Internacional vira partida em casa contra o Palmeiras e se reabilita no Brasileirão


por Marcos Garcia

Pela 1º vez na edição de 2012 do Campeonato Brasileiro, o Internacional conseguiu a segunda vitória seguida na competição ao bater o Palmeiras em casa por 2 x 1 na tarde deste sábado, 27, no Beira Rio, em partida válida pela 33º rodada. Os gols da equipe gaúcha foram marcados por Fred e Rafael Moura, enquanto Luan descontou para o verdão paulista. A vitória fez o Inter subir uma colocação, 5º, com 51 pontos. Já o rival, com 32, se manteve na 18º posição e continua brigando para não cair. Na próxima rodada o Inter viaja até Recife para duelar contra o Náutico e o Palmeiras enfrenta o Botafogo na Fonte Luminosa, buscando reabilitação.

Rafael Moura fez o gol da vítória colorada no Beira-Rio (Foto: Alexandre Lopes/ Site oficial do Inter)

1º Tempo

Apesar de um início melhor dos mandantes, dominando a posse de bola, a partir dos 10 minutos da etapa inicial a partida ganhou equilíbrio e permaneceu assim até o intervalo. Com boa movimentação dos meias D’alessandro e Fred, o Inter tentava pressionar, mas as duas primeiras chances vieram do lado paulista em contra ataques e bola parada.  Aos 11, Luan carregou a bola pelo lado esquerdo e lançou Patrick Vieira, sozinho, mas o meia não conseguiu tirar a bola de Muriel ao finalizar. Na sequência, falta da entrada da área cobrada por Assunção e nova intervenção do goleiro colorado. Após breve resposta dos gaúchos em cabeçada de Rafael Moura, o Palmeiras voltou a incomodar e conseguiu o que queria. Em escanteio da direita cobrado por Assunção, Finalização forte de cabeça feita por Luan e 1 x 0 no placar.

Precisando responder em campo para sua torcida, o Inter levou perigo um minuto depois em tiro de fora da área feito por Rafael Moura, mas deixava espaços em sua retaguarda, possibilitando a chegada paulista, que quase ampliou aos 25, quando Patrick Vieira passou por 3 marcadores e cruzou para Barcos finalizar e Muriel realizar linda defesa. A partida teve seus 10 minutos mais cadenciados, que só foram interrompidos aos 34, com o gol colorado. Rafael Moura sai da área e lança Guinazu, o volante vai até o fundo e de esquerda cruza para Fred, de esquerda, estufar a rede alviverde. Empate e marcador igual até o fim da movimentada 1º etapa.

2º Tempo

Sem mudanças, a etapa final teve um início muito parecido com a anterior, mas desta vez o Inter soube aproveitas suas chances. Aos 9, em jogada pelo lado esquerdo, D’Alessandro apareceu livre, invadiu a área e cruzou para Rafael Moura, sozinho, cabecear sem chances de reação para Bruno e virar o marcador. Pela primeira vez atrás no marcador, o Palmeiras parecia não sentir o momento e começou a manter a posse de bola no seu ataque, criando algumas chances de cabeça, a principal delas com Barcos, forçando Muriel a fazer defesa complicada. Na mesma tática, o verdão chegou a empatar com o argentino em escanteio, mas o árbitro, corretamente, assinalou toque de mão do atacante.

Claramente mais inteiro em campo, o Palmeiras buscava a igualdade em cobranças de faltas, mas esbarrava em um Muriel inspirado. Para melhorar as jogadas pelo chão, Gilson Kleina apostou em Maikon Leite no lugar de Wesley e o meia atacante respondeu, criando jogadas pelo lado esquerdo e finalizando com perigo aos 39, para nova defesa do goleiro do Inter, mandado para escanteio. Nos 5 minutos finais e com Obina no lugar de Luan, só o Palmeiras atacou, mas sem efetividade e sempre parando na retaguarda gaúcha. Apesar dos 6 minutos de acréscimo, o Inter soube controlar o relógio, criou inúmeras faltas e ainda teve chances de fazer o 3º, garantindo a vitória.

FICHA TÉCNICA

Internacional : Muriel; Nei, Rodrigo Moledo, Índio e Kleber (Fabrício); Josimar, Guiñazu, Fred (Cassiano) e D’Alessandro; Forlán e Rafael Moura. Técnico: Fernandão.

Palmeiras : Bruno; Artur, Mauricio Ramos, Henrique e Leandro (Juninho); João Denoni, Wesley (Maycon Leite), Marcos Assunção e Patrick Vieira; Luan (Obina) e Barcos. Técnico: Gilson Kleina.

Cartões amarelos: Barcos, Maurício Ramos, Henrique (P); Josimar, Muriel, Forlán, D’Alessandro (I).

Público: 11.339 (9.390 pagantes). Renda: R$ 119.560,00.
 
Arbitragem: Francisco Carlos Nascimento (AL), auxiliado por Rodrigo Pereira Joia (RJ) e Ediney Guerreiro Mascarenhas (RJ).

Sobre Jornaleiros do Esporte

Site sobre esportes dos alunos da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Email : jornaleirosdoesporte@gmail.com Twitter : @Jesporte Facebook : http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002390365816

Publicado em 27 de outubro de 2012, em Campeonato Brasileiro 2012 e marcado como , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: