em Pelé, um dos protagonistas do primeiro título, no auge de sua carreira com 22 anos. Porém, Pelé se machucou no segundo jogo e ficou de fora do restante da competição. Coube a Garrincha assumir o papel de líder e jogador decisivo que desequilibrou para o Brasil e permitiu a conquista do bi. A genialidade do jogador praticamente decidiu o título a favor do Brasil individualmente, coisa que nem mesmo Pelé conseguiu. O atacante das pernas tortas, que até então era discreto, mostrou para o mundo que era um dos melhores jogadores que já existiu. Também não deve se esquecer das belas atuações de Vavá e Amarildo, também decisivas e que só foram possíveis graças às contusões da trinca de ouro do Santos da época: Pelé, Pepe e Coutinho.

O Brasil, comandado por Aimoré Moreira, estreou na competição contra o México com a seguinte equipe: Gilmar, Djalma Santos, Mauro, Zózimo e Nilton Santos; Zito e Didi; Garrincha, Pelé, Vavá e Zagalo. Mesmo com a vontade dos mexicanos, o Brasil não deu chances ao adversário e venceu por 2×0 com gols de Pelé e Zagalo.

Porém, foi no jogo seguinte que o Brasil sentiu dificuldades. Pelé sentiu uma lesão muscular e teve que abandonar a partida. Sem a mesma força ofensiva, o Brasil apenas empatou com a Tchecoslováquia por 0x0.

Garrincha comemora um de seus gols (Foto: Arquivo Folha Imagem)

No jogo seguinte, com Amarildo no lugar de Pelé, a seleção enfrentou a forte seleção da Espanha, com a grande estrela Puskas, húngaro naturalizado espanhol. A seleção começou perdendo por 1×0 e sofreu um gol de bicicleta de Puskas, que foi mal anulado. Em um jogo dramático, foi Amarildo quem decidiu marcando os dois gols da virada e classificando o Brasil para a segunda fase.

Garrincha guardou seu show para a segunda fase, especificamente para a partida contra a Inglaterra pelas quartas-de-final. Garrincha confundiu todos os adversários, marcou dois gols e deu assistência para o gol de Vavá. No fim, deu Brasil por 3×1.

Na semifinal contra os donos da casa, mais uma vez Garrincha se destacou. Marcou dois gols, Vavá marcou os outros dois e o Brasil derrotou o Chile por 4×2. Porém, no fim da partida, o astro brasileiro foi expulso e deveria cumprir suspensão. Porém não foi o que aconteceu.

O fiel secretário de João Havelange (na época presidente da CBD), Mozart Giorgio, confessou antes de sua morte ter fretado um avião para roubar a súmula e acabar com as provas da expulsão de Garrinhca. O fato nunca foi confirmado, mas o atacante das pernas tortas pode ajudar o Brasil na final contra a Tchecoslováquia.

Amarildo cabeceia para marcar seu gol na final (Foto: Última Hora/Folha Imagem)

No jogo decisivo, o Brasil começou perdendo, mas empatou logo em seguida com Amarildo. No segundo tempo Zito e Vavá viraram o jogo e deram a vitória ao Brasil por 3×1.

O Brasil teve uma campanha de 5 vitórias e um empate com 14 gols marcados e 5 sofridos. Vavá e Garrincha foram os artilheiros com quatro gols cada. Uma campanha irrepreensível para uma seleção inesquecível. O Brasil de 62 foi a última seleção a ganhar duas Copas seguidas e o título marcou ainda mais a hegemonia do Brasil no futebol e a capacidade de revelar grandes craques.

 

 

Anúncios

Sobre Jornaleiros do Esporte

Site sobre esportes dos alunos da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Email : jornaleirosdoesporte@gmail.com Twitter : @Jesporte Facebook : http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002390365816

Publicado em 19 de junho de 2012, em Especiais, Futebol Internacional. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: