Fora de casa, Fluzão bate o Caracas na abertura do grupo 8 da Libertadores


por Jordan Marciano

O Fluminense carimbou o cartão de visitas ao viajar até a Venezuela e garantir 3 pontos contra a equipe do Caracas, no jogo de estréia do grupo 8 da Libertadores 2013, no estádio Olimpico de Caracas, durante a noite desta quarta-feira (13). O gol do confronto foi assinalado por Fred, que se mostrou entrosado com Rafael Sobis. Na próxima jornada, o tricolor carioca vai participar de um duelo brasileiro no Engenhão contra o Grêmio, enquanto o Caracas enfrentará o time chileno do Huachipato. Ambas as partidas ocorrerão na quarta-feira (20).

(Fred foi decisivo ao marcar o gol da vitória na primeira etapa\Foto: Site oficial do FLuminense)

Fred foi decisivo ao marcar o gol da vitória na primeira etapa. (Foto: Divulgação/Fluminense)

Jogo balanceado até o artilheiro Fred mostrar o seu faro de gols

Apesar de jogar em casa, o Caracas não conseguia encaixar bons ataques contra a equipe brasileira. A partida iniciou com o equilíbrio das ações no meio de campo, o Fluminense tocava a bola na busca por espaços dentro da marcação adversária, mas nenhum lance de perigo ocorreu durante os primeiros vinte minutos, quando os visitantes se impuseram no confronto.

Aos 20, Rafael Sobis dominou na entrada da grande área e deu o passe de cabeça em direção a Fred. O centroavante girou e finalizou por cima da meta venezuelana. Dois minutos mais tarde, o Fluzão assustou outra vez com a dupla Fred e Sobis. Após cruzamento realizado do lado direito, Fred ajeitou de cabeça e Sobis completou para o gol, o goleiro Baroja não conseguiu defender, mas a bola acertou a trave. Na marca de 29, os donos da casa quase abriram o placar. Carabali partiu na meia direita e cruzou para Guerra, que testou em cima da defesa brasileira. Na sobra, Otero finalizou pela linha de fundo.

Entretanto, a resposta do Fluminense veio com Fred, que balançou as redes no estádio Olímpico de Caracas. Aos 31, o atacante tocou de letra para Sobis, que mandou a bomba de fora da área, mas a bola desviou na zaga. No rebote, Fred bateu colocado, sem dar chances ao guarda redes Baroja (0-1). Antes do final da primeira etapa, os donos da casa ainda tentaram equilibrar o placar de jogo. Aos 40, Otero cobrou uma falta com efeito, porém a redonda saiu por cima do gol de Cavalieri.

Caracas volta melhor, porém os visitantes mostram competência na administração do placar

Depois do intervalo, os venezuelanos voltaram com uma postura diferente dos 45 minutos iniciais. Logo aos 5 minutos, Cure arriscou uma jogada de puxeta, que fez a bola passar por cima da zaga adversária e obrigar Diego Cavalieri a salvar o Fluzão. Entretanto, o clube comandado por Abel Braga estava concentrado e Baroja também precisou trabalhar quando Fred bateu forte e o guarda redes espalmou em escanteio.

Algumas substituições se realizaram ao longo do tempo complementar, o que fez a partida ser disputada de igual para igual. Na marca de 32, Otero partiu pelo meio de campo e finalizou de fora da área, porém Cavalieri estava bem postado na meta e realizou a defesa. O troco da equipe brasileira ocorreu por volta dos 39 minutos, quando Baroja saiu de forma inadequada da meta e jogou a bola no meio da área, nos pés de Marcos Junior. Mas o jogador se atrapalhou no lance e chutou por cima.

Parecia que o jogo estava nas mãos do Fluminense, mas nos últimos instantes só o Caracas jogou e quase alcançou a igualdade. Por volta de 44 minutos, Otero bateu uma falta rasteira e a bola passou do lado da meta defendida por Cavalieri. Aos 48, Cure teve a última tentativa ao desviar de cabeça, mas a finalização saiu em linha de fundo (0-1).

FICHA TÉCNICA
CARACAS-VEN 0 X 1 FLUMINENSE

Local: Estádio Olímpico, em Caracas (Venezuela)
Data: 13 de fevereiro de 2013 (Quarta-feira)
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: José Buitrago (Colômbia)
Assistentes: Wilson Berrio (Colômbia) e Rafael Rivas (Colômbia)
Cartões amarelos: Fred e Edinho(Flu)

Gols:
FLUMINENSE: Fred aos 31 minutos do primeiro tempo

CARACAS: Baroja, Carabalí, Peraza, Andrés Sánchez e Amaral; Jiménez, Guerra(Peña), Meza(González) e Otero: Cure e Febles(Cabezas)

Técnico: Ceferino Bencomo

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Bruno, Leandro Euzébio, Anderson e Carlinhos; Edinho, Jean, Wagner(Valencia) e Rafael Sobis(Marcos Junior); Wellington Nem(Rhayner) e Fred
Técnico: Abel Braga

Anúncios

Publicado em 14 de fevereiro de 2013, em Libertadores 2013 e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: