Botafogo derrota o Fluminense, conquista a Taça Rio e confirma domínio carioca


por Marcos Garcia

O Botafogo é a grande equipe carioca de 2013 até agora. Disputando a sua 2º final na tarde deste domingo contra o Fluminense, em Volta Redonda, o alvinegro conquistou a Taça Rio com uma vitória magra de 1 x 0 sobre o rival e automaticamente se sagrou o campeão estadual, já que havia conquistado também a Taça Guanabara sobre o Vasco. O gol da vitória Botafoguense foi marcado pelo sempre criticado Rafael Marques e a equipe ainda desperdiçou um pênalti em cobrança no travessão de Seedorf. Para o Fluminense, foco total agora na Libertadores da América e no jogo de volta contra o Emelec, na próxima quarta-feira, 8, em São Januário.

Rafael Marques foi o improvável Herói do título botafoguense (Foto:Agif)

Jogo nervoso e Gol do Botafogo na 1º Etapa

A decisão da taça Rio começou com cara de final e com pouco futebol. Nos primeiros 15 minutos a partida foi marcada por reclamações, cartões amarelos e faltas duras, demonstrando o nervosismo das duas equipes. Aos 6, Thiago Neves já estava amarelado e aos 10 foi a vez do Botafogo reclamar de uma cotovelada de Wellington Nem em Marcelo Mattos, o que resultou em cartões para o atacante do tricolor e para Gabriel, volante alvinegro, por reclamação. A falta de criatividade forçou ambas as equipes a apostarem na bola parada, mas o bom posicionamento defensivo não permitiu que lances de perigo fossem criados antes dos vinte minutos iniciais. A melhor opção do Fluminense vinha pelo lado esquerdo, aonde aos 23 e aos 26 o lateral Carlinhos cruzou com perigo, mas a defesa e Jefferson evitaram o gol.

A primeira grande chegada do Botafogo foi a mais polêmica do 1º tempo. Lodeiro carregou a bola pelo meio e lançou Rafael Marques, que invadiu a área e finalizou pro fundo da rede, mas em posição irregular, deixando duvidas para a torcida alvinegra, que reclamou muito. A resposta tricolor veio com Rhayner, 4 minutos depois, recebendo dentro da área e finalizando para grande defesa de Jefferson. Mais incisivo, o Fluminense continuava incomodando nas jogadas com Carlinhos, mas aos 40, aproveitando o espaço deixado no lado direito, o Botafogo chegou ao primeiro, após Lucas bater direto e a bola sobrar para Rafael Marques, em posição legal, completar com estilo de esquerda pro fundo do gol. Na frente, o fogão ainda teve mais uma chance clara com Fellype Gabriel depois de assistência perfeita de Seedorf, mas o marcador no fim da etapa já era o suficiente para a equipe.

Seedorf desperdiça pênalti mas alvinegro triunfa

O início da etapa final começou com pressão botafoguense e outro gol anulado, desta vez de Bolivar, e de forma correta. No 3º minuto a oportunidade ficou nos pés de Seedorf, que obrigou Diego Cavallieri a fazer a sua melhor defesa até então no jogo. O holandes seria importante novamente aos 9, em nova parceria com Rafael Marques, que finalizou com perigo sobre a meta adversária. Após 10 minutos de jogo concentrado no meio de campo, foi o Fluminense, ainda que desorganizado, a equipe que decidiu arriscar mais, usando o talento de Thiago Neves para incomodar Jefferson. A iniciativa dava cada vez mais espaço para o adversário, que chegava com Seedorf e Lodeiro e levava perigo.

Precisando de caras novas em campo, Abel Braga apostou em Michael e Felipe nos lugares de Wellington Nem, apagado, e Edinho, deixando o time mais ofensivo. As mudanças não surtiram efeito e o Botafogo, com tranquilidade, decidiu segurar a bola e aproveitar as situações que acontecessem. Na principal delas, aos 35, bola para Seedorf bater um pênalti claro cometido em cima de Bolivar, mas o craque botafoguense acabou acertando o travessão. Os 10 minutos finais foram de um maior domínio de posse para o Fluminense, mas a falta de criatividade fez com que o placar não mudasse e o Botafogo confirmasse mais um título estadual para sua gloriosa história.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 1 X 0 FLUMINENSE

Local: Raulino de Oliveira, Volta Redonda (RJ)
Data-Hora: 05/04/2013 – 16h (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (FIFA-RJ)
Auxiliares: Dibert Pedrosa e Ediney Mascarenhas
Cartões amarelos: Gabriel, Marcelo Mattos (BOT); Thiago Neves, Wellington Nem, Edinho, Leandro Euzébio (FLU)
Gols: Rafael Marques, aos 40’/1ºT (1-0)

BOTAFOGO: Jefferson, Lucas, Bolívar, Dória e Julio Cesar (Lima, aos 5’/2ºT); Marcelo Mattos, Gabriel, Lodeiro, Seedorf e Fellype Gabriel; Rafael Marques (Vitinho, aos 30’/2ºT). Técnico: Oswaldo de Oliveira.

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Bruno, Leandro Euzébio, Digão e Carlinhos; Edinho (Felipe, aos 23’/2°T), Jean, Wágner e Thiago Neves; Rhayner e Wellington Nem (Michael, aos 25’/2ºT). Técnico: Abel Braga.

Anúncios

Sobre Jornaleiros do Esporte

Site sobre esportes dos alunos da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Email : jornaleirosdoesporte@gmail.com Twitter : @Jesporte Facebook : http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002390365816

Publicado em 5 de maio de 2013, em Futebol Nacional e marcado como , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: