Com um a menos, Grêmio vence o Santa Fé por 2 a 1


por Vinicius Silva

O Grêmio venceu o Santa Fé pelo placar de 2×1 no jogo de ida das oitavas pela Libertadores. Sem Zé Roberto e Vanderlei Luxemburgo, suspensos, a equipe gaúcha sofreu com a expulsão de Cris, mas contou com os gols de Eduardo Vargas e Fernando para abrir a vantagem para a segunda partida e quebrar a invencibilidade do adversário. Já os colombianos marcaram de pênalti com Pérez e recebem o tricolor no dia 16 (quinta feira) em Bogotá, tendo que vencer para se classificarem para as quartas.

Os jogadores do Grêmio comemoram o primeiro gol contra o Santa Fé (Foto: AFP)

Os jogadores do Grêmio comemoram o primeiro gol contra o Santa Fé (Foto: AFP)

 Grêmio abre o placar e diminui intensidade

O Grêmio começou o jogo comandando a partida: trocando passes no meio campo, organizando suas jogadas ofensivas e pressionando a saída de bola do Santa Fé, que não encontrava espaços em campo. Com 10 minutos, Elano carimbou o travessão após um cruzamento fechado.  O camisa 7 voltou a assustar outras duas vezes em bola parada: primeiro, o meia soltou uma bomba para defesa do goleiro Vargas e depois mandou a bola por cima. Quando os colombianos tentavam complicar a vida dos gaúchos, o gol tricolor saiu. Depois da abertura de Fernando para Alex Telles, o lateral cruzou na cabeça de Eduardo Vargas, que testou firme para abrir o marcador. Depois do tento, a intensidade do time comandando por Renan Machado diminuiu e os visitantes encontraram mais espaços, porém, não conseguiram assustar o gol defendido por Dida.

Grêmio fica com um a menos e leva empate, mas encontra a vitória e fica com a vantagem

O Indiependente Santa Fé, em desvantagem, voltou determinado a marcar pelo menos um gol fora de casa e tentava encontrar espaços e aproveitar os erros da equipe brasileira. E foi na falha de Cris, que deu um carrinho desnecessário em Cuero dentro da área, que os visitantes chegaram ao empate. Além disso, o experiente zagueiro ainda recebeu o segundo amarelo e, consequentemente, foi expulso, deixando o tricolor com um homem a menos em campo. Na cobrança, Pérez não desperdiçou e botou fogo na partida.

Com dez jogadores em campo, Renan Machado sacou Elano para recompor a defesa com Gabriel.  Mesmo com o placar igual, a torcida do Imortal não deixou de apoiar a equipe, que passou a pressionar em bolas paradas. Barcos assustou quando testou firme, mas a bola acabou indo pra fora. E, aos 34, o torcedor gremista foi recompensado com um golaço. Fernando aproveitou rebote, ajeitou com o peito e pegou firme na bola para marcar o segundo gol e incendiar a Arena. Porém, mesmo com a torcida cantando mais alto, os donos da casa recuaram e viram Dida salvar a vitória em um chute de Valencia nos acréscimos.

Ficha Técnica:

Grêmio: Dida; Pará, Cris, Bressan e Alex Telles (Guilherme Biteco); Fernando, Souza, Elano (Gabriel) e André Santos; Vargas e Barcos (Kléber). Técnico: Ramon Machado.

Independiente Santa Fé: Vargas; Juan Roa, Valdés, Meza e García; Torres, Bedoya (Jhon Valencia), Anchico , Cuero (Cristian Borja) e Omar Pérez; Medina. Técnico: Wilson Gutierrez.

Cartões Amarelos:
Fernando e Cris(GRE) Bedoya, Meza, Cuero, Medina e Juan Roa (IND)
Cartão Vermelho:
Cris (GRE)
Arbitragem: 
 Patrício Loustau, auxiliado por Diego Bonfa e Ivan Nuñez.
Local: 
Arena do Grêmio

Data/ Horário: 1º de maio de 2013, quarta-feira, às 19h30

Anúncios

Publicado em 1 de maio de 2013, em Libertadores 2013 e marcado como , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: