Em duelo de tricolores, o gaúcho vence o carioca com eficiência e se torna líder


por Jordan Marciano

Diferente do que foi visto contra o Huachipato, o Grêmio foi superior ao Fluminense e desbancou a equipe carioca pelo placar de 3 a 0, no estádio do Engenhão, pela segunda rodada do grupo 8 da Libertadores, na noite desta quarta-feira (21). Barcos abriu a contagem a favor dos gaúchos, enquanto no segundo tempo, André santos e Vargas completaram as redes do Fluzão. Como o Caracas venceu o Huachipato na outra partida da rodada, os 4 times se equilibraram na pontuação, mas o Grêmio ficou com a liderança por saldo de gols.

(Grêmio ressurge na libertadores contra o Fluzão\Foto: Divulgação Oficial Grêmio)

Grêmio ressurge na libertadores contra o Fluzão. (Foto: Divulgação/Grêmio)

Fluminense se fecha e permite a imposição dos porto alegrenses

Desde o início do confronto brasileiro, o Fluminense se fechava em sua marcação, enquanto o Grêmio trocava passes para avançar no campo de ataque. O jogo era técnico, pois as duas equipes têm nomes decisivos, como Barcos, Elano e Zé Roberto no lado visitante, e Fred, Rafael Sobis e Wellington Nem com o tricolor carioca.

Aos 15 minutos, Nem apareceu na grande área adversária, foi desarmado por Cris e caiu no gramado querendo penalidade. Fred e André Santos bateram boca, mas o árbitro mandou o jogo prosseguir normalmente. A partida ficou com o número de faltas elevado. Aos 26, Elano cometeu a falta sobre Carlinhos, no lado esquerdo do ataque do Fluzão, e levou o cartão amarelo.

O time de Abel Braga não se mostrava tão confortável por jogar em casa, por isso, na marca de 32, os gaúchos começaram a aniquilação do seu adversário. Elano, em escanteio, jogou a redonda na cabeça de Barcos, que subiu na dividida com o zagueiro Bruno e jogou dentro da meta de Diego Cavalieri (0-1).

Com a desvantagem no placar, o Fluminense precisou investir em jogadas ofensivas, porém Fred não estava na sua melhor forma. Da mesma forma, Nem pecou em alguns lances que atrapalharam a organização do ataque carioca. Aos 44, Sóbis realizou o cruzamento na cabeça de Fred, mas o atacante desviou pela linha de fundo.

Grêmio continua o mesmo, marca mais vezes e anula de vez os donos da casa

Para a segunda etapa, Abel decidiu sacar Wagner e colocar Deco no campo de jogo, mas a alteração, não surtiu o efeito desejado. Por volta dos 9 minutos, Vargas correu pela meia esquerda e cruzou para barcos. O ex-jogador do Palmeiras finalizou e Cavalieri espalmou, porém a bola sobrou nos pés de André Santos, que chutou no gol e saiu em comemoração com os seus companheiros (0-2).

A situação dos donos da casa ficou ruim e tendeu a piorar. Thiago Neves substituiu Wellington Nem aos 17 e Samuel entrou no lugar de Rafael Sóbis. Logo, a torcida presente iniciou gritos que insultaram o treinador carioca. Tudo isso favoreceu o tricolor gaúcho, que assustou quando o relógio chegou em 21 minutos. Zé Roberto bateu com categoria e a bola só não entrou porque o goleiro do Fluminense esticou a ponta dos dedos e jogou a redonda para a linha de fundo.

Dois minutos mais tarde, o Grêmio calou o Engenhão. Barcos deixou Vargas em ótimas condições de finalização. O jogador aproveitou e balançou as redes de Diego Cavelieri pela terceira vez no confronto (0-3). Além do gol, o time de Luxemburgo quase marcou o quarto tento. Na marca de 32, Elano recebeu o passe de Barcos e chutou a bola na trave.

A disputa estava decidida e o Grêmio fez mudanças táticas que auxiliaram na definição dos 3 pontos a favor dos gaúchos. Do outro lado, o Fluminense tentou de todas as formas diminuir o placar, mas tudo sem sucesso.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 0 X 3 GRÊMIO

Local: Estádio Olímpico João Havelange, “Engenhão”, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 20 de fevereiro de 2013 (Quarta-feira)
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Paulo César de Oliveira (Brasil)
Assistentes: Márcio Santiago (Brasil) e Fabricio Vilarinho (Brasil)
Cartões amarelos:Anderson (Fluminense); Elano e Zé Roberto (Grêmio)

GOLS:
GRÊMIO: Barcos, aos 32 minutos do primeiro tempo, André Santos, aos 9 do segundo tempo, e Vargas, aos 23 do segundo tempo

FLUMINENSE: Diego Cavalieri, Bruno, Leandro Euzébio, Anderson e Carlinhos; Edinho, Jean e Wágner (Deco); Rafael Sóbis (Samuel), Fred e Wellington Nem (Thiago Neves)
Técnico:Abel Braga

GRÊMIO: Dida, Pará, Werley, Cris e André Santos; Fernando, Souza (Adriano), Elano (Marco Antônio) e Zé Roberto; Vargas (Wellinton) e Hernán Barcos.
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

 

 

Anúncios

Publicado em 21 de fevereiro de 2013, em Libertadores 2013 e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: