Em tarde de Pirlo e Balotelli, Itália supera o México e estreia com vitória


por Marcos Garcia

O novo Maracanã foi o palco da estreia de México e Itália na Copa das Confederações de 2013 na tarde deste domingo, 16. Em jogo válido pelo grupo do Brasil, as duas seleções duelaram pelos 3 primeiros pontos na competição e a vitória acabou ficando com a Azurra. Pirlo abriu o marcador no 1º tempo em lindo gol de falta, seguido do empate de Chicharito Hernandez, cobrando pênalti. Na etapa final, Mario Balotelli usou a técnica e a força para desempatar e garantir o triunfo italiano, marcando o gol da vitória. As duas equipes voltam a campo na próxima quarta-feira: O México duela contra o Brasil no Castelão, em Fortaleza, enquanto a Itália enfrenta o Japão, em Recife.

Maestro Pirlo foi o comandante da vitória italiana no seu jogo de número 100 (Getty Images)

Pirlo e Chicharito brilham na bola parada

A 2º partida do grupo A da copa das confederações começou em ritmo frenético e bem mais movimentada do que era esperado pelas duas torcidas, que cantavam a plenos pulmões no novo maracanã. Mais bem equilibrada e calma em campo, a seleção italiana dominou os primeiros 10 minutos, finalizando por 4 vezes contra o gol de Corona, que foi testado c0m maior perigo em chutes de Balotelli. A resposta mexicana veio através de Giovani Dos Santos, que pressionou Abate na linha de fundo e serviu Guardado. O meia usou a perna esquerda para bater forte e encontrar o travessão de Buffon, quase abrindo o marcador. 

O começo movimentado se refletiu na sequência da etapa inicial, que caiu de ritmo e se transformou em uma partida de mais posse de bola e troca de passes no meio de campo. Foi neste setor que aos 26, Balotelli veio buscar a bola e sofreu falta na entrada área. Sempre perigoso, o meia Pirlo, que completava hoje 100 jogos com a camisa Azurra, chamou a responsabilidade e com a maestria peculiar, abriu o  placar com uma cobrança perfeita. Apesar da boa movimentação ofensiva dos italianos, a defesa não mostrava o mesmo talento e ao 31, Barzagli acabou pressionado por Dos Santos e se viu forçado a derrubar o rival, cedendo um pênalti claro aos mexicanos. Na Cobrança, Hernandez tirou do alcance de Buffon e empatou. A Italia ainda teve boas chances com Balotelli no fim da etapa, mas o placar permaneceu igual até o apito final.

Balotelli decide e Itália confirma o triunfo

Repetindo o início do 1º tempo,  a Itália começou melhor na etapa final, pressionando os rivais mexicanos na busca pelo gol do desempate. Em investidas com os 2 laterais e o meia Giacherinni, o ataque italiano empurrava a defesa mexicana para sua retaguarda e forçava o adversário a jogar apenas no contra-ataque, que não estava se encaixando. As melhores oportunidades surgiram novamente através dos pés de Pirlo, Cobrando faltas perigosas aos 8 e aos 13. Na primeira delas, a bola sobrou para Montolivo, que acabou finalizando fraco para defesa de Corona.

Como nos 45 minutos iniciais, o jogo caiu de produção e as equipes já não conseguiam criar oportunidades mais claras. Sem inspiração, o México pouco assustava e parecia estar contente com o resultado. A apatia mexicana acabou sendo punida aos 32, quando Balotelli ganhou na força da defesa rival, invadiu a área e bateu forte por baixo de Corona para fazer o 2º gol italiano  O Super Mario já havia reclamado de penalti em lance parecido aos 15 e foi substituído em baixo de muitos aplausos no maracanã após anotar o gol que garantiu a vitória da azurra. Nos 10 minutos finais de jogo, apenas uma chegada perigosa mexicana em chute de fora da área do atacante Jimenez, mas nada que tirasse da Itália a merecida vitória na estreia.

FICHA TÉCNICA

COPA DAS CONFEDERAÇÕES

MÉXICO 1×2 ITÁLIA

Estádio: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)

Data/Hora: 16/06/2013 – 16h (de Brasília)

Árbitro: Enrique Osses (CHI)

Cartões Amarelos: Barzagli, Balotelli. De Rossi (ITA), Moreno (MEX)

Gols: Pirlo (26′ do 1º tempo), Hernández (33′ da 1ª etapa) e Balotelli (32′ do 2º tempo)

MÉXICO: Corona, Flores, F. Rodríguez, Moreno e Salcido; Torrado, Aquino (Mier – 7′ do 2º tempo), Zavala (Jiménez – 41′ do 2º tempo), Giovanni dos Santos e Guardado; Chicharito Técnico: José Manuel de la Torre

ITÁLIA: Buffon, Abate, Barzagli, Chiellini e De Sciglio; De Rossi, Pirlo, Montolivo, Marchisio (Cerci – 23′ da 2ª etapa) e Giaccherini (Aquilani – 42′ da 2ª etapa); Balotelli (Gilardino – 38′ do 2º tempo) Técnico: Cesare Prandelli

Anúncios

Sobre Jornaleiros do Esporte

Site sobre esportes dos alunos da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Email : jornaleirosdoesporte@gmail.com Twitter : @Jesporte Facebook : http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002390365816

Publicado em 16 de junho de 2013, em Copa das Confederações e marcado como , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: