Opinião: A reformulação do futebol internacional


por Vinicius Silva

O futebol internacional passa por um momento de mudanças. O Bayern alcançou o topo da Europa e promete ainda mais com a chegada de Josep Guardiola. Diante disso, o Borussia tenta equilibrar a rivalidade com os bávaros. Barcelona e Real Madrid transformam suas equipes depois de saírem derrotados pelos alemães. Manchester United sofre com a aposentadoria de Alex Ferguson e vira uma incógnita. Chelsea conta com a possível volta de José Mourinho. O Mônaco ressurge como novo milionário na França para combater o Paris Saint German. A Juventus busca se reforçar ainda mais para ser a principal equipe da Itália novamente. Essa janela promete mudanças interessantes, equilibrando ainda mais o futebol internacional.

Neymar é a contratação mais badalada até o momento (Foto: Reprodução/SiteOficial do Barcelona)

Neymar é a contratação mais badalada até o momento. (Foto: Reprodução/Barcelona)

Alemanha

As atenções se voltaram para o futebol alemão na temporada 2012-13. Derrubando os gigantes espanhóis, Bayern e Borussia protagonizaram a grande final da UEFA Champions League, principal competição entre clubes do mundo.

O time de Munique se sagrou campeão, assim como na Bundesliga e na Copa da Alemanha. Assim, o clube conseguiu um fato inédito no país: vencer a tríplice coroa. Mesmo assim, Jupp Heynckes deixou o comando da máquina bávara. Com 67 anos, ele dá seu lugar para Josep Guardiola.

Pep assume com o objetivo de não ser alcançado por Borussia, Barça, Real ou qualquer outro adversário. Junto de sua figura, chega também uma reinvenção da equipe. O espanhol pode não querer contar com nomes importantes desta temporada, como Robben e Mario Gómez (vale lembrar que Guardiola fez o mesmo quando chegou ao Barcelona, deixando de lado nomes fortes como o de Ronaldinho).

Porém, o técnico agora conta com uma quantia extraordinária para gastar com transferências. 278 milhões de euros foram disponibilizados para contratações. Esse dinheiro já deve ter utilidade, sendo que Wayne Rooney, Robert Lewandowski, Luis Suárez e Thiago Alcântara já são especulados.

De concreto, “apenas” a contratação de Mario Gotze. Destaque do Borussia, o alemão ficou de fora da final da Champions por lesão e trocou de lado para a próxima temporada.
Já no Borussia, Jürgen Klopp não quer deixar a peteca cair. De olho no Bayern, o técnico indicou Xherdan Shaqiri. Jogador de 21 anos, o meia pode fazer o caminho inverso de Götze. Além dele, Christian Eriksen, do Ajax, e Bernard, do Atlético Mineiro, são nomes que aparecem nos boatos do clube.

Guardiola chega ao Bayern (Foto: AFP Photo)

Guardiola chega ao Bayern (Foto: AFP Photo)

Espanha

Derrotado, o futebol espanhol tenta se reerguer. O Barcelona foi massacrado pelo campeão europeu num placar agregado de 7×0 (4×0 na Allianz Arena e 3×0 em pleno Camp Nou). Já no Real, a decepção foi o que marcou. Em péssima temporada, o time foi goleado por 4×1 na Alemanha e venceu por 2×0 no Santiago Bernabéu. Vitória que não convenceu.

Mudança é a palavra nos gigantes. O Barça apresentou hoje o principal destaque dos jornais nas últimas semanas: Neymar. Dentro das quatro linhas, o melhor jogador brasileiro da atualidade chega ao clube catalão para formar a dupla com Messi no ataque e fazer com que as atenções voltem para o clube azul grená novamente.

A chegada de Neymar representa um desvio na filosofia do clube. Acostumado a revelar seus principais jogadores, o Barça passa a contratar grandes nomes. E o ex-santista ainda chega com seu perfil diferente, adaptado a publicidade (coisa que os catalães pouco utilizam com seus jogadores mais discretos na mídia).

Mats Hummels, Thiago Silva e Mario Gómez também estariam nos planos de Tito Vilanova para reforçar a equipe, que sofre com a falta de zagueiro e um ataque ineficiente.

Enquanto isso, os merengues correm atrás de um treinador. José Mourinho se desligou do clube mesmo com o contrato até 2015 e foi para o Chelsea. Carlo Ancellotti seria o nome mais provável, mas ainda tem que ter a liberação do PSG. Como segunda opção surge o atual campeão Jupp Heynckes.

Em relação ao elenco: Gareth Bale parece certo nos Blancos, o que deve dar um salto de qualidade na equipe. Luis Suárez também é especulado, já que o atacante Higuain está se despedindo da capital espanhola.

Inglaterra

Na terra da Rainha, o destaque é dividido por Manchester United e Chelsea. Os Reds Devils tem que se firmar após a aposentadoria do Sir Alex Ferguson e passam por uma reformulação com a chegada de David Moyes, ex-treinador do Everton. Junto com ele devem chegar o belga Fellaini e o inglês Baines, que trabalharam juntos com Moyes nos últimos anos. Outro que deve ter uma oferta preparada é Cesc Fabregas, do Barcelona. Do atual elenco, Rooney tem um desentendimento antigo com o técnico e já manifestou seu desejo de sair. Além dele, o clube tem a aposentadoria de Scholes e a oferta do Mônaco por Nani.

Nos Blues, a chegada de José Mourinho é a principal notícia dos jornais ingleses. A identificação do clube com o português foi formada em sua passagem que durou por três anos (2004-2007) e o treinador declarou hoje que o acerto final deve ocorrer até o final da semana. O time do russo Roman Abramovich também está interessado por Raul Meireles, do Galatasaray e Gündogan, do Borussia.

França

O Mônaco é o novo rico do futebol. O time deve equilibrar o Campeonato Francês e rivalizar com o PSG. O clube contou com investimentos do presidente russo Dmitry Rybolovlev para contratar os colombianos James Rodríguez e Radamel Falcão García e os portugueses Ricardo Carvalho e João Moutinho. Victor Valdés, Marchisio, Fabio Coentrão e Nani também tem ofertas e podem ser anunciados para a próxima temporada.

Itália

No Napoli, Rafa Benítez já foi confirmado como novo técnico depois da saída de Walter Mazzari. O clube ainda está interessado em Javier Mascherano, do Barcelona e pode se envolver numa troca com o Chelsea. Fernando Torres e 30 milhões de euros podem chegar para os italianos cederem Edinson Cavani aos Blues.
O Milan fez proposta por Thiago Alcantâra e Josip Ilicic. E a Juve vai atrás de Higuaín, Alexis Sánchez e Arjen Robben. 

Anúncios

Publicado em 3 de junho de 2013, em Opinião e marcado como , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: