NHL – Stanley Cup Playoffs – jogos do dia 08/05/13


por Marcos Garcia e Jordan Marciano

Em noite de 3 prorrogações e uma vitória emocionante no tempo normal, os playoffs de 2013 da NHL (National Hockey League) seguiram em ritmo alucinado com a disputa de 4 jogos decididos todos por apenas 1 gol de diferença entre cada equipe. Jogando em casa, o New York Rangers foi o único a vencer sem o auxílio do tempo extra, batendo o Washington Capitals por 4 x 3, empatando a série. Já Boston, Los Angeles e Anaheim preferiram a emoção, ganhando seus jogos no overtime. As 3 equipes lideram suas séries nesse momento e podem garantir a classificação já na próxima partida.

Jeff Carter e Mike Richards comandaram a vitória do atual campeão Kings (Foto: Divulgação/NHL)

Boston Bruins 4 x 3 Toronto Maple Leafs

Mais um confronto emocionante e equilibrado pela série do Leste entre Boston Bruins e Toronto Maple Leafs na noite desta quarta-feira, no Canadá. Mesmo fora de casa, a equipe campeã de 2011 conseguiu derrotar o adversário na prorrogação e garantiu uma vantagem de 3 – 1 no confronto, podendo se classificar já no próximo jogo c0m um novo triunfo. A vitória, no entanto, não foi conquistada de forma fácil. Apoiada por uma arena barulhenta e lotada, a equipe dos Leafs abriu 2 x 0 logo no 1º período, em gols de Joffrey Lupul e do defensor Cody Franson, além de dominar a partida em todos os momentos, aproveitando grande atuação de Phil Kessel. 

Com uma característica de nunca abandonar o jogo, O Boston Bruins voltou para 2º período com uma maior disposição e não deu espaços para Toronto aumentar o marcador. Estabelecido no gelo, o time conseguiu finalmente ser efetivo e diminuiu com Patrick Bergeron, em gol de Power Play. O empate não demorou para acontecer e ficou á cargo do jogador que seria o mais decisivo de Boston na partida. Com um Wrist Shot perfeito, David Krejci igualou o placar e ganhou moral para fazer também o 3º, três minutos depois, usando o rebote de Reimer após finalização de Horton não defendida pelo goleiro dos Leafs. A equipe da casa não se mostrou abalada com a virada e voltou a empatar o jogo com um belo Snap Shot de Clarke McCarthur ainda no mesmo período. Os últimos 20 minutos foram de equilíbrio e defesas dos goleiros, levando a partida para o overtime, aonde em grande performance de Rask, os Bruins tiveram a tranquilidade para usar o contra-ataque e garantir o triunfo, novamente com Krejci, com um Wrist Shot defensável para Reimer.

Los Angeles Kings 3 x 2 St Louis Blues

Outra equipe que jogou fora de casa e precisou do tempo extra para garantir a vitória foi o atual campeão Los Angeles Kings, ao bater o ST Louis Blues por 3 x 2 e abrir a mesma vantagem no confronto. O gol do triunfo foi marcado aos 12 minutos da prorrogação, em contra-ataque puxado por Justin Willians e Anze Kopitar, terminando no stick do defensor Slava Voynov, finalizando por baixo de Elliot e surpreendendo o goleiro adversário. No tempo normal a equipe da Califórnia esteve sempre a frente do placar. Após um primeiro período sem gols devido a falta de pontaria dos 2 times, os Kings voltaram melhor para o 2º e logo abriram o marcador com o artilheiro Jeff Carter, aproveitando rebote. Os Blues continuaram equilibrando o jogo e chegaram a igualdade em gol de Alex Steen, fazendo a jogada inteira por sua conta, posicionando o puck na frente de Quick e batendo de Wrist Shot no ângulo do último MVP da Stanley Cup.

A decisão havia então ficado para o período final, que se iniciou com novo domínio de LA, voltando a vantagem após bela jogada de Anze Kopitar, servindo Jeff Carter com uma assistência sensacional. Com o gol aberto, o camisa 77 só teve o trabalho de colocar o disco no fundo das redes. Com um posicionamento defensivo quase perfeito, Los Angeles segurou o placar até os minutos finais do tempo normal, mas acabou cedendo o empate com 44 segundos para o fim do jogo, após perder faceoff na zona defensiva e deixar Alex Pietrangelo finalizar de longe e bater Quick. Com sorte, os visitantes conseguiram superar a pressão da torcida e mostraram frieza para garantir a importante vitória na prorrogação e ficar na frente do confronto.

Washington 3-4 New York Rangers

O primeiro período da partida foi caracterizado pela força ofensiva dos Rangers, que souberam fazer a estratégia correta na marcação do craque Alex Ovechkin. Além de não conseguir bons lances ofensivos, a defesa do Caps também não se encontrou no gelo, o que resultou no primeiro gol do jogo. Aos 16, o guarda redes Holtby tentou fazer uma jogada de linha e deu o puck de graça para Hagelin, que finalizou. O disco ainda bateu na defesa, mas Richards pegou a sobra e abriu o placar (0-1).

Durante a segunda etapa, o time de New York seguiu no ritmo forte. O Washington mudava as linhas e tentava encontrar Ovechkin, mas nada adiantava. Com isso, os Rangers aumentaram a vantagem e a confiança no duelo. Na marca de 10, Clowe parriu pelo meio e lançou Brassard na direita. O número 16 deslizou e fez o passe na esquerda, onde Hagelin dominou e mandou um belo slap-shot, no ângulo esquerdo de Holtby (0-2). Depois do gol, os Caps acordaram e partiram em busca do empate. Aos 13, Ward foi em velocidade pela esquerda, passou por alguns marcadores e serviu Perreault, que descontou o marcador (1-2). Para esquentar a disputa, a igualdade ocorreu com 17 segundos restantes no cronômetro. Brouwer recebeu o passe de Green, partiu pelo meio e mandou o tiro certeiro, de backhand, no canto direito de Lundqvist (2-2).

Após o empate, o último tempo de jogo ficou brigado, com diversos hits entre os atletas e jogadas de perigo dos mandantes e dos visitantes. A supremacia de Nova York começou a se definir aos 59 segundos do período final. Dan Girardi recebeu a assistência de Brassard, que tocou no meio de dois oponentes, e deu um belo tiro de longe, sem dar chances para a defesa adversária evitar o gol (2-3). Em uma tabela bem executada pela linha ofensiva dos Rangers, Hagelin deixou Stepan sem dificuldades para colocar os mandantes com dois gols de vantagem outra vez (2-4). Os caps iniciaram uma reação quando Perreault desviou o chute que veio do meio do gelo (3-4). Mas os Rangers aguentaram a pressão final e empataram a série em 2-2.

Detroit Red Wings 2-3 Anaheim Ducks

Em um dos confrontos mais equilibrados do Oeste, os Patos tomaram a liderança na série. Porém, quem saiu na frente foi o Detroit. Aos 5 minutos de jogo, em um Power-Play, Franzen jogou o puck para dentro e abriu o marcador em favor dos Red Wings (1-0). Com a vantagem, o time visitante se acomodou, enquanto o Anaheim melhorava e criava mais chances que o adersário. Com isso, por volta dos 18 minutos do primeiro período, Palmieri recebeu o passe de Steckel e mandou um wrist shot nas redes de Howard (1-1).

Com maior volume de jogo no segundo tempo, o Detroit ficou na frente do placar novamente. Aos 10 minutos, Samuelsson pegou o rebote e venceu o goleiro Hiller depois do chute (2-1). A resposta dos Ducks veio nos segundos finais. Na vantagem numérica, Getzlaf carregou o disco desde a zona neutra e mandou um snap shot indefensável (2-2). No terceiro tempo, nenhum gol ocorreu, mas as equipes jogavam com raça e estratégias bem definidas. Lovejoy quase virou o jogo aos 5, com um wrap around defendido por Howard.

No overtime, os californianos receberam o apoio do seu torcedor e depois de algumas tentativas, garantiram a terceira vitória na série. Na jogada, aos 2 minutos, Lovejoy carregou o puck pela direita e fez o passe de trás do gol. A disputa entre a defesa do Detroit e o ataque do Anaheim terminou quando o discou sobrou no stick de Bonino. O número 13 deu um toque e saiu em festa com a sua torcida (2-3).

Anúncios

Sobre Jornaleiros do Esporte

Site sobre esportes dos alunos da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Email : jornaleirosdoesporte@gmail.com Twitter : @Jesporte Facebook : http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002390365816

Publicado em 9 de maio de 2013, em NHL e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: