Fúria vence por 3×0 e encara a Itália na semi


por Vinicius Silva

Nigéria e Espanha se enfrentaram neste domingo (20), às 16 horas, no último jogo da fase de grupos da Copa das Confederações. A Fúria não se desgastou muito contra os esforçados africanos, mas venceu pelo placar de 3×0, com dois gols de Alba e um Torres. Com o outro jogo do Grupo B entre Uruguai e Taiti também terminado, os confrontos das semis estão definidos. O Brasil enfrenta o Uruguai em Belo Horizonte, enquanto a Espanha fará um clássico contra a Itália em Fortaleza.

Fernando Torres é o artilheiro da Copa das Confederações com 5 gols marcados (Foto: EFE)

Fernando Torres é o artilheiro da Copa das Confederações com 5 gols marcados (Foto: EFE)


Espanha abre vantagem em jogo movimentado 


Com apenas um minuto, Iniesta deu um drible espetacular em Ambrose e chutou para uma boa intervenção de Eneyama. Musa respondeu para os africanos, mas o chute saiu mascado e foi pela linha de fundo. Aos 3, após mais uma troca de passes espanhola, Iniesta tocou para Jordi Alba, que passou por cinco defensores antes de mandar a bola para o fundo das redes. A Nigéria não se abateu com a desvantagem e continuou assustando Valdés. Aos 10, Mikel tabelou com Akpala e finalizou forte, mas a bola carimbou Sergio Ramos.

Nove minutos depois, Sunday Mba soltou um foguete e exigiu ótima defesa do arqueiro espanhol. Aos 25, Soldado chutou em cima do goleiro e desperdiçou. A seleção nigeriana deu o troco com Akpala cabeceou para outra intervenção de Valdés. Com 30 no cronômetro, Soldado saiu cara a cara com o goleiro e perdeu outra oportunidade. A partir disso, a Espanha começou a trocar passes na intermediária e agredir apenas algumas vezes. Em uma delas, Soldado tocou para Fábregas e o camisa 10 acertou a trave e, no último lance, Xavi cobrou falta na área para Sergio Ramos testar e Eneyama defender.

Artilheiro, Torres entra e marca

A segunda etapa começou lenta. A primeira chance foi em uma bolada parada, quando Xavi assustou e a bola acabou batendo na rede pelo lado de cima. Porém, na primeira chance de Fernando Torres, ele não despediçou. David Silva abriu na esquerda, Pedro cruzou e Torres mandou no fundo das redes para ficar na artilharia da competição com 5 gols. Aos 28, Musa fez belíssima jogada pela direita e rolou para Gambo receber livre e finalizar pra fora.  Mikel e Musa também arriscaram sem sucesso. Antes do fim, Alba aproveitou o contra ataque depois do lançamento de David Villa e deixou o segundo dele. Villa quase marcou o dele aos 44, mas Eneyama defendeu a finalização do maior artilheiro da história da Fúria.

Nigéria 0 x 3 Espanha

Local: Castelão, em Fortaleza;
Data/Hora: 22/06/2013, às 16h;
Árbitro: Joel Aguilar (El Salvador);
Gols: Jordi Alba (2) e Fernando Torres;

Espanha: Victor Valdés, Arbeloa, Pique, Sergio Ramos e Jordi Alba; Sergio Busquets, Xavi e Iniesta; Fabregas (David Silva), Pedro (David Villa) e Soldado (Fernando Torres). Técnico: Vicente Del Bosque.

Nigéria: Enyeama; Efe Ambrose, Oboabona, Omeruo (Egwuekwe) e Echiejile; Ogude, Sunday Mba (John Ogu) e Obi Mikel; Musa e Brown Ideye (Gambo). Técnico: Stephen Keshi.

Anúncios

Publicado em 23 de junho de 2013, em Copa das Confederações e marcado como , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: