NHL – Decisão Stanley Cup – Jogo 1 – Boston Bruins x Chicago Blackhawks


por Jordan Marciano

Boston Bruins e Chicago Blackhawks lutaram por 112 minutos em jogo de alto nível, no início da decisão da Stanley Cup, nesta quarta-feira (12), no United Center. Os mandantes jogaram de forma equilibrada com as visitas, mas os Bruins ficaram em vantagem no game 1 até a metade do último período regulamentar. Porém, os Hawks chegaram ao empate e conseguiram o gol da vitória durante o terceiro tempo do overtime. Andrew Shaw, que desviou o puck nas redes de Boston e fechou o placar do confronto em 4-3, abriu 1-0 na série para Chicago. O game 2 desta grande final ocorre no próximo sábado (15), ainda em Illinois.

(Hawks começam a decisão com vitória. Foto: Divulgação/NHL)

(Hawks começam a decisão com vitória. Foto: Divulgação/NHL)

O jogo

Bastante movimentação e oportunidades no ataque de ambas as equipes. Tudo isso trouxe emoção aos fãs de hóquei no gelo desde o face-off inicial na disputa pelo título da Stanley de 2013. Os Hawks buscaram impor o jeito rápido de jogar no começo, mas a defesa de Boston anulou os principais jogadores da casa e chegou no primeiro gol da partida aos 14, quando Lucic recebeu o passe na frente da meta de Crawford e mandou o wrist shot (1-0). No segundo tempo, os Bruins derrubaram a confiança de Chicago logo aos 51 segundos. No lance, Krejci carregou pela esquerda e deslizou o disco para trás, onde Lucic disparou o slap shot e aumentou a vantagem dos visitantes (2-0).

Entretanto, em uma partida tática, técnica e com jogadores com disposição física, Boston se desconcentrou no gelo por causa do marcador favorável e acordou o campeão do Oeste. Por volta de 4 minutos, Hossa brigou na parede e arrumou uma assistência na direção de Saad, que não deu chances ao goalie Rask (2-1). A situação dos Bruins parecia complicar, já que Chicago havia melhorado a pontaria, a porcentagem de face-offs vencidos e oferecia mais trabalho ao adversário. Mesmo assim, no proveito de um Power-Play, aos 6 do terceiro período, Bergeron mandou um belo chute e fez 3-1 no placar.

Na sequência, a sorte se voltou ao lado da equipe de Illinois. Na marca de 8, Shaw deu o passe e Bolland diminuiu a diferença, com um slap shot (3-2). Os Bruins buscaram segurar a vantagem e aproveitar a experiência da defesa e do gigante Zdeno Chara na tentativa de segurar a vitória. No entanto, Oduya recebeu o disco perto da zona neutra e disparou. O puck tinha direção fora da meta, mas um desvio de Ference deu a igualdade para o duelo (3-3).

Já no overtime, os goleiros fizeram diferença no jogo. Enquanto os atletas sentiram o cansaço, mas se sacrificavam e não pararam de criar chances de gol, Crawford e Rask faziam belas defesas nos disparos. Boston ainda usou um Power-Play no segundo tempo extra, mas na melhor chance da vantagem numérica, Chara chutou na trave. O desempate ocorreu aos 12 do período 3 da prorrogação. Duncan Keith recebeu o check no lado esquerdo, mas o puck passou por trás das redes de Boston e parou no stick de Shaw. Apesar de receber o hit, o jogador conseguiu o passe para Rozsival e apareceu com uma deflection na frente de Rask para liquidar 4-3 no placar.

 

Anúncios

Publicado em 14 de junho de 2013, em NHL e marcado como , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: