Dennis Rodman e a política norte-coreana


por Lucas Vian

Após visita à Coreia do Norte, o polêmico jogador de basquete Dennis Rodman vem chamando atenção da mídia americana, que o aponta como possível pacificador entre a relação dos dois países.

Kim Jong-Un e Dennis Rodman, em Pyongyang. (Foto: KCNA)

No dia 26 de fevereiro, Dennis Rodman, que fez história jogando ao lado de Michael Jordan e Scottie Pippen no Chicago Bulls, fez turismo em um país inusitado para um americano, a Coreia do Norte.

O país asiático, que teve sempre nomes inimigos dos Estados Unidos como líder, começando em 1949 com Kim Il-Sung, depois Kim Jong-Il e hoje seu filho Kim Jong-Un.

Rodman se encontrou com Un para assistir uma partida do festivo Harlem Globetrotters, onde o assunto entre os dois não estava focado na partida e sim em política. Entre os assuntos abordados, o norte-coreano pediu ao ex-atleta que o presidente americano, o democrata Barack Obama, o fizesse uma ligação telefônica.

Apesar de ter ido em “missão de paz”, a atitude de Rodman foi intensamente criticada pelo porta-voz da Casa Branca, Jay Carney, que afirmou: “As ações da Coreia do Norte, no entanto, violam diretamente as resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas, e ameaçam a paz e a segurança internacional”, advertiu.

Apesar das críticas, a revista americana “Foreign Policy”, que aborda política externa norte-americana, constatou que Rodman pode ser o que os Estados Unidos precisam para melhorar sua imagem, e consequentemente seus problemas diplomáticos, com a Coreia do Norte. Entre uma das citações na revista: “A viagem de Rodman ressaltou a necessidade de uma diplomacia e abordagem mais fortes. E, para isso, o governo dos EUA teria que estar disposto a concordar com reuniões cara a cara entre autoridades dos dois países”.

Recentemente, Rodman foi expulso de um hotel de Nova York pois estava discursando a favor do norte-coreano em um bar. De acordo o jornal “New York Post”, Rodman era suspeito de estar alcoolizado e incomodando os demais hóspedes do hotel.

Momentos antes do incidente, em entrevista ao programa “This Week”, da rede ABC, o ex-jogador chamou Kim Jong-Un de humilde e o classificou como “amigo para toda a vida”.

Anúncios

Sobre Jornaleiros do Esporte

Site sobre esportes dos alunos da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Email : jornaleirosdoesporte@gmail.com Twitter : @Jesporte Facebook : http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002390365816

Publicado em 12 de março de 2013, em Política e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: