Grêmio e Flu fazem jogo truncado e ficam no zero em Porto Alegre


por Brunno Panosso

Em jogo decisivo pelo grupo 8 da Libertadores, Grêmio e Fluminense ficaram no empate na noite desse dia 10. O empate deixa as duas equipes precisando de apenas um ponto para garantir a vaga nas oitavas. Na última rodada o Grêmio vai ao Chile enfrentar o Huachipato, enquanto o Flu recebe o Caracas. Todas as equipes do grupo tem chances de classificação.

Apesar da partida acirrada, o placar ficou no 0 a 0. (Foto: Grêmio/Divulgação)

Primeiro tempo truncado e poucas chances

O jogo começou com as duas equipes se estudando, o Fluminense tentava abrir espaços tocando pelo meio, e o Grêmio tentava chegar ao ataque na velocidade de Vargas, mas de forma desordenada. A primeira chegada foi gremista, aos 5, em escanteio fechado cobrado por Zé Roberto, a bola foi afastada por Diego Cavalieri, o Grêmio ficou com a sobra, mas não aproveitou a chance. O jogo seguiu muito truncado no meio com o Grêmio tendo mais volume nas ações ofensivas, mas, parando na retranca imposta por Abel Braga, além da retranca, o Grêmio se atrapalhava nos constantes erros de passe e na falta de organização nas jogadas. Os erros do Grêmio não eram aproveitados pelo time das Laranjeiras, que chegou apenas aos 22 em chute de Rafael Sobis de fora da área, porém, sem perigo ao gol de Dida.

Aos 25, a primeira chance clara de gol da partida. Fernando cobrou falta na cabeça de Werley, que obrigou Diego Cavalieri a fazer boa defesa. Um minuto depois, nova chegada gremista, agora com Hernán Barcos, novamente para defesa de Cavalieri. Apesar das duas chances gremistas, as duas equipes não se lançavam ao ataque e a partida seguia muito amarrada no meio-campo. A única chegada de perigo do Flu aconteceu próximo ao final da primeira etapa. Após falta cobrada por Sobis, Gum cabeceou, Dida espalmou e no rebote, Carlinhos tentou de peixinho, mas a bola foi pra fora. Pouco antes do fim da primeira etapa, o experiente zagueiro Cris foi expulso, após falta dura em Rafael Sobis, deixando o Tricolor gaúcho com 10.

Boas chances, nenhum gol

Com um jogador a mais, o Fluminense começou em cima da equipe gremista, nos primeiros 10 minutos, os cariocas se aproveitaram da vantagem numérica em campo e tomaram conta da intermediária gremista. Porém, somente aos 10 minutos o Fluminense criou oportunidade. Após chute de Rhayner, Dida espalmou mal e Sobis chutou por cima da meta. Depois da pressão inicial da equipe do Rio, o Grêmio se reorganizou em campo e passou a tocar mais a bola e sair do campo de defesa, apesar disso, quem voltava ao ataque era o Fluminense. Aos 19, Rhayner recebeu passe de Wagner, em posição legal, e tocou na saída do goleiro Dida. Porém, o auxiliar Fábio Pereira anulou equivocadamente o gol do Fluminense. Depois da jogada, o zagueiro Bressan quase fez contra ao afastar uma bola dentro da área.

A partida voltava ao ritmo da etapa inicial, travada no meio campo, sem criatividade e com muitas faltas. Chegadas de perigo só a partir dos 30, primeiro do Grêmio, Fernando cruzou na área, mas Kleber chegou atrasado. Um minuto depois, o Fluminense respondeu, Bressan falhou e Rhayner saiu cara a cara com Dida, que fez uma linda defesa para evitar o gol dos cariocas. Aos 37, Zé Roberto recebeu de Kleber, mas foi travado por Gum na hora do arremate. No fim do jogo, Kleber sofreu falta bem próxima a área do Flu. Fernando cobrou muito bem e a bola passou muito perto do gol de Cavalieri. O Fluminense ainda teve tempo de assustar os cerca de 45 mil gremistas presentes à Arena; Wagner bateu na saída de Dida e o volante Souza salvou em cima da linha. O Grêmio ainda tentou mais uma vez em forte chute de Fernando de fora da área, mas o jogo ficou mesmo no 0 a 0.

Ficha Técnica

Local: Arena do Grêmio – Porto Alegre, RS
Árbitragem: Ricardo Marques Ribeiro, auxiliado por Kleber Lucio Gil e Fábio Pereira.
Cartões Amarelos: André Santos e Zé Roberto (Grêmio); Bruno e Rhayner (Fluminense).
Cartão Vermelho: Cris (Grêmio)
Grêmio: Dida; Pará, Werley, Cris, André Santos; Fernando, Souza, Marco Antônio(Bressan), Zé Roberto; Vargas (Kleber) e Barcos (Adriano). Téc.: Vanderlei Luxemburgo.
Fluminense: Diego Cavalieri; Bruno, Gum, Leandro Euzébio, Carlinhos; Edinho, Jean, Wagner, Rhayner (Monzón); Rafael Sobis e Michael (Samuel). Téc.: Abel Braga.

Anúncios

Sobre Jornaleiros do Esporte

Site sobre esportes dos alunos da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Email : jornaleirosdoesporte@gmail.com Twitter : @Jesporte Facebook : http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002390365816

Publicado em 11 de abril de 2013, em Libertadores 2013 e marcado como , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: