Brasileirão Série C 2013 – Destaques da primeira rodada


por Paulo Semicek e Gabriel Sawaf

Começou no último fim de semana a Série C do Campeonato Brasileiro 2013. Com 21 times divididos em dois grupos, a competição classificará quatro equipes para a Série B. A principal mudança foi com relação ao Rio Branco-AC, que conseguiu na Justiça o direito de disputir a competição. Com isso, o grupo A terá três rebaixados, enquanto o grupo terá somente dois. Confira os jogos e a expectativa para as equipes.

Sampaio Corrêa aplicou a maior goleada da estreia do torneio em 2013 (Foto: Imirante.com)

Sampaio Corrêa aplicou a maior goleada da estreia do torneio em 2013. (Foto: Imirante.com)

GRUPO A

Sampaio Correa 5 x 1 Brasiliense

O time maranhense venceu o Jacaré do Planalto. Mimica, Pimentinha, Edgar e Tiago Cavalcanti (duas vezes) marcaram para o Bolívia, enquanto Baiano diminui para os brasilienses. Pelo saldo de gols, o Sampaio lidera o grupo A, e o Brasiliense fica na lanterna.

O Sampaio mostrou qualidade no campeonato maranhense, mas foi eliminado na semifinal dos dois turnos, além de cair na primeira fase da Copa do Brasil para o Campinense. Mas, diante de um grupo em que só o Santa Cruz foi campeão estadual em um torneio mais qualificado, a goleada contra o Brasiliense é sinal de que pode lutar pelo acesso. Já o Jacaré foi campeão estadual, travando um duelo com o Brasília nos dois turnos e na grande final. O time mostrou entrosamento e habilidade no estadual, mas a goleada na estreia da C deixa uma dúvida com relação ao futuro do time.

Baraúnas 1 x 4 Fortaleza

O Tricolor do Pici venceu fora de casa, com dois gols cada de Assisinho e Jaílton, enquanto Paulinho Mossoró descontou para o Leão do Oeste. Pelo saldo, o Fortaleza fica em 3°lugar, e o Baraúnas em 9°.

O Fortaleza caiu nas semifinais do Campeonato Cearense, e não conseguiu mostrar um bom futebol a ponto de disputar final com o rival, Ceará. O destaque do time é Assisinho, e passa pelos pés dele a chance maior de voltar à Série B. O elenco tem qualidade para se manter na briga; ano passado a torcida ficou no quase, com a eliminação para o Oeste-SP. Já o Baraúnas fez um Campeonato Potiguar fraco, longe dos primeiros colocados. A diferença de investimentos com relação a outras equipes do grupo pesa contra, e faz do Baraúnas um candidato ao rebaixamento.

Santa Cruz 2 x 0 Luverdense

O Tricolor pernambucano é o grande nome da Série C em termos de torcida, que enche o Mundão do Arruda quase todo o jogo. Na estreia, não foi diferente, e com gols de Júlio Terceiro (contra) e Júnior Xuxa, o Santinha abriu bem a sua caminhada. Com Xuxa no meio campo, e o ataque com Flávio Caça-Rato e Denis Marques, é possível dizer que o time um dos melhores elencos da Terceirona, além de ter conquistado o Campeonato Pernambucano de 2013. Se conseguir aliar o elenco com a força da torcida, tem grande chance de subir, e até mesmo de ser campeão.

Já o Luverdense tenta sair do quase. O time caiu nas quartas de final ano passado, e esse ano teve a melhor campanha da primeira fase do estadual, mas perdeu para o Mixto na semifinal. Com uma boa estrutura na cidade de Lucas do Rio Verde, se espera que o Verdão do Norte possa lutar pelo acesso, mas os fracassos em momentos decisivos recentes colocam em xeque a vida do clube.

Cuiabá 4 x 0 Treze

Com gols de Silas, Igor e Fernando (duas vezes), o time mato-grossense estreia na C ficando com o 2°lugar, pelo saldo de gols. Por outro lado, o Galo da Borborema fica em penúltimo, após longa viagem de Campina Grande-PB até Cuiabá.

O campeão mato-grossense de 2013 mostra força o suficiente para brigar pelo acesso à Série B. A equipe demonstrou boa consistência, e precisará manter o bom ritmo para confirmar essa posição de favorito. Em compensação, é preciso esperar mais para apontar o destino do Treze. A desgastante viagem interferiu no rendimento no time, mas a campanha de vice-campeão paraibano mostram que o Galo tem um time acertado, mas ainda é difícil apontar seu rumo.

Àguia de Marabá 1 x 0 CRB

A vitória com gol de Flamel surpreendeu o bicampeão alagoano. Após campanha fraca no Paraense, o Águia passou por uma reformulação no elenco e uma reforma no estádio, por isso mandou o jogo no Estádio da Curuzu, em Belém.

Já o CRB surpreendeu a todos com essa derrota. O bicampeão alagoano, com experiência na Série B, tem elenco e camisa para se recuperar do tropeço. Junto com Sampaio Correa, Brasiliense e Cuiabá, é candidato ao acesso, mas ainda precisa mostrar bom futebol para confirmar o favoritismo.

A situação do Rio Branco-AC

O Rio Branco, com sua aprovação para jogar a Série C, mexeu com a tabela do campeonato. O  Estrelão só estreia dia 12 de junho, contra o Fortaleza na sua casa, a Arena da Floresta. No campeonato estadual, a equipe fez a melhor campanha da primeira fase, mas perdeu nos pênaltis o título para o novato Plácido de Castro. Portanto, embora a equipe possa ter qualidades, a decepção de perder o título deixa dúvidas sobre a condição real do elenco.

GRUPO B

Madureira 0 x 0 Guarani

O Tricolor Suburbano recebeu o Bugre no Conselheiro Galvão, e o jogo não saiu do zero, mesmo com o time da casa pressionando. O resultado do jogo reflete bem o que podemos esperar das equipes: incerteza.

O time carioca vem de um Campeonato Carioca regular, e agora aposta em um elenco jovem, mirando voos mais altos no campeonato. Já o time campineiro tenta virar a página do rebaixamento para a Série A2 do Paulista e aposta no seu forte nome para brigar pelo seu retorno a Série B.

Crac 0 x 0 Betim

Embalado pela volta a Série C, que não disputava desde 2007, o CRAC recebeu o Betim, ex-Ipatinga, os times também foram rivais na 2ª fase da Copa do Brasil, na qual os goianos levam a melhor. O jogo ficou no zero a zero e representou bem a igualdade das equipes, que devem ter a mesma pretensão: disputar uma vaga nas Quartas de Final.

O Leão do Sul não conseguiu avançar para as semifinais do Goiano, mas tem na bagagem uma ótima campanha na Copa do Brasil, eliminando o Náutico na 1ª fase. Já o Tigre não tem lembranças muito boas, o time está eliminado da Copa do Brasil e não conseguiu, mais uma vez, voltar para a primeira divisão do Mineiro, mas conta com as boas lembranças do tempo de Ipatinga para fazer um bom campeonato.

Mogi Mirim 3 x 2 Duque de Caxias

Jogando em casa, o Mogi bateu o Duque, de virada, por 3 x 2. Gols de Aloísio, Nei Paraíba e Serginho para o time da casa, Paulão e Jefinho marcaram para o Tricolor da Baixada. O desempenho que as equipes possam apresentar no campeonato é uma incógnita.

O Sapão surpreendeu a todos chegando na Semifinal do Paulista e é apontado por muitos como favorito ao acesso, mas perdeu jogadores importantes, como Roni, Caramelo, Carlos Alberto, Henrique e Juninho, além de seu treinador, Dado Calvacanti. Já no lado do time fluminense a incerteza se da ao fato do futuro imprevisível do time. Antes de o campeonato começar se falava em uma possível fusão com a Cabofriense. O que se concretizou foi que o Tricolor deve mandar seu jogos no Alair Corrêa, mas não se sabe ainda se isso não resultará em alguma mudança de sede.

Vila Nova 3 x 1 Barueri

Jogando no Serra Dourada com mais de 10 mil pessoas presentes, o Vila venceu o Barueri, de virada, por 3 a 1. Gols de Marco Aurélio, Douglas Assis e Frontini para o time da casa, Thiago Marques fez para os visitantesNacional, contando com a força do seu torcedor e do seu nome. Mas encontra vários problemas internos: no momento, funcionários do clube estão em greve, com o apoio do treinador Marcio Bittencourt, e todas as atividades do time estão suspensas.

Já no lado paulista o farol amarelo está ligado. O time vem de uma péssima campanha na Série A2 do estadual, escapando do rebaixamento nas últimas rodadas. O Tricolor que vem em queda meteórica no cenário Nacional e Estadual desde 2011, briga para não dar mais uma página a esta história.

Caxias 2 x 1 Macaé

Em jogo dramático, o Caxias venceu o Macaé por 2 a 1, de virada e com gol no último minuto. Dick e Léo Korte fizeram para o time da casa e Ziquinha para os visitantes.

 Apesar do resultado favorável, a expectativa não é das melhores para o time Grená. O time caxiense tem pouco dinheiro nos cofres, armou seu elenco em cima da hora e está sem suas categorias de base, deixando um clima desfavorável sobre o futuro da equipe. Já o Leão da região petroleira não deve fazer uma campanha empolgante, mas também não deve dar vexame. Comandado por Jean, o time fluminense tenta buscar o acesso que escapou ano passado, quando perdeu para o Paysandu.

Anúncios

Sobre Jornaleiros do Esporte

Site sobre esportes dos alunos da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Email : jornaleirosdoesporte@gmail.com Twitter : @Jesporte Facebook : http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002390365816

Publicado em 6 de junho de 2013, em Futebol Nacional e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: