Super Bowl 47 – Secundária


por Flavio Darin

Sexta-feira é dia de analisar a secundária de San Francisco e Baltimore, que assim como todo sistema defensivo das equipes, é mais um setor que conta com atletas de muita qualidade.

Secundária:

S

Como citado ontem, a secundária de San Francisco é muito auxiliada pelo corpo de LB e DE da equipe. A pessão imposta por Aldon Smith, somado ao posicionamento, principalmente do LB Patrick Willis, resulta em uma compactação maior da defesa dos 49ers, colocando mais jogadores na marcação, e em diversas oportunidades colocando adversários em marcações duplas nas jogadas de profundidade. Willis, que é linebacker, desviou 9 passes, número altíssimo para um jogador de sua posição. Os números da defesa comprovam isso, SF é segundo time que menos cede pontos aos adversários, e o quarto que menos cedeu jardas aéreas na temporada regular. O CB Tarell Brown tem sido o destaque da equipe nesse ano, mas Chris Culliver também soma suas interceptações além de um fumble forçado. Carlos Rodgers não teve a sua melhor temporada em SF, mas contribuiu com 1 INT e 56 tackles. Os experientes safeties Dashon Goldson e Donte Whitner juntos combinaram para 4 interceptações e 3 fumbles forçados. A secundária de SF tem que ficar de olho em Joe Flacco e Torrey Smith, que vem obtendo muito sucesso em passes profundos, mas no conjunto todo o setor conta com  jogadores duros, que complementam uma das defesas mais agressivas da liga.

Baltimore não fica atrás no quesito secundária. Apesar dos números da equipe serem bem inferiores quando comparados aos stats da defesa de San Francisco. Os Ravens, tem o 3º melhor aproveitamento em tackles da liga, mas em jardas cedidas (17ª) e pontos (12ª) a equipe ficou a desejar em relação aos outros anos. Ed Reed é o principal nome do setor, o jogador que também sofreu com lesões nesta temporada, mas sua experiência poderá ser um fator chave no Super Bowl, Reed que já foi eleito o melhor jogador de defesa do ano pela NFL, deverá ser fundamental nas jogadas de profundidade e dentro da red zone, principalmente com Randy Moss, jogador que pela experiência, deve se tornar no Super Bowl, um dos alvos preferidos de Kaepernick. No corpo de cornerbacks, os Ravens tem um desfalque enorme há algum tempo, Lardarius Webb perdeu vários jogos durante o ano, e estará de fora do Super Bowl 47. Por outro lado, Cary Williams e Bernard Pollard tem feito um bom trabalho na cobertura, sem contar o fato que Pollard é um exímio tackleador. Setor forte, dominante, e que conta com um grande líder, Ed Reed.

Anúncios

Sobre Jornaleiros do Esporte

Site sobre esportes dos alunos da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Email : jornaleirosdoesporte@gmail.com Twitter : @Jesporte Facebook : http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002390365816

Publicado em 1 de fevereiro de 2013, em NFL e marcado como . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: