Raikkonen surpreende na estratégia e vence o GP da Austrália, na estreia da F1 2013


por Paulo Semicek

O finlandês Kimi Raikkonen (Lotus) venceu o Grande Prêmio da Austrália de Fórmula 1, disputado no Albert Park (Melbourne). Com o tempo final de 1h30m03s225, ele superou com uma boa estratégia os concorrentes Fernando Alonso (Ferrari/2°) e Sebastian Vettel (RBR/3°). A próxima etapa acontece em Sepang, na Malásia, dia 24 de março.

O Homem de Gelo superou todo mundo e venceu o primeiro GP de 2013 (Foto: Reuters)

O Homem de Gelo superou todo mundo e venceu o primeiro GP de 2013 (Foto: Reuters)

Boa largada de Massa e equilíbrio na ponta

Após um treino classificatório apenas seis horas antes da corrida, Vettel se segurou na liderança, mas atrás dele quem se deu bem foi Felipe Massa, da Ferrari. O brasileiro, por dentro da curva, ultrapassou Mark Webber e Lewis Hamilton e assumiu o 2°lugar. O companheiro, Fernando Alonso, fez a mesma coisa, mas pelo lado externo da curva, e ficou na cola de Massa.

A partir daí, Vettel, Massa e Alonso, nessa ordem, estabeleceram um ritmo forte e abriram vantagem sobre os outros. Depois deles, a briga era entre Hamilton e Raikkonen, mas o finlandês fez uma bela ultrapassagem por fora e ficou em quarto. Com uma parada a menos, Kimi foi para a ponta após as paradas dos três primeiros.

Táticas diferentes definem a corrida

Foi uma mudança de estratégia dos engenheiros de equipe que fez Alonso ficar à frente de Massa. O espanhol teve sua parada nos boxes antecipada, e mais tempo para dar aderência aos pneus. Massa e Vettel não tiveram o que fazer, e pararam no tempo programado. Alonso voltou à frente, Vettel e Massa atrás, mas Adrian Sutil, que só parou uma vez até então, ficou na frente do brasileiro, lhe fazendo perder tempo na briga pela ponta, praticamente perdendo qualquer chance de vitória.

Mas a situação estava boa mesmo para Raikkonen. Ele parou depois, adotando a estratégia de fazer apenas duas paradas. Com isso, não pegou tráfego após o último pitstop, e desenvolver os pneus com bons tempos sem ninguém pressionando.

A vitória de Raikkonen

Alonso, Vettel e Massa ainda precisavam fazer o terceiro pitstop. Aqui, vai o destaque para Sutil, de volta à Force India após um ano: ele se manteve na briga pela ponta até sua segunda parada, obrigatória para por os pneus supermacios. Enquanto isso, Alonso se livrava, com dificuldade, do estreante na Mercedes, Lewis Hamilton. Logo depois, Vettel e Massa fizeram o mesmo.

Mas Raikkonen não precisava mais parar nos boxes, e estava tranquilo na primeira posição. A possibilidade de chuva existiu, alguns pingos caíram, mas nada que mudasse a situação. O finlandês viu Alonso diminuir a vantagem, mas nada que impedisse a vitória na estreia. A segunda dele na volta à F1 desde o ano passado, a primeira da Fórmula 1 em 2013.

Opinião do Jornaleiro

A vitória de Raikkonen não foi a maior surpresa possível, mas quebra um pouco aquela expectativa que se tinha sobre os outros. Claro, é só a estreia, as condições, principalmente nos treinos, foi adversa, e muita coisa ainda vai acontecer. Mas o “Iceman”, com toda a sua experiência e habilidade, deu o recado: vai incomodar bastante os “superfavoritos”.

Falando em favoritos, parece que a RBR não é tão superior às outras equipes. Seu carro é ótimo, bem acertado e dará a Vettel toda a chance de ganhar mais um título. Mas a Ferrari mostrou um carro de alto nível, com os dois pilotos brigando na ponta. 

Hamilton na Mercedes também pareceu uma boa, ele foi bem para um estreante no time. Sutil voltou em grande estilo pela Force India, e a decepção ficou por conta da McLaren. Button foi apenas mediano (9°) e o jovem Pérez ficou em 11°, fora da zona de pontuação.

A próxima corrida é na Malásia. No horário local será às 17h, praticamente um pedido por chuva. Aí as coisas ficam difíceis de prever, o que demonstra que a F1 manterá a sua competitividade na era pós-Schumacher.

Classificação final do Grande Prêmio da Austrália de 2013:

1 – Kimi Raikkonen (FIN/Lotus-Renault) 1h30m03s225
2 – Fernando Alonso (ESP/Ferrari) – a 12s451
3 – Sebastian Vettel (ALE/RBR-Renault) – a 22s346
4 – Felipe Massa (BRA/ Ferrari) – a 33s577
5 – Lewis Hamilton (ING/Mercedes) – a 45s561
6 – Mark Webber (AUS/RBR-Renault) – a 46s800
7 – Adrian Sutil (ALE/Force India-Mercedes) – a 1m05s068
8 – Paul di Resta (ESC/Force India-Mercedes) – a 1m08s449
9 – Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) – a 1m21s630
10 – Romain Grosjean (FRA/Lotus-Renault) – a 1m22s759
11- Sergio Pérez (MEX/McLaren-Mercedes) – a 1m23s367
12 – Jean-EricVergne (FRA/STR-Ferrari) – a 1m23s857
13 – Esteban Gutiérrez (MEX/Sauber-Ferrari) – a 1 volta
14 – Valtteri Bottas (FIN/Williams-Renault) – a 1 volta
15 – Jules Bianchi (FRA/Marussia-Cosworth) – a 1 volta
16 – Chalres Pic (FRA/Caterham-Renault) – a 2 voltas
17 – Max Chilton (ING/Marussia-Cosworth) – a 2 voltas
18 – Giedo van der Garde (HOL/Caterham-Renault) – a 2 voltas

Não completaram:
Daniel Ricciardo (ASU/STR-Ferrari) – volta 40
Nico Rosberg (ALE/Mercedes)  – volta 26
Pastor Maldonado (VEN/Williams-Renault) – volta 25
Nico Hulkenberg (ALE/Sauber-Ferrari)  – não largou

Anúncios

Sobre Jornaleiros do Esporte

Site sobre esportes dos alunos da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Email : jornaleirosdoesporte@gmail.com Twitter : @Jesporte Facebook : http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002390365816

Publicado em 17 de março de 2013, em Automobilismo e marcado como , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: