Vettel faz corrida perfeita e vence o GP do Bahrein


por Paulo Semicek

O alemão Sebastian Vettel (RBR) venceu o Grande Prêmio do Bahrein de Fórmula 1. Com uma ultrapassagem na primeira volta, bastou ao tricampeão manter o seu desempenho e assumir a liderança do campeonato, após quatro corridas. Completaram o pódio dois carros da Lotus: o finlandês Kimi Raikkonen (2°) e o francês Romain Grosjean (3°). O brasileiro Felipe Massa, com problemas durante a corrida, ficou apenas na 15° colocação.

Vettel reinou sozinho no Oriente Médio (Foto: Getty Images)

Vettel reinou sozinho no Oriente Médio (Foto: Getty Images)

Largada perfeita de Vettel

Rosberg era o pole position, mas a largada mudou completamente as coisas. Vettel e Alonso realizaram belas ultrapassagens para cima do piloto da Mercedes, e se distanciaram na ponta. Enquanto isso, Massa foi ultrapassado por Paul Di Resta.

Após a série de pit stops, Vettel se estabeleceu como líder, e assim se manteve até o fim. Quem não se deu bem foi a dupla da Ferrari. Alonso teve problemas com a asa móvel e perdeu posições. Massa teve um pneu furado, e se antes já tinha perdido espaço para os concorrentes, o furo do pneu lhe custou a briga por pontos.

Vettel sobrando, e a Lotus também 

Vettel não foi incomodado em nenhum momento, e abriu cada vez mais sua vantagem. Tão alto quanto a homenagem em seu capacete; todo branco e com o nome de Felix Baumgartner, primeiro homem a saltar da estratosfera. No solo, quem conseguiu se destacar foi Kimi Raikkonen, que fez duas paradas, e assim ganhou vantagem para atacar Di Resta e assumir a segunda posição. O colega Grosjean foi no embalo e conseguiu o terceiro lugar.

A se destacar também o desempenho de Sergio Perez. Agressivo e até imprudente em alguns momentos, o mexicano da McLaren lutou bravamente e ultrapassou o colega Jenson Button, e depois fechou a porta para Fernando Alonso.

Sem sustos

Vettel levou o seu carro tranquilamente para a vitória, inclusive tentando cravar voltas mais rápidas. Fecharam o pódio os dois carros da Lotus. Por sinal, o resultado final reflete bem a situação do campeonato; Vettel em primeiro, Raikkonen em segundo. Fica o sinal de alerta para Ferrari, Mercedes e McLaren.

Largada foi decisiva para o resultado final no Bahrein (Foto: Getty Images)

Largada foi decisiva para o resultado final no Bahrein (Foto: Getty Images)

Opinião do Jornaleiro

Se você der espaço para um tricampeão, ainda mais sendo ele o mais jovem a conseguir o feito, você terá problemas. Rosberg deixou, Alonso também; Vettel foi lá e assumiu a ponta, conquistou a vitória e se manteve na liderança do campeonato. Mostrou que não está acomodado com os três títulos nem com o grande carro da RBR. É candidato forte para o tetra.

A interrogação fica para os concorrentes. Alonso teve um dia ruim no Bahrein, como toda a Ferrari, portanto a expectativa é que o espanhol seja o adversário mais duro, ainda mais começando a temporada europeia na Espanha, daqui a três semanas. Massa vai ter o papel de segundo piloto, atrapalhando os concorrentes do espanhol.

Quanto às outras equipes, a dúvida é maior. Raikkonen tem condição de, com o bom, mas não ótimo carro da Lotus, se manter na briga pelo título até o fim do campeonato? Hamilton e Rosberg conseguem levar à Mercedes ao lugar que ela tem potencial para chegar? E as McLarens, vão ser mesmo as coadjuvantes que demonstram ser? Por enquanto, perguntas sem respostas. Certamente nas corridas europeias que essas respostas virão.

Classificação final do Grande Prêmio do Bahrein 2013:

1 – Sebastian Vettel (ALE/RBR) – 57 voltas         
2 – Kimi Raikkonen (FIN/Lotus) – a 9s1        
3 – Romain Grosjean (FRA/Lotus) – a 19s5        
4 – Paul di Resta (ESC/Force India) – a 21s7        
5 – Lewis Hamilton (ING/Mercedes) – a 35s2        
6 – Sergio Perez (MEX/McLaren) – a 35s9        
7 – Mark Webber (AUS/RBR) – a 37s2        
8 – Fernando Alonso (ESP/Ferrari) – a 37s5        
9 – Nico Rosberg (ALE/Mercedes) – a 41s1        
10 – Jenson Button (ING/McLaren) – a 46s6        
11 – Pastor Maldonado (VEN/Williams) – a 1m06s4        
12 – Nico Hulkenberg (ALE/Sauber) – a 1m12s9        
13 – Adrian Sutil (ALE/Force India) – a 1m16s7        
14 – Valtteri Bottas (FIN/Williams) – a 1m21s5        
15 – Felipe Massa (BRA/Ferrari) – a 1m26s3        
16 – Daniel Ricciardo (AUS/STR) – a 1 volta        
17 – Charles Pic (FRA/Caterham) – a 1 volta        
18 – Esteban Gutierrez (MEX/Sauber) – a 1 volta        
19 – Jules Bianchi (FRA/Marussia)- a 1 volta        
20 – Max Chilton (ING/Marussia) – a 1 volta        
21 – Giedo van der Garde (HOL/Caterham) – a 2 voltas                  

Não completou a prova:
Jean-Eric Vergne (FRA/STR) – a 16 voltas

Anúncios

Sobre Jornaleiros do Esporte

Site sobre esportes dos alunos da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Email : jornaleirosdoesporte@gmail.com Twitter : @Jesporte Facebook : http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002390365816

Publicado em 21 de abril de 2013, em Automobilismo, F-1 e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: