Palmeiras consegue empate contra o Tijuana na partida de ida das oitavas da Libertadores


por Paulo Semicek

O Palmeiras empatou em 0 a 0 contra o Tijuana, pela partida de ida das oitavas de final da Copa Libertadores 2013. O jogo foi disputado no Estádio Caliente, em Tijuana, no México (fronteira com os Estados Unidos), em um gramado sintético. Com o resultado, uma vitória em casa classifica o Verdão. Outro 0 x 0 leva para os pênaltis, e qualquer empate com gols dá a vaga para os mexicanos.

Martínez, o "Neymar do Equador" bem que tentou, mas parou na defesa palmeirense. (Foto: EFE)

Martínez, o “Neymar do Equador” bem que tentou, mas parou na defesa palmeirense. (Foto: EFE)

Primeiro tempo com reclamações

O Palmeiras não se intimidou com a torcida contra e a grama sintética, e conseguiu trabalhar bem a bola no início do jogo. A trama entre Wesley e Tiago Real no meio campo deu resultado, pois o time teve qualidade no passe. Tanto que, aos oito minutos, veio o lance mais polêmico do jogo: Wesley foi calçado pelo zagueiro mexicano Pellerano dentro da área, mas o juiz Martin Vazquez não deu o pênalti, gerando reclamação principalmente do técnico Gilson Kleina.

A partir daí, o Palmeiras continuou insistindo, mas a finalização não saía com qualidade. Kleber e Vinícius não conseguiram bons ataques, e mesmo as finalizações de fora da área não surtiam efeito. Aos poucos, o Tijuana foi entrando no jogo, principalmente com Martínez, o “Neymar equatoriano”, que quase abriu o placar na metade do jogo. Vale destacar o goleiro Bruno, que fez boas defesas, a melhor delas em uma falta cobrada por Arce aos 36 minutos.

Segundo tempo, nada de gol

O Palmeiras voltou do intervalo com um ritmo parecido com o do primeiro tempo. O meio funcionou melhor, com Charles apoiando mais,e a todo momento Vinícius tentava alguma jogada, mas sem efeito. O Verdão até criava boas jogadas, mas faltava a conclusão, que não veio com o camisa 9, Kleber.

Percebendo isso, o Tijuana se animou e também criou jogadas. Nesse ponto, o atacante Riascos serviu bem de centroavante, finalizando e tocando a bola para quem vinha de trás. Foi dele e de Ruíz (com passe do próprio Riascos) que os Xolos tiveram suas melhores chances no jogo, ambas defendidas pelo goleiro Bruno, em grande tarde/noite no México. Sendo assim, nada de mais perigoso surgiu na partida, que acabou mesmo sem gols.

Opinião do Jornaleiro

Não foi uma partida ruim do Palmeiras. Pelo contrário, o time desenvolveu bem o seu jogo no meio de campo, e a defesa foi segura quando precisou. Sem falar na ótima atuação de Bruno, que praticou belas defesas, substituindo bem o titular Fernando Prass. Em resumo, para segurar um 0 x 0, a atuação do Palmeiras funcionou.

O que não funcionou foi o ataque. Vinícius não foi feliz no seu jogo de cortar a bola para dentro e arriscar a finalização, o que não vem dando certo há alguns jogos. Com isso, faltou alguém para jogar com Kleber, e por isso as melhores oportunidades vieram do meio campo. Fica registrado também o pênalti não marcado em Wesley, que foi pisado no pé de apoio.

Em São Paulo, a história tem tudo para ser diferente. A torcida do Palmeiras já provou que, quando apoia e acredita no time, em campo os jogadores correspondem. Foi assim principalmente contra Tigre e Libertad, na primeira fase da Libertadores. Esse é o maior incentivo que a equipe pode ter.

Na parte tática, nada muito inovador virá de Gilson Kleina, até porque não precisa de inovação. Basta que Ayrton e Marcelo Oliveira apoiem mais nas laterais, e não fiquem tão presos à marcação, e também que Vinícius volte a criar boas jogadas no ataque. É importante também que o Verdão faça um gol já no primeiro tempo; o 0 x 0 deixaria a partida mais dramática do que ela já será, e os riscos aumentam. Mas, se torcida e time estiverem na mesma sintonia, o Palmeiras vira favorito para ganhar a vaga.

Anúncios

Sobre Jornaleiros do Esporte

Site sobre esportes dos alunos da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Email : jornaleirosdoesporte@gmail.com Twitter : @Jesporte Facebook : http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002390365816

Publicado em 1 de maio de 2013, em Futebol Nacional, Libertadores 2013 e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: