Corinthians é prejudicado por arbitragem, apenas empata com Boca Juniors e está fora da Libertadores


por Heron Torquato

Corinthians e Boca Juniors se enfrentaram ontem, 15, no Pacaembu, em partida válida pelo segundo jogo das oitavas de finais da Taça Libertadores da América. Com uma péssima arbitragem de Carlos Amarilla, o Corinthians não foi capaz de vencer o Boca Juniors por uma margem de mais de dois gols e está fora da Libertadores. O Boca abriu o placar com Riquelme no primeiro tempo. Paulinho igualou a partida no segundo tempo. Nas quartas de finais, o Boca Juniors vai enfrentar o Newell’s Old Boys. 

Após derrota, jogadores do Corinthians saúdam torcida por apoio. (Foto: Reprodução/Globoesporte.com)

Após derrota, jogadores do Corinthians saúdam torcida por apoio. (Foto: Reprodução/Globoesporte.com)

Arbitragem erra e Riquelme faz golaço

Atrás no placar agregado após perder por 1 a 0 no La Bombonera, o Corinthians entrou em campo apoiado por sua torcida e em busca de abrir o placar logo no início. Armado novamente no esquema 4-3-3, o primeiro lance de perigo surgiu aos 9 minutos. Emerson dominou dentro da área e em direção ao gol, foi atrapalhado pelo lateral Marín, que colocou a mão na bola dentro da área, mas o árbitro Carlos Amarilla não marcou a penalidade e deu cartão amarelo para Emerson, por reclamação.

O Boca trabalhava o jogo com tranquilidade, com a bola sempre passando pelos pés de Riquelme, que levou perigo duas vezes em cruzamentos para área em que seus companheiros de equipe chegaram atrasados para empurrar para o gol. Sem criação no meio de campo, o serviço para armar as jogadas ficou para Emerson, que até conseguiu achar Romarinho entre os zagueiros argentinos, o atacante marcou o gol no rebote de Oríon, mas o bandeira anulou o gol incorretamente. 

No lance seguinte, Riquelme recebeu na lateral e bateu para o gol, surpreendendo Cássio e marcando um gol magistral, aumentando ainda mais a vantagem do time argentino. O Corinthians sentiu o golpe e com três atacantes seguiu os outros 15 minutos do primeiro tempo tentando criar jogadas, mas sem nenhum sucesso.

Corinthians empata mas não consegue virar o jogo

No intervalo, Tite mexeu no time colocando Alexandre Pato e Edenílson, no lugar de Romarinho e Alessandro, levando o time para cima do Boca Juniors. O logo aos 5 minutos, Paulinho recebeu cruzamento dentro da área e cabeceou para dentro do gol, empatando a partida. Melhor em campo, o timão seguiu pressionando o Boca, que apenas se defendia tentando sair no contra ataque.

Ainda no ataque, o Corinthians começou a perder a calma e tentar cruzamentos para dentro da área, chegando com perigo apenas uma vez com Paulinho,  mas Orion salvou. Aos 15 minutos, outro lance duvidoso. Paulinho dividiu com Orion, e no rebote marcou o gol, mas novamente a arbitragem anulou o gol por falta em cima do arqueiro argentino.

Com 30 minutos, o Boca desistiu de atacar e se concentrou apenas na defesa e defendeu muito bem, obrigando o Corinthians a lançar a bola dentro da área, facilitando o trabalho do seu setor defensivo. Os comandados de Tite continuaram buscando o segundo gol e Alexandre Pato acabou perdendo um incrível após driblar o goleiro e se atrapalhar para finalizar. Após o fim do jogo, a torcida do Corinthians prosseguiu seu show de 90 minutos, encantando e espantando jogadores e comentaristas, com uma reação muito diferente das outras vezes em que foi eliminado. 

Ficha Técnica

Corinthians 1 x 1 Boca Juniors

Local: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data/Hora: 15/5/2013 – 22h
Árbitro: Carlos Amarilla (Fifa-PAR)
Auxiliares: Rodney Aquino (PAR) e Carlos Cáceres (PAR)

Renda/Público: R$ 2.709.112,50 / 36.319 pagantes
Cartões Amarelos: Alessandro, Paulinho e Emerson Sheik (COR); Orion, Blandi e Marín (BOC)
Gols: Riquelme, aos 24 minutos do 1ºT (BOC); Paulinho, aos 5 minutos do 2ºT (COR)

Corinthians: Cássio; Alessandro (Edenílson), Gil, Paulo André e Fábio Santos; Paulinho e Ralf; Romarinho (Pato), Danilo (Douglas) e Emerson Sheik; Guerrero. Técnico: Tite.

Boca Juniors: Orion; Marín, Caruzzo, Burdisso e Clemente; Somoza, Erbes (Bravo), Erviti e Sánchez Miño; Riquelme (Viatri) e Blandi (Zárate). Técnico: Carlos Bianchi.

Anúncios

Sobre Jornaleiros do Esporte

Site sobre esportes dos alunos da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Email : jornaleirosdoesporte@gmail.com Twitter : @Jesporte Facebook : http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002390365816

Publicado em 16 de maio de 2013, em Libertadores 2013 e marcado como , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

  1. 1 Erro : Emerson Coloca a Bola na Frente do Zagueiro e Zagueiro coloca mao na Bola (Penso qui era o Giba ) 2 Erro : Romarinho em Condiçao Legal chuta no Rebote Marca (o Juiz Anula) , 3 Erro : Gil Cabeceia a Bola , Orion Defende e EDENILSON Marca ( e o Bandeirinha Marca Inpedimento Inexistente) , 4 Erro : Sheik Finta o Zagueiro , e zagueiro com o Braço empurra Emerson SHEIKe faz Cair dentro da Area (Penalti Legitimo) ! Arbitragem 4×1 Corinthians !

  2. Foi um escândalo! Vergonhoso! O corinthians tinha de ser indenizado!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: