Borussia passa sufoco no Bernabéu, mas é finalista da UCL


por Vinicius Silva

O Real Madrid chegou muito perto de reverter a vantagem obtida pelo Borussia Dortmund no primeiro jogo da semifinal da Champions League. Após serem goleados pelos alemães por 4×1, os merengues venceram a partida desta terça (30)por 2×0, com gols de Benzema e Sergio Ramos. Com a eliminação, a saída de José Mourinho passa a ser muito especulada na Espanha. Enquanto isso, o Borussia fica na expectativa para descobrir seu adversário na final da principal competição entre clubes do mundo.

Alemães comemoram vaga na Champions League (Foto:Juan Medina/ Reuters)

Alemães comemoram vaga na final, enquanto Modric (deitado) lamenta eliminação (Foto: Juan Medina/ Reuters)

Começo eletrizante dos espanhóis, mas sem gols

Pela necessidade, o Real começou desde o primeiro minuto com uma postura muito ofensiva. Nos quinze primeiros minutos da partida, os merengues tiveram ótimas oportunidades, porém, não conseguiram aproveitar as chances criadas. Higuain, aos 4, recebeu de Ozil e chutou de direita para defesa de Weindefeller. Quatro minutos depois, Cristiano Ronaldo isolou a bola na torcida depois de finalizar. O Borussia esperava o contra ataque, que saiu aos 12. Lewandowski recebeu na grande área e chutou, mas Diego López apareceu bem e ficou com a bola.

No minuto seguinte, o Madrid teve boa chance com sua estrela. CR7 arrematou, mas Weindefeller apareceu e fez uma intervenção milagrosa, salvando os alemães. Com 14 no cronômetro, Goetze sentiu dores musculares e acabou sendo substituído. Antes do time se reorganizar em campo sem seu principal jogador, o Dortmund passou seu último sufoco. Em uma bobeada da defesa, Ozil saiu na cara do goleiro alemão, mas finalizou para fora e perdeu a melhor oportunidade da primeira etapa. Quando o time de Jurgen Klopp se organizou após a entrada de Grosskreutz, os espanhóis não conseguiram mais produzir, resultando no primeiro tempo tedioso.

Alemães vacilam e Madrid faz o Bernabéu incendiar

Na segunda etapa, o time alemão saiu mais para o jogo e não ficou tão retrancado. Aos 4, Reus escapou bem e tocou para Lewandowski. O destaque da partida de ida teve azar no arremate forte após a bola acertar o travessão. Aos 15, foi Gundogan  que teve azar. Reus apareceu bem novamente e entregou para o volante finalizar sem nenhuma marcação, mas deu tempo da recuperação do goleiro merengue, que salvou a equipe de Mourinho.  Com as entradas de Kaká e Benzema, o jogo voltou a ficar mais disputado. E as mudanças do português participaram da jogada que fez o Santiago Bernabeu incendiar. O brasileiro meteu boa bola para Ozil cruzar para o atacante francês balançar as redes e fazer a torcida acreditar na classificação para a final. Klopp sentiu a pressão e tirou seu camisa 9 para reforçar o meio de marcação com Sebastian Kehl, o que deu mais tranquilidade para a defesa madrilena.

Aos 42, Benzema chutou de fora da área e, com um desvio da zaga, a bola ficou complicada para Weindefeller, mas o arqueiro conseguiu espalmar pela linha de fundo.  Porém, o alemão nada pode fazer após Sergio Ramos soltar um foguete. Ainda faltavam cinco minutos de acréscimos e o técnico alemão decidiu se retrair ainda mais. Ele promoveu a entrada do zagueiro Felipe Santana no lugar do meia Błaszczykowski e a mudança fez efeito. Nos últimos minutos, os ataques da equipe espanhola não conseguiram ultrapassar a muralha amarela. Restou o apito final de Howard Webbe para os alemães comemorarem a presença na final e os espanhóis saírem de campo sob os aplausos da torcida, que reconheceu o esforço da equipe.

Ficha técnica:

Real Madrid: Diego López, Essien, Sergio Ramos, Varane e Coentrão (Kaká); Xabi Alonso (Khedira) e Modric; Di María, Özil e Cristiano Ronaldo; Higuain (Benzema). Técnico: José Mourinho.

Borussia Dortmund: Weidenfeller, Piszczek, Subotic, Hummels e Schmelzer; Gündogan e Bender (Felipe Santana); Kuba, Götze (Grosskreutz) e Reus; Lewandowski (Kehl). Técnico: Jürgen Klopp.

Gols: Benzema, aos 36, e Sergio Ramos, aos 42 minutos do segundo tempo.

Cartões amarelos: Fábio Coentrão, Higuaín, Sergio Ramos e Khedira (RMA), Gündogan, Bender e Weidenfeller (BOR).

Estádio/ Data: Santiago Bernabéu, dia 30/04/2013 (terça feira)
Árbitro: Howard Webb (ING).

Anúncios

Publicado em 30 de abril de 2013, em Champions League 12/13 e marcado como , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: