Porco segura a vantagem no Couto e leva a taça da Copa do Brasil


por Jordan Marciano

O Estádio Couto Pereira recebeu mais uma vez a partida que decidiu o campeão da Copa do Brasil de 2012. O Coritiba, time da casa, teve grande apoio da sua torcida durante a noite fria e chuvosa desta quarta-feira (11), na cidade de Curitiba. Entretanto, o Palmeiras estragou a festa paranaense e garantiu mais uma vaga brasileira para a próxima Libertadores com um empate por 1 a 1. O sucesso palmeirense esteve ameaçado quando Ayrton fez o primeiro gol do Coxa, mas Betinho empatou e tranqüilizou os paulistas. A primeira partida em Barueri havia terminado 2 a 0 para o Palmeiras, e o time do técnico Felipão podia até perder por um gol de diferença neste último jogo.

Felipão novamente fez história no verdão paulista (foto: Fernando Borges/Terra)

1º Tempo

As duas equipes começaram o segundo jogo da disputa pelo título com características táticas totalmente opostas. Os donos da casa estavam focados em ir para o ataque e fazer os gols o quanto antes, enquanto o Porco ficou na defesa apenas a espera dos contra-ataques que pudessem surgir ao longo do confronto.

Logo aos 2 minutos o Coxa chegou em lance de bola parada, mas após a cobrança de escanteio, Everton Costa mandou pela linha de fundo. Mesmo com a grande pressão exercida pelo time coxa branca o Palmeiras ficou calmo dentro do gramado e conseguiu suportar com qualidade os maus momentos do inicio da primeira etapa, e até ameaçou os paranaenses em lances de oportunismo. Uma dessas jogadas ocorreu na marca de 12 minutos, na qual Mazinho trabalhou bem perto da área e tocou para Juninho, que finalizou, mas o goleiro Vanderlei estava bem posicionado e desviou para escanteio.

Além da própria dificuldade natural que acontecia no jogo, os dois times também encontraram problemas por causa de poças de água que se localizavam em torno do gramado, e as vezes alguns jogadores escorregavam ou a bola não corria na velocidade que o atleta desejava ao realizar um passe.
Aos 27 mais uma chance dos visitantes, Marcos Assunção cobrou uma falta e a bola passou raspando a trave direita do guarda redes coxa branca. No minuto seguinte, o Coritiba quase abriu o placar, Everton Costa avançou pela direita e tocou de calcanhar para Rafinha, que bateu com efeito e fez a bola passou muito perto do gol palmeirense. No apito final dos 45 minutos iniciais, o jogo seguiu com o placar zerado.

2º Tempo

Para a segunda parte, Marcelo Oliveira colocou Ayrton no lugar de Jonas e deu mais força ao verdão paranaense na busca pelos dois gols que a equipe precisava para reverter à vantagem dos paulistas. A blitz coxa branca se instaurou, aos 3 minutos Ayrton cobrou falta que passou a esquerda do gol de Bruno. Até os 10 minutos, o Coxa havia conseguido 5 escanteios, mas em todos eles a defesa palmeirense afastou o perigo e se manteve firme para segurar o 0 a 0.

A partir de então, os dois técnicos fizeram mais modificações em seus times, mudando assim esquemas táticos, mas a pressão paranaense ainda permanecia no Couto Pereira. O número de faltas aumentou, e em uma delas o torcedor do Coritiba viu a esperança de ganhar a taça da Copa do Brasil. Ayrton bateu pela com muita categoria e balançou as redes do Porco.

Com isso, faltava um gol para igualar na soma dos resultados, e o jogo pegou fogo. Mas, o conhecido “greenhell” coxa branca durou pouco tempo, pois em outra cobrança de falta, agora do especialista Marcos Assunção, os visitantes empataram a disputa e dificultaram mais ainda a missão do adversário. A bola foi alçada na grande área e Betinho desviou de cabeça para o gol (1-1).

Com o passar do tempo, o maior grito dentro do estádio era do Palmeiras, e o coxa branca, que tanto apoiou o seu time no início do jogo, foi embora antes do ultimo apito do árbitro. Alguns atletas da equipe de Felipão sentiram contusões, mas nada impediu a festa de mais um título nacional depois de 9 anos, quando o Porco venceu o Brasileirão da Série B. E ainda deu tempo para Assunção chutar uma bola na trave e Pereira ser expulso, no final do confronto.

FICHA TÉCNICA (CORITIBA 1 X 1 PALMEIRAS)

Local: Estádio Major Antônio Couto Pereira, em Curitiba (PR) 
Data: 11 de junho de 2012, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília) 
Árbitro: Sandro Ricci
Assistentes: Carlos Berkenbrock e Alessandro Matos. 
Cartões Amarelos: Rafinha, Lincoln e Pereira (Coritiba) e Juninho, João Vitor, Marcos Assunção e Henrique (Palmeiras)
Cartão Vermelho: Pereira (Coritiba)
Gol do Coritiba: Ayrton, aos 16 minutos do segundo tempo
Gol do Palmeiras: Betinho, aos 20 minutos do segundo tempo

CORITIBA: Vanderlei; Jonas (Ayrton), Pereira, Demerson e Lucas Mendes; Willian, Sergio Manoel (Lincoln), Roberto (Anderson Aquino), Everton Ribeiro e Rafinha; Everton Costa.

Técnico: Marcelo Oliveira

PALMEIRAS: Bruno; Artur, Maurício Ramos, Thiago Heleno (Leandro Amaro) e Juninho; Henrique, Marcos Assunção, João Vitor (Márcio Araújo) e Daniel Carvalho (Luan); Mazinho e Betinho.

Técnico: Luis Felipe Scolari

Sobre Jornaleiros do Esporte

Site sobre esportes dos alunos da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Email : jornaleirosdoesporte@gmail.com Twitter : @Jesporte Facebook : http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002390365816

Publicado em 12 de julho de 2012, em Copa do Brasil 2012 e marcado como , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: