Confira como foi o Draft da NBA de 2013


por Lucas Vian

Na noite de quinta-feira (27), a liga de basquete NBA teve seu Draft anual. Confira quais times selecionaram quais jogadores.

Anthony Bennett ao ser o primeiro selecionado. (Foto: Getty Images)

Anthony Bennett ao ser o primeiro selecionado. (Foto: Getty Images)

Eis a lista de selecionados. Em azul escuro e sublinhado estão os jogadores que possuem um perfil no quadro “Futuro do Basquete”:

1. Anthony Bennett, UNLV > Cleveland Cavaliers
2. Victor Oladipo, Indiana > Orlando Magic
3. Otto Porter, Georgetown > Washington Wizards
4. Cody Zeller, Indiana > Charlotte Bobcats
5. Alex Len, Maryland > Phoenix Suns

Opinião do Jornaleiro
O canadense Anthony Bennett como primeira escolha foi um erro grotesco do Cleveland Cavaliers, em minha opinião, Bennett não é o melhor jogador nem de UNLV. O ucraniano Alex Len também estava bem cotado e de acordo com o Phoenix Suns, ele é melhor que Nerlens Noel, o que não é verdade. A dupla de Indiana mostrou que tem qualidade até no Draft, Zeller e Oladipo foram bem posicionados.

6. Nerlens Noel, Kentucky > New Orleans Pelicans (trocado para 76ers)
7. Ben McLemore, Kansas > Sacramento Kings
8. Kentavious Caldwell-Pope, Georgia > Detroit Pistons
9. Trey Burke, Michigan > Minnesota Timberwolves (trocado para Jazz)
10. C.J. McCollum, Lehigh > Portland Trail Blazers

Opinião do Jornaleiro
As boas escolhas do Detroit Pistons começam agora com KCP, elas melhoram com o passar do Draft. O New Orleans Pelicans draftou Nerlens Noel com o objetivo de trocá-lo, já que eles já possuem um grande jogador na mesma posição, Anthony Davis. C.J. McCollum foi o 10º draftado por causa de suas médias altas, pois não é um jogador extremamente qualificado.

11. Michael Carter-Williams, Syracuse > Philadelphia 76ers
12. Steven Adams, Pittsburgh > Oklahoma City Thunder
13. Kelly Olynyk, Gonzaga > Dallas Mavericks (trocado para Celtics)
14. Shabazz Muhammad, UCLA > Utah Jazz (trocado para Timberwolves)
15. Giannis Antetokounmpo, internacional > Milwaukee Bucks

Opinião do Jornaleiro
MCW, Olynyk e Muhammad foram boas escolhas. Com a troca, o Minnesota Timberwolves começa a se fortalecer. Shabazz Muhammad é um nome que pode melhorar bastante a equipe de Minneapolis. O canadense Kelly Olynyk pode se tornar uma peça importante na equipe do Boston Celtics com a saída de Kevin Garnett, Paul Pierce e Jason Terry. Já o primeiro “international pick” do Draft ficou com o grego Giannis Antetokounmpo, um nome totalmente desconhecido até para quem acompanha o basquete europeu. Enormes chances de Antetokounmpo nem chegar a atuar na NBA, ou virar um nome conhecido na D-League.

16. Lucas Bebê, internacional > Boston Celtics (trocado para Hawks)
17. Dennis Schröder, internacional > Atlanta Hawks
18. Shane Larkin, Miami > Atlanta Hawks (trocado para Mavericks)
19. Sergey Karasev, internacional > Cleveland Cavaliers
20. Tony Snell, New Mexico > Chicago Bulls

Opinião do Jornaleiro
Mais um brasileiro na NBA, Bebê agora é parte do elenco do Atlanta Hawks. O jogador pode aparecer na equipe, levando em consideração a falta de bons jogadores no time de Georgia. Shane Larkin pode se destacar ao lado dele também, o americano foi bem atuando por Miami. O alemão Dennis Schröder é a escolha arriscada da vez, pouco se sabe sobre ele. O russo Sergey Karasev jogou pouco nas Olimpíadas por seu país, seria necessário passar mais um tempo na Europa desenvolvendo seu basquete. Já Tony Snell, pode melhorar o banco do Chicago Bulls, foi uma boa escolha.

O senegalês Gorgui Dieng ao ser selecionado. (Foto: Getty Images)

O senegalês Gorgui Dieng ao ser selecionado. (Foto: Getty Images)

21. Gorgui Dieng, Louisville > Utah Jazz (trocado para Timberwolves)
22. Mason Plumlee, Duke > Brooklyn Nets
23. Solomon Hill, Arizona > Indiana Pacers
24. Tim Hardaway Jr., Michigan > New York Knicks
25. Reggie Bullock, North Carolina > Los Angeles Clippers

Opinião do Jornaleiro
Com exceção de Solomon Hill, bons nomes foram escolhidos. O senegalês Gorgui Dieng reforça a defesa do Minnesota Timberwolves. Mason Plumlee reforça o banco do Brooklyn Nets. E Tim Hardaway Jr. e Reggie Bullock podem até brigar por uma posição na titularidade de suas equipes. Já Solomon Hill, não vejo para ele uma possibilidade de ser titular no Indiana Pacers.

26. André Roberson, Colorado > Minnesota Timberwolves (trocado para Thunder)
27. Rudy Gobert, internacional > Denver Nuggets (trocado para Jazz)
28. Livio Jean-Charles, internacional > San Antonio Spurs
29. Archie Goodwin, Kentucky > Oklahoma City Thunder (trocado para Suns)
30. Nemanja Nedovic, internacional > Phoenix Suns (trocado para Warriors)

Opinião do Jornaleiro
Dessas cinco escolhas, André Roberson foi a melhor. Archie Goodwin era calouro e ainda não tinha desenvolvido seu basquete na NCAA. Rudy Gobert pode aparecer, mas tudo depende de como o Utah Jazz irá utilizá-lo. Nemanja Nedovic não era destaque na Europa, muito dificilmente será na NBA. Já Livio Jean-Charles foi uma das piores escolhas do Draft, um jogador desconhecido, que não teve nem uma carreira na Europa. San Antonio Spurs draftando mal em uma de suas duas escolhas.

Allen Crabbe ao ser selecionado. (Foto: Getty Images)

Allen Crabbe ao ser selecionado. (Foto: Getty Images)

31. Allen Crabbe, California > Cleveland Cavaliers (trocado para Trail Blazers)
32. Álex Abrines, internacional > Oklahoma City Thunder
33. Carrick Felix, Arizona State > Cleveland Cavaliers
34. Isaiah Canaan, Murray State > Houston Rockets
35. Glen Rice Jr., D-League > Philadelphia 76ers (trocado para Wizards)

Opinião do Jornaleiro
Álex Abrines é o melhor “international pick” do Draft de 2013. O único que já jogou com destaque uma EuroLeague. O forte Allen Crabbe também foi uma boa escolha. Glen Rice Jr. pode ir bem no Washington Wizards, porém tem o fator extra-quadra que pode prejudicar. Em sua única escolha, o Houston Rockets seleciona o excelente Isaiah Canaan, um jogador subestimado pela mídia e pelos times. Uma das melhores escolhas no Draft de 2013.

36. Ray McCallum, Detroit > Sacramento Kings
37. Tony Mitchell, North Texas > Detroit Pistons
38. Nate Wolters, South Dakota State > Washington Wizards (trocado para Bucks)
39. Jeff Withey, Kansas > Portland Trail Blazers
40. Grant Jerrett, Arizona > Portland Trail Blazers

Opinião do Jornaleiro
Detroit Pistons novamente com uma boa escolha. O atlético Tony Mitchell foi escolhido e os olheiros do Pistons estão novamente de parabéns. Portland Trail Blazers escolheu Jeff Withey, jogador que todos esperavam que seria selecionado antes. Milwaukee Bucks consegue um bom pontuador, Nate Wolters pode ir bem pela equipe de Wisconsin.

41. Jamaal Franklin, San Diego State > Memphis Grizzlies
42. Pierre Jackson, Baylor > Philadelphia 76ers (trocado para Pelicans)
43. Ricky Ledo, Providence > Milwaukee Bucks
44. Mike Muscala, Bucknell > Dallas Mavericks (trocado para Hawks)
45. Marko Todorovic, internacional > Portland Trail Blazers

Opinião do Jornaleiro
Jamaal Franklin foi uma boa escolha, jogador se destacou na NCAA e pode ir bem pelo Memphis Grizzlies. Pierre Jackson e Mike Muscala também são nomes que mereciam um lugar no Draft. Depois de Álex Abrines, Marko Todorovic era um dos “international picks” de destaque no Draft, o montenegrino que já teve experiências em jogos importantes da EuroLeague jogando pelo Barcelona. Ricky Ledo não chegou a atuar por Providence, e chega ao Draft como uma grande dúvida. Em minha opinião, Ledo ainda tem muito o que desenvolver de seu basquete, pois ainda é um jogador de high school.

46. Erick Green, Virginia Tech > Utah Jazz
47. Raulzinho, internacional > Atlanta Hawks
48. Ryan Kelly, Duke > Los Angeles Lakers
49. Erik Murphy, Florida > Chicago Bulls
50. James Ennis, Long Beach State > Atlanta Hawks

Opinião do Jornaleiro
Fora Erick Green, foram escolhas medianas para fracas do 46-50. Green é um grande pontuador e pode se destacar no Utah Jazz. O brasileiro Raulzinho ainda tem muito que desenvolver do seu basquete, porém possui potencial. Já Kelly, Ennis e o finlandês Murphy são jogadores que não possuem um potencial muito grande.

O brasileiro Raulzinho ao ser selecionado pelo Hawks. (Foto: Getty Images)

O brasileiro Raulzinho ao ser selecionado pelo Hawks. (Foto: Getty Images)

51. Romero Osby, Oklahoma > Orlando Magic
52. Lorenzo Brown, North Carolina State > Minnesota Timberwolves
53. Colton Iverson, Colorado State > Indiana Pacers (trocado para Celtics)
54. Arsalan Kazemi, Oregon > Washington Wizards
55. Joffrey Lauvergne, internacional > Memphis Grizzlies (trocado para Nuggets)

Opinião do Jornaleiro
Lorenzo Brown e Arsalan Kazemi são boas escolhas. O iraniano fez história ao ser o primeiro de seu país escolhido no Draft. Kazemi pode ir bem na equipe do Washington Wizards. Já o francês Joffrey Lauvergne ainda possui contrato com a equipe sérvia Partizan, e não deve colocar os pés nos Estados Unidos tão cedo. Colton Iverson é uma escolha arriscada, levando em consideração que atuava pela pequena Colorado State.

56. Peyton Siva, Louisville > Detroit Pistons
57. Alex Oriakhi, Missouri > Phoenix Suns
58. Deshaun Thomas, ohio State > San Antonio Spurs
59. Bojan Dubljevic, internacional > Minnesota Timberwolves
60. Janis Timma, internacional > Memphis Grizzlies

Opinião do Jornaleiro
Não esperava Peyton Siva, o jogador que liderou Louisville ao título da temporada 2012-13 da NCAA, ser draftado tão tarde. Porém ele foi, e foi draftado pelo Detroit Pistons, outra excelente (se não a melhor) escolha da equipe de Michigan. Deshaun Thomas foi uma boa escolha do San Antonio Spurs, compensando o outro nome selecionado.

Opinião geral
Me pergunto se os olheiros da NBA viram a temporada 2012-13 da NCAA. Vi grandes nomes não sendo escolhidos, tal como Phil Pressey (Missouri), Trevor Mbakwe (Minnesota), Matthew Dellavedova (St. Mary’s), C.J. Leslie (North Carolina State), Seth Curry (Duke), Michael Snaer (Florida State), Vander Blue (Marquette), Jack Cooley (Notre Dame) e Myck Kabongo (Texas). Enquanto isso, nomes como o desconhecido, até para quem acompanha basquete europeu, Giannis Antetokounmpo é selecionado em 15º. Peyton Siva, nome que liderou Louisville ao título da NCAA, é totalmente subestimado e cai para a 56ª escolha. Com o “Mr. Irrelevant”, a última escolha, sendo o letônio Janis Timma, penso se o Memphis Grizzlies não estaria descartando a última escolha, por deixar nomes como os citados anteriormente, fora do Draft.

Sobre Jornaleiros do Esporte

Site sobre esportes dos alunos da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Email : jornaleirosdoesporte@gmail.com Twitter : @Jesporte Facebook : http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002390365816

Publicado em 28 de junho de 2013, em Basquete e marcado como , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: