NHL – Stanley Cup Playoffs – Jogos do dia 03/05/13


por Marcos Garcia e Jordan Marciano

A corrida para vencer a Copa Stanley de Hóquei teve mais um episódio nesta sexta-feira (03). O New York Islanders empatou a série contra o Pittsburgh Penguins, em noite que marcou a volta de Sidney Crosby ao gelo. Também na conferência Leste, o Montreal Canadiens igualou a disputa ao vencer o clássico com o Ottawa Senators. Enquanto isso, o Chicago Blackhawks manteve a boa fase e abriu 2-0 na disputa contra o Minnesota Wild. Já o San Jose Sharks passou pelo Vancouver Canucks no overtime e deu um passo importante pela classificação. Abaixo, os detalhes e os melhores momentos das partidas.

(Na volta de Crosby, Penguins abrem vantagem mas decem a virada. Foto: Divulgação/NHL)

(Na volta de Crosby, Penguins abrem vantagem mas cedem a virada. Foto: Divulgação/NHL)

New York Islanders 4-3 Pittsburgh Penguins

Jogando novamente em casa, os Penguins deram sinais de que iriam repetir a grande performance do 1º jogo e logo cedo abriram uma vantagem de 2 gols sobre o adversário. Com 43 segundos de partida, Evgeny Malkin anotou o gol de abertura do placar, em backhand oportunista na frente de Nabokov. Três minutos depois foi a vez de Malkin servir o companheiro Crosby, que em belo Wrist Shot fez o 2º. Uma pequena reação dos Isles foi ensaiada após o gol de Matt Moulson, aproveitando um power play cedido pelos mandantes, mas a diferença no placar ficou ainda maior quando novamente Crosby, em outro Wrist Shot, chegou ao seu gol de número 2 no jogo, o terceiro dos pens.

No período seguinte o cenário mudou e apenas Nova Iorque decidiu ir pro jogo, o que deu resultado logo cedo. Em lance de sorte e oportunismo, Colin Mcdonald diminuiu a diferença, que desapareceu cinco minutos depois, graças Matt Martin e seu 1º gol na carreira em playoffs. Com o jogo a ser decidido no último período, muita cautela dos dois lados, já que um erro poderia custar a partida. E foi em um erro que a virada dos Islanders aconteceu, após tiro despretensioso de Kyle Okposo que bateu na parede e nas costas de Marc Andre-Fleury antes de entrar. 4 x 3 para os visitantres e triunfo surpreendente no jogo 2.

San Jose Sharks 3-2 Vancouver Canucks

Importante vitória no jogo 2, novamente disputado no Canadá, para o San Jose Sharks na noite desta sexta-feira. O jogo foi decidido apenas no overtime, com gol do ex-canucks Raffi Torres após assistência Brent Burns em contra-ataque fatal dos Sharks. Durante o tempo normal, domínio de San Jose no período inicial da partida, incomodando Roberto Luongo em vários momentos e abrindo o placar com Joe Thornton, aproveitando um rebote cedido pelo camisa 1.

Já no 2º, nenhum gol de ambos os lados graças a grande presença novamente de Luongo e também de Antti Niemi, de San Jose, realizando defesas incríveis. As grandes emoções ficara reservadas para os últimos 20 minutos, dominados inicialmente por Vancouver, que virou o placar com 2 gols de Wrist Shot do atacante Ryan Kesler. Os canadenses seguraram o marcador até o último minuto do período, mas já com um jogador extra no gelo os californianos chegaram ao empate com Patrick Marleau, colocando o puck no único lugar possível e levando a partida para a prorrogação, aonde os sharks garantiram a 2º vitória na série.

Ottawa Senators 1–3 Montreal Canadiens

O Canadiens teve o benefício do Power-Play no começo da partida, mas não conseguiu converter em gol. Mesmo assim, a equipe da casa sentiu a boa vibração passada por sua torcida e criou mais volume de jogo que os Senators, que seguravam a pressão na medida do possível. Os gols aconteceram somente na segunda etapa. Aos 4 minutos, Karlsson errou no campo de defesa e facilitou o trabalho de White, que empurrou para as redes (0-1).

Com a frente do placar, o Habs ficou mais confiante e faltando 15 minutos, Gallagher aproveitou um rebote e deixou os torcedores do Bell Centre em plena alegria (0-2). Porém, o Ottawa estava vivo no jogo e mostrou que não queria deixar o empate na série ocorrer. Na metade do segundo período, Prost perdeu o taco e não pôde ajudar a defesa do Habs, que ficou vulnerável. Na mesma jogada, o Senators descontou no placar com Michalek, em uma jogada de Tip-In (1-2).

Apesar de ter sofrido o gol, a noite era do Montreal, que não desanimou e seguiu melhor no gelo. Por isso, quando o relógio marcava menos de 2 minutos para o final do período, em um lance pela direita, o disco foi cruzado na frente da meta do Senators e Ryder conseguiu um Wrist Shot que passou pela defesa do goleiro Anderson (1-3).

O destaque do confronto foi a boa condução do terceiro período feita pelos mandantes e mérito das 29 defesas importantes realizadas por Price, que ainda perdeu um dente. O clássico ficou disputado. Ao final, a torcida do Montreal vibrava o empate na série, enquanto os atletas brigavam e os árbitros trabalhavam na separação da confusão.

Minnesota Wild 2–5 Chicago Blackhawks

Os Hawks mantiveram o jeito simples de jogar e não deram chances aos selvagens de Minnesota. No primeiro tempo, aos 9 minutos de partida, Shaw dominou o puck com espaço e arriscou. No rebote, Michael Frolik estava no lugar certo e mandou no fundo das redes (0-1). A torcida não parou de apoiar a equipe de vermelho, que ampliou o marcador, com Frolik outra vez. No início do segundo período, com um Power-Play de vantagem, o número 67 garantiu o segundo dele no jogo com um wrist-shot (0-2).

Os visitantes buscaram a reação e descontaram. Cullen pariu pela esquerda e fez a assistência para Setoguchi marcar (1-2). Porém, os jogadores do Hawks estavam melhor e com mais pressão na defesa adversária. Após uma disputa forte atrás do gol do Minnesota, Sharp achou um espaço e jogou dentro da meta, aos 3 minutos do terceiro tempo (1-3).

Com menos de 5 minutos para o duelo terminar, três gols ocorreram. Aos 15, Patrick Kane deu um belo giro e deixou Sharp em ótimas condições de fazer o seu segundo gol na partida, com um Slap Shot (1-4). Os Wild ainda marcaram mais um tento, quando aos 17 minutos, Scandella dominou na zona dos Hawks e mandou um Snap indefensável (2-4). A goleada dos campeões da Presidents´ Trophy terminou nos segundos finais. O treinador do Minnesota decidiu jogar com as redes vazias. Com isso, depois de roubar o puck, Bickell, antes de cair no gelo, desviou para as redes (2-5).

Anúncios

Publicado em 4 de maio de 2013, em NHL e marcado como , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: