NHL – Stanley Cup Playoffs – Jogos do dia 13/05/13


por Marcos Garcia e Jordan Marciano

Na última noite de duelos pelas quartas de final da Stanley Cup, duas partidas mexeram com as emoções dos torcedores na decisão das séries da conferência Leste. Durante o game 7, na cidade de Boston, a equipe dos Briuns fez o inexplicável e conseguiu um milagre ao reverter uma goleada contra o Toronto Maple Leafs e garantir a classificação no período extra. Enquanto isso, a capital dos Estados Unidos se calou, pois o Washington Capitals não conseguiu exercer as atuações equilibradas contra o New York Rangers e foi eliminado por um placar de 5 a 0. Na semifinal da Oeste, o Chicago Blackhawks enfrenta o Detroit Red Wings e o Los Angeles Kings joga contra o San Jose Sharks. Pela Leste, Boston Bruins encara o New York Rangers, da mesma forma que o Pittsburgh Penguins faz o duelo contra o Ottawa Senators.

(Torcidores e jogadores dos Bruins vão ao delírio com a virada para cima dos Leafs. Foto: Divulgação/NHL)

(Torcidores e jogadores dos Bruins vão ao delírio com a virada para cima dos Leafs. Foto: Divulgação/NHL)

Toronto Maple Leafs 4-5 Boston Bruins

O confronto levou o torcedor dos Bruins da decepção ao êxtase em menos de dois minutos. No primeiro período, depois de diversos hits e chances criadas pelos dois lados, o time da casa abriu o placar. Por volta dos 5 minutos, Bartkowski ficou com o puck na sequência de uma dividida e mandou para dentro da meta de Reimer (0-1). Entretanto, este gol foi o único bom momento do Boston na partida até 18 minutos do terceiro período.

O Toronto cresceu na marcação do adversário e em suas investidas ofensivas, o que resultou no empate. Por meio de um Power-Play, na marca de 10, Phaneuf deu o tiro para o gol, Rask não conseguiu segurar e o rebote ficou no stick de Franson, que igualou o duelo (1-1). A virada da equipe visitante trouxe desorientação aos jogadores de Bruins e desânimo aos torcedores aurinegros. Já no segundo tempo, aos 5, Grabovski trombou com o defensor de Boston atrás das redes de Rask, mas realizou o passe na direção de MacArthur, que lançou o disco onde Franson teve plenas condições do disparo para dar a vantagem aos Leafs (2-1).

O período complementar reservou os momentos mais emocionantes da partida. Na marca de 2, a alegria canadense aumentou. Kadri chutou na trave, mas na sequência, Kessel tocou no fundo do gol e saiu em comemoração (3-1). A goleada dos visitantes dava a certeza da vitória, quando Kadri realizava um wrist shot e colocava 3 gols de vantagem em favor de Toronto, com 14 minutos para o término do game 7. Tudo parecia perdido aos fãs de Boston, que já se conformavam com a eliminação. Entretanto, o time da casa descontou o placar outra vez. Lucic patinou por trás do gol adversário e serviu Horton, que disparou de longe e vibrou sem muitas esperanças da reação (4-2). Com a necessidade de mais 2 gols e sem muitas estratégias disponíveis, o técnico dos Bruins decidiu sacar Rask e partir para o tudo ou nada com 6 atletas na linha e as redes vazias.

A superioridade numérica recuou o Toronto em sua zona defensiva e causou o gol que encheu o torcedor da casa de fé. Com 82 segundos restantes no jogo, Lucic pegou o rebote de Reimer e marcou o terceiro (4-3). Ainda sem goleiro, os mandantes não perderam a posse do puck e lançaram suas últimas forças contra a eliminação. Então, quando o cronômetro assinalava 51 segundos de partida, depois da agressividade na proteção da arena, Patrice Bergeron recebeu o disco e mandou o disparo que furou a defesa visitante e levou a partida ao Overtime (4-4). O heroi do empate queria fazer história, e com 6 minutos de tempo extra, Bergeron foi iluminado, aproveitou outra sobra de disco e colocou todo o TD Garden em satisfação e alegria. O Boston Bruins havia se classificado (4-5).

Washington Capitals 0-5 New York Rangers

Nem o torcedor mais otimista do New York Rangers esperava a goleada que a equipe da Big Apple anotou na noite desta segunda-feira ao enfrentar fora de casa o Washington Capitals, em partida válida pela série de quartas de final da conferência leste da NHL. O jogo 7 do confronto contava com uma equipe que havia vencido todos os jogos em casa, os Capitals, e era considerada favorita para a classificação. Os primeiros minutos da partida apenas confirmavam a vantagem dos donos da casa, que jogava fisicamente, dominavam a posse do puck e criavam oportunidades. Assustado, os Rangers contaram com uma grande presença de Lundqvist no gol, oferecendo a tranquilidade necessária para que seus companheiros tentassem surpreender Washington no contra ataque. E foi assim que no fim da etapa, após passe de Chris Kreider, o atacante Aaron Asham abriu o marcador para os visitantes, acertando um lindo, mas defensável, snapshot no gol de Holtby.

Na volta para o 2º período ficava claro como os donos da casa haviam sentido o gol rival e como já não havia a mesma intensidade por parte dos Capitals no gelo. Melhor para New York, que colocou o puck no chão e foi pra cima, chegando ao 2º gol em finalização sem goleiro por parte de Taylor Pyatt. Sem tempo de reação para o adversário, os Rangers foram fatais em novo ataque, dois minutos depois, desta vez em Wrist Shot do defensor Michael Del Zotto. No período final, a mágica que acontecia em Boston não ocorreu em Washington e a partida continuou sobre domínio dos visitantes, que ainda anotaram mais 2, com Ryan Callahan e Matt Zucarello, confirmando a goleada que levou os Rangers a semifinal de conferência contra Boston.

 

Anúncios

Publicado em 14 de maio de 2013, em NHL e marcado como , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: