Com grande desempenho, Alonso vence o GP da China


por Paulo Semicek

O espanhol Fernando Alonso (Ferrari) venceu o Grande Prêmio da China de Fórmula 1, disputado no circuito de Xangai. Com o tempo final de 1h36m26s945, o piloto venceu sua primeira corrida em 2013. Completaram o pódio o finlandês Kimi Raikkonen (2°), da Lotus, e Lewis Hamilton (3°), da Mercedes. O atual tricampeão, Sebastian Vettel (RBR), acabou em quarto lugar, enquanto o brasileiro Felipe Massa (Ferrari) terminou em sexto.

Alonso não cometeu erros e venceu em solo chinês (Foto: Getty Images)

Alonso não cometeu erros e venceu em solo chinês (Foto: Getty Images)

Largada premiada da Ferrari

Quem largou do lado esquerdo da pista se deu muito bem. A péssima largada de Raikkonen no lado direito segurou quem estava atrás dele, e assim se abriu um caminho para o outro lado, onde estavam Alonso e Massa. Eles foram para a cola de Hamilton, que largou sem sustos na pole position. No entanto, bastaram algumas voltas para Alonso ultrapassar o inglês; Massa aproveitou e passou também, em uma bela manobra pelo lado direito da reta dos boxes.

Como Alonso, Massa, Hamilton e Raikkonen começaram com pneus macios e teriam que fazer troca, eles foram os primeiros da ponta a ir para os boxes. Enquanto a Mercedes arriscou e mandou Hamilton e Rosberg para os boxes na mesma volta, Alonso teve a preferência e foi primeiro. Ganhou vantagem e deixou Massa com uma volta a mais de desgaste.

“Que diabos ele está fazendo?”

Essa foi a resposta de Kimi Raikkonen, após um toque do bico do carro com o mexicano Sergio Perez (McLaren). Mesmo, o Homem de Gelo não mudou sua estratégia e seguiu firme brigando pela vitória. Quem não vive uma grande fase é Mark Webber; viu o polêmico colega Vettel se recuperar na corrida com uma estratégia de pneus consistente, e ainda tentou passar Jean-Eric Vergne (STR) onde não havia espaço e bateu, perdendo um pneu e a prova voltas depois.

Soberania de Alonso

Alonso, com uma parada, foi atrás de Jenson Button (McLaren), que não havia ido para os boxes, e ultrapassou o inglês. Conforme as paradas iam acontecendo, o espanhol se mantinha na frente. Quando Vettel foi obrigado a partir para a segunda parada, ninguém mais incomodou o piloto da Ferrari na liderança.

No entanto, a briga esquentou pelo resto do pódio. Raikkonen superou Hamilton na rodada final dos boxes, e assumiu o segundo lugar. Outro destaque foi o final de Vettel; voltando do pit stop em oitavo, ele passou todo mundo até chegar ao quarto lugar. Nada que superasse o grande dia de Fernando Alonso, com o desempenho grandioso que lhe deu a primeira vitória em 2013.

Classificação final do Grande Prêmio da China 2013:

1- Fernando Alonso (ESP/Ferrari) – 1h36m26s945

2- Kimi Raikkonen (FIN/Lotus) – a 10s100

3- Lewis Hamilton (ING/Mercedes) – a 12s300

4- Sebastian Vettel (ALE/RBR) – a 12s500

5- Jenson Button (ING/McLaren) – a 35s200

6- Felipe Massa (BRA/Ferrari) – a 40s800

7- Daniel Ricciardo (AUS/STR) – a 42s600

8- Paul di Resta (ESC/Force India) – a 51s000

9- Romain Grosjean (FRA/Lotus) – a 53s400

10- Nico Hulkenberg (ALE/Sauber) – a 56s500

11- Sergio Perez (MEX/McLaren) – a 1m03s800

12- Jean-Eric Vergne (FRA/STR) – a 1m12s600

13- Pastor Maldonado (VEN/Williams) – a 1m33s800

14- Valtteri Bottas (FIN/Williams) – a 1m35s400

15- Jules Bianchi (FRA/Marussia) – a 1 volta

16- Charles Pic (FRA/Caterham) – a 1 volta

17- Max Chilton (ING/Marussia) – a 1 volta

18- Giedo van der Garde (HOL/Caterham) – a 2 voltaS

Não completaram: Nico Rosberg (ALE/Mercedes) – na 22ª volta Mark Webber (AUS/RBR) – na 16ª volta Adrian Sutil (ALE/Force India) – na 6ª volta Esteban Gutierrez (MEX/Sauber) – na 5ª volta

Opinião do Jornaleiro

Como é de costume, uma grande apresentação de Alonso. Com uma largada excelente e a liderança logo nas primeiras voltas, bastou ao espanhol manter a estratégia de paradas para vencer a prova. Além disso, teve méritos ao ultrapassar Button mesmo sem o inglês parar nos boxes. Deixou um belo tráfego para os concorrentes. A vitória foi também um presente para o bom desenvolvimento da Ferrari. Prova disso é o bom começo também de Felipe Massa, apesar do brasileiro ser conservador em excesso nas suas estratégias.

A cumprimentar também as corridas de Raikkonen e Vettel. O finlandês superou a má largada, o toque em Pérez e  garantiu o segundo lugar se antecipando nos boxes.  Já Vettel, largando no 10°, usou os pneus macios logo no início e partiu para apenas duas paradas.

De toda a forma, o campeonato está mais aberto do que nunca. Vettel largou qualquer disfarce de “santo” na Malásia, e vai ter que fazer por onde na pista para justificar os problemas internos na RBR. Já a Mercedes tem dois grandes nomes, especialmente Hamilton, mas ainda falta uma vitória para se consolidar. Raikkonen tira o máximo da Lotus, e demonstra que pode ser um candidato forte ao título. E temos Alonso, agora com uma Ferrari forte e um companheiro de equipe incomodando adversários. O espanhol é o piloto mais forte nessa briga, pelo menos hoje.

Anúncios

Sobre Jornaleiros do Esporte

Site sobre esportes dos alunos da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Email : jornaleirosdoesporte@gmail.com Twitter : @Jesporte Facebook : http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002390365816

Publicado em 14 de abril de 2013, em Automobilismo, F-1 e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: