Palmeiras esbanja vontade, vence o Bahia fora de casa e respira no brasileirão


por Marcos Garcia

Em jogo mais do que importante para o Palmeiras em sua luta desesperada contra a segundona, a equipe paulista viajou até Salvador para  enfrentar o também ameaçado Bahia na noite desta quarta-feira,17, em jogo da 31º rodada do campeonato brasileiro de 2012. Com um gol de cabeça do atacante Betinho na 1º etapa, o verdão segurou o placar e voltou a respirar na tabela, chegando a 29 pontos, 6 atrás do Bahia, o primeiro time fora da zona de rebaixamento. No sábado, a equipe paulista busca manter o ritmo contra o Cruzeiro na Fonte Luminosa, enquanto o tricolor duela contra o Corinthians, também no sábado, em São Paulo.

Betinho foi o herói do verdão no Pituaçu (Foto: Edson Ruiz/ Terra)

1º Tempo

O jogo de nervos no Pituaçu começou cedo e ambas as equipes, lutando contra o rebaixamento, usavam de seus artifícios para sair em vantagem. Dono da casa, o Bahia tinha uma maior posse de bola, mas o domínio era superficial e as chances de gol não surgiam. Até os 20 minutos, o tricolor apenas chegou com perigo em cruzamentos do lateral Neto e em tentativas de tabela de Jones Carioca, Kleberson e Gabriel, mas sem sucesso nas execuções da jogada. Melhor para os visitantes e para Barcos, que aos poucos começou a chamar a responsabilidade, aparecendo duas vezes. Na primeira, finalização por cima do gol de Lomba e na segunda, aos 19, saindo de suas características, indo ao fundo e cruzando na cabeça de Betinho, que só completou de cabeça para abrir o placar.

A sequência da partida teve um Palmeiras mais cauteloso, chegando esporadicamente no ataque e recuando seus homens mais ofensivos para marcar um Bahia nervoso, que tentava com faltas cavadas na entrada da área e em chutes de média distância, o empate. A melhor oportunidade dos mandantes foi a falta cobrada por Neto que fez Bruno espalmar para lateral com dificuldades. Os 15 minutos finais foram de muita disputa no meio campo e pouca criatividade, o que favoreceu o verdão, preocupado apenas em manter a vantagem até o intervalo. Aos 45, finalizações de João Denoni e Zé Roberto, mas sem perigo e placar mantido.

2º Tempo

Apostando em Lulinha no início da etapa final, o Bahia teve lampejos de reação nos primeiros 10 minutos, quando chegou com perigo duas vezes. Após cruzamento do meia, Fahel desperdiçou uma ótima oportunidade ao cabecear sozinho para fora e logo em seguida, após bate e rebate na área paulista, a bola ficou com Kleberson, que finalizou duas vezes, mas não conseguiu encontrar o gol. O começo promissor se transformou em decepção logo na sequência, quando os problemas envolvendo a criação no meio de campo baiano voltaram a aparecer. Para ajudar Lulinha na movimentação, o técnico Jorginho apostou em Claudio Pitbull e o atacante foi o homem de ataque mais lúcido da equipe até o fim do jogo, finalizando 3 vezes com perigo, mas não conseguindo o empate.

Na frente do placar, o Palmeiras mostrou uma tática inteligente desde os 25 minutos de jogo e manteve a posse de bola, buscando o segundo gol em tentativas de Marcos Assunção, que assustou o adversário com suas cobranças de faltas e escanteios. Em um deles, aos 24, a bola acabou batendo na mão de Diones, mas o árbitro mandou seguir. As últimas mudanças antes do apito final mostraram o que as equipes queriam, com Marcio Araujo entrando para melhorar a marcação palmeirense e Rafael sendo opção no ataque do tricolor, mas a chance mais clara foi paulista, com Tiago Real servindo Barcos na frente do gol e o atacante finalizando com displicência. Melhor para ele que a oportunidade perdida não fez falta e o resultado se manteve até o apito final.

FICHA TÉCNICA

BAHIA: Marcelo Lomba; Neto, Titi, Danny Moraes e Jussandro; Fahel, Diones (Rafael), Kléberson (Cláudio Pitbull) e Gabriel; Zé Roberto (Lulinha) e Jones Carioca. 
Técnico: Jorginho.

PALMEIRAS: Bruno; Artur, Maurício Ramos, Henrique e Leandro; João Denoni, Assunção e Patrick Vieira (Márcio Araújo); Betinho (Tiago Real), Luan e Barcos (Obina). 
Técnico: Gilson Kleina.

Cartões Amarelos 
BAHIA: Danny Moraes e Jones 
PALMEIRAS: Bruno, Marcos Assunção e João Denoni

Árbitro 
Leandro Pedro Vuaden (Fifa-RS)

Sobre Jornaleiros do Esporte

Site sobre esportes dos alunos da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Email : jornaleirosdoesporte@gmail.com Twitter : @Jesporte Facebook : http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002390365816

Publicado em 17 de outubro de 2012, em Campeonato Brasileiro 2012, Futebol Nacional e marcado como , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: