NHL – Decisão Oeste – Jogo 4 – Chicago Blackhawks x Los Angeles Kings


por Marcos Garcia

O Chicago Blackhawks terá a oportunidade de garantir a classificação para a Stanley Cup jogando em casa contra o Los Angeles Kings já no próximo sábado. Liderando a série, a melhor equipe da temporada chegou a 3 – 1 no confronto decisivo da conferência Oeste na noite desta quinta-feira, 6, ao derrotar os californianos no Staples Center por 3 x 2. Marian Hossa, Patrick Kane e Brian Bickell construíram o triunfo dos visitantes, enquanto Dustin Penner e Slava Voynov descontaram para os atuais campeões.  Este foi o 6º gol do defensor Voynov nos playoffs, se transformando no principal destaque dos Kings até o momento.

Brian Bickell manda de slap shot para fazer o 1º gol de Chicago (NHL.COM/Getty Images)

O Jogo

O 1º período no Staples Center começou e terminou em ritmo alucinante, com as das equipes criando chances claras de gol. Logo no 1º lance de perigo, Johnatan Toews saiu cara a cara com Quick, mas não conseguiu tirar o puck de forma suficiente do goleiro adversário e perdeu a oportunidade. A resposta dos mandantes foi mais do que efetiva, abrindo o placar em Slap Shot do meio da rua, anotado por Slava Voynov, o defensor artilheiro desta edição de 2013 dos playoffs. A etapa continuou equilibrada, com os 2 goleiros trabalhando muito e evitando que o placar fosse modificado. Um gol naquele momento só poderia vir através de uma falha e isso aconteceu. Após contra ataque, puck no stick de Brian Bickell e quando a fase é boa, as jogadas dão certo, como a tentativa de um Slap Shot despretensioso, que acabou aceito por Quick e igualou o  marcador. Este foi o oitavo gol do camisa 29 na pós-temporada

A etapa seguinte manteve a mesma movimentação de ambas as equipes e Los Angeles aproveitou o momento para desempatar. Jeff Carter realizou jogada individual e assistiu Dustin Penner. O puck acabou saindo fraco e sobrou nas mãos de Crawford, mas o goleiro rival não conseguiu obter o domínio, deixando sua meta aberta para que o número 25, com oportunismo, anotasse o seu.  No minuto seguinte, Justin Willians teve oportunidade cara a cara com Crawford e o goleiro se redimiu, usando seu stick para afastar o disco. A defesa encheu Chicago de Confiança e a equipe voltou a jogar em seu estilo, controlando a posse do puck e usando os seus defensores nas jogada ofensivas. E foi assim que os visitantes chegaram novamente ao empate, quando Nicklas Hjalmarsson arriscou de longe e Quick não conseguiu defender, deixando Patrick Kane livre para empurrar pro fundo da rede.

Iguais, as equipes começaram o período final se respeitando mais e em contra-ataque cedido por LA, Chicago chegou a virada através de Marian Hossa, acertando um Slap Shot indenfesável para Quick. A vantagem deixou os Hawks mais confortáveis no gelo trouxe á tona os velhor problemas ofensivos dos Kings, que pouco criaram nos 15 minutos restantes para merecer empatar o jogo. Fim de partida na Califórnia e Chicago muito perto da Stanley Cup, 3 anos depois do título de 2010 contra os Flyers.

Melhores Momentos

Anúncios

Sobre Jornaleiros do Esporte

Site sobre esportes dos alunos da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Email : jornaleirosdoesporte@gmail.com Twitter : @Jesporte Facebook : http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002390365816

Publicado em 7 de junho de 2013, em NHL e marcado como , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: