Com show de Ronaldinho, Atlético Mineiro goleia o Arsenal de Sarandí


por Vinicius Silva

Em Belo Horizonte, o Atlético Mineiro recebeu o Arsenal de Sarandí nesta quarta feira (3) e goleou o time argentino pelo placar de 5×2, com show de Ronaldinho para manter sua invencibilidade na Arena Independência. Tardelli, que saiu machucado ainda na primeira etapa, Ronaldinho, duas vezes, Luan e Alecsandro marcaram pela equipe mineira. Já o zagueiro Braghieri e Benedetto anotaram pelo time de Sarandí, que provocou muitas confusões no fim das duas etapas . Com o resultado, o Galo continua com a melhor campanha da competição e enfrenta o São Paulo na próxima rodada para decretar sua vantagem de jogar a segunda partida em casa nas próximas fases. Enquanto isso, os argentinos recebem o The Strongest para tentar ficar com a segunda colocação do grupo.

Ronaldinho marcou dois golaços na goleada do Galo (Foto. Washington Alves/ Reuters)

Ronaldinho marcou dois golaços na goleada do Galo (Foto:  Reuters)


Galo abre boa vantagem, mas perde Tardelli e sofre o gol
O jogo começou movimentado, logo aos 5 minutos o atacante Carbonero mandou uma bomba e acertou o travessão do goleiro Victor, mostrando o cartão de visita dos argentinos. Mas não demorou muito para o Galo abriu o placar. Jô raspou de cabeça depois de um lançamento e a bola sobrou para Tardelli arrancar, sair na cara de Campestrini e mandar a bola para o fundo das redes. Aos 14 minutos, um lance semelhante resultou em um pênalti, mal marcado, para os mineiros. Jô raspou de cabeça e dessa vez foi Luan quem correu em direção ao gol, mas o camisa 27 foi derrubado. Porém, a infração foi fora da área. Ronaldinho foi para a cobrança e mandou no ângulo para fazer 2×0.
A partida esfriou, com o Arsenal fechando os espaços atrás e tentando aproveitar os erros do Galo. Para piorar pro lado dos alvi-negros, Diego Tardelli sentiu uma lesão muscular e foi substituído aos 25 minutos. A saída do jogador afetou bastante o time, já que Araújo e Luan foram mal no restante do primeiro tempo. O jogo frio esquentou novamente no final. Aos 40, a bola foi cruzada na área e Braghieri subiu mais alto que todos para cabecear entre as pernas de Victor e diminuir o placar. Para completar, o juiz apitou o final da primeira etapa com confusão. Após um lance em Leandro Donizete, os jogadores se estranharam e o tempo fechou. Ainda depois, os jogadores e a comissão da equipe argentina reclamaram muito da arbitragem e foram para o vestiário brigando com os seguranças do clube mineiro.

Ronaldinho brilha e vitória vira goleada

A segunda etapa voltou com os ânimos menos exaltados e a partida seguiu normalmente. Mas, dentro de campo, a segunda etapa continuou agitada. Com dois minutos no cronômento, Ronaldinho lançou para Jô, que na esquerda da área, cruzou rasteiro para Luan marcar o terceiro.  Com seis minutos, uma boa jogada com toques envolventes terminou com um chute colocado de Ronaldinho que saiu tirando tinta da trave. O jogo estava corrido e com muita marcação, mas a estrela de R10 brilhou com 14 minutos. O craque invadiu a área e deu apenas um toque leve para a bola entrar caprichosamente no ângulo de Campestrini, marcando um golaço. Logo depois, aos 16, Jô arriscou forte de fora da área, mas o goleiro argentino espalmou para escanteio.
O Arsenal se desanimou, atacava sem muito perigo e viu o Galo controlar totalmente a partida e tentando aproveitar os contra ataques. Em uma bola parada, aos 33, os argentinos chegaram com perigo e se animaram novamente. Carbonero completou de letra, mas Victor agarrou a bola. Três minutos depois, Benedetto chutou forte e o goleiro do Galo fez ótima intervenção. Mas em outro bomba, Victor nada pode fazer. Em cobrança de falta, o meia Benedetto voltou a finalizar forte e dessa vez a bola entrou para o Arsenal diminuir o placar. Mas a noite era do Galo e no último lance da partida, Alecsandro fez ótima jogada, driblou o marcador e chutou de fora da área para fechar o placar e a ótima atuação da equipe mineira. Depois da partida, os jogadores do Arsenal ainda se envolveram em um confronto com a Polícia Militar, que agrediu os argentinos, e a confusão se entendeu até o vestiário.

Ficha Técnica
Atlético Mineiro 5 X 2 Arsenal de Sarandí

Local: Arena Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data e horário: 03/04/2013 – às 22h00 (horário de Brasília)
Árbitro: Enrique Caceres (PAR)
Assistentes: Dario Gaona (PAR) e Hugo Martinez (PAR)
Cartões Amarelos: Leonardo Silva, Leandro Donizete, Marcos Rocha e Luan (CAM); Ortíz e Aguirre (ARS)
Gols: Diego Tardelli, aos 10’/1ºT (1-0); Ronaldinho, aos 16’/1ºT (2-0); Braghieri, aos 39’/1ºT (2-1); Luan, a 1’/2ºT (3-1); Ronaldinho, aos 13’/2ºT (4-1); Benedetto, aos 39’/2ºT (4-2) e Alecsandro, aos 47’/2ºT (5-2)

Atlético-MG: Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Réver e Richarlyson; Pierre, Leandro Donizete,Luan (Rosinei), Ronaldinho Gaúcho, Diego Tardelli (Araújo); Jô (Alecsandro). Técnico: Cuca
Arsenal: Campestrini; Nervo, López, Braghieri, Pérez, Carbonero; Ortíz, Marcone, Aguirre (Torres); Rolle (Benedetto) e Furch. Técnico: Gustavo Alfaro.

Anúncios

Publicado em 4 de abril de 2013, em Libertadores 2013 e marcado como , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: