NHL – Stanley Cup Semifinal – Oeste – Chicago Blackhawks x Detroit Red Wings


por Jordan Marciano

O Detroit Red Wings não se intimidou com o time de melhor campanha na temporada regular da National Hockey League (NHL), e aumentou a vantagem contra o Chicago Blackhawks, na semifinal da conferência Oeste. Ao jogar em casa e vencer por 2-0, nesta quinta (23), os Wings abriram 3-1 na série e colocam o adversário em grande risco de eliminação. Com um primeiro período equilibrado e sem gols, Kindl abriu o contador no segundo tempo e Cleary fechou o jogo no tempo complementar. O game 5, que pode definir Detroit como finalista, está marcado para este sábado (25), na cidade de Chicago.

(Jimmy Howard, com sua defesas, foi um elemento importante na vitória dos Wings. Foto: Divulgação/NHL)

(Jimmy Howard, com sua defesas, foi um elemento importante na vitória dos Wings. Foto: Divulgação/NHL)

O jogo

O primeiro período do jogo foi equilibrado, mas houve uma leve vantagem de Chicago, o que obrigou o goalie da casa, Howard, a praticar algumas defesas para evitar a vantagem dos visitantes. O problema dos Hawks é que as oportunidades adquiridas não se converteram em gols. Jogadores como Kane, Hossa e Sharp se movimentaram melhor que o game 3, mas os disparos paravam fora do endereço das redes.

Após o primeiro intervalo, a partida seguiu com a ocorrência de chances por parte de ambas as equipes, mas o detalhe em favor dos Wings modificou o placar. Na marca de 8, Toews fez um HI-Sticking contra Abdelkader, o que permitiu ao Detroit impor a pressão suficiente para abrir o placar nos segundos finais do Power-Play. Coloiacovo dominou o puck na frente da meta e serviu Kindl, que disparou fora do alcance de Crawford (0-1).

Com a vantagem, Detroit trouxe problemas para a defesa adversária até o final do confronto. No terceiro período, Chicago acordou no gelo apenas nos minutos finais da partida, quando a blitz exercida pelos visitantes deixou o Joe Louis Arena em estado de apreensão. Mesmo assim, os fãs dos Wings apoiaram sua equipe e vibraram com intensidade em cada defesa de Howard, que completando o trabalho defensivo com os companheiros, segurou a pressão recebida. Então, a única opção aos Hawks foi jogar com a empty net, o que resultou no gol final do jogo.  Com 39 segundos restantes no cronômetro, Detroit roubou o disco, que parou no stick de Cleary. O jogador deslizou pela esquerda e, com tranquilidade, empurrou para dentro da meta vazia dos Blackhawks (0-2).

Anúncios

Publicado em 25 de maio de 2013, em NHL e marcado como , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: