Manchester United atropela Swansea fora de casa


por Michel de Alcantara

O atual campeão não poderia estreiar melhor do que com uma goleada. Mesmo o time da casa ter jogado melhor, o time de Manchester mostrou o porquê é o atual campeão e aplicou 4 x 1. A objetividade e a qualidade técnica marcaram o jogo. Van Persie, o destaque da partida, fez dois, assim como o atacante Welbeck. Bony descontou para os Swans. Na próxima rodada, no sábado, o Manchester United faz o grande jogo da rodada, contra o Chelsea. Já o Swansea vai Londres encarar o Tottenham.

Robin Van Persie marcou dois na estreia do United (Foto: Getty Images)

Robin Van Persie marcou dois na estreia do United (Foto: Getty Images)


Pressão galesa

Usando bem o mando de campo, o Swansea não se intimidou por estar contra o atual campeão inglês. Desde o começo do jogo, o time da casa mostrou mais perigo, com mais domínio de bola e sempre rondando a área do Manchester United. Com a marcação forte, os Red Devils tinham dificuldade em manter a bola. Mas o primeiro lance de perigo foi dos visitantes. Phil Jones aproveitou a sobra depois de um escanteio e quase marca um golaço.

O time galês continou pressionando, com mais posse de bola e não deixava o adversário jogar, porém, pouco finalizava. Mesmo fazendo uma partida ruim, o time de Moyes possui valores individuais superiores. E um dos principais jogadores, van Persie, após receber passe de Giggs, dominou a bola dentro da área marcou um lindo gol de voleio.

E não houve tempo para o Swansea pensar no desastre. Dois minutos depois, em um rápido ataque, Valencia passou para Welbeck e o atacante só teve o trabalho de empurrar a bola para as redes. Com os dois gols, os Swans se abalaram e não apresentaram algum tipo de reação até o fim do primeiro tempo. Com isso, o time de Manchester apenas administrou o resultado.

A qualidade dos Red Devils que define um jogo

Hernandez entrou no Swansea para aumentar a criatividade no meio. E o segundo tempo voltou com pressão do time galês, mesmo com o placar adverso. Logo aos 4, o atacante Michu obrigou o goleiro De Gea fazer grande defesa. E os constantes ataques, principalmente pelas laterais continuavam, mas faltava qualidade no passe e nas finalizações.

O Manchester United continuava com dificuldades para sair jogando, porém, assustava nas poucas chances que criava. Aos 16, Giggs foi substituído por Rooney para o time tentar ganhar mais o meio e conseguir mais velocidade.A mudança surtiu efeito. O jogador inglês tocou a pelota para van Persie, que se livrou dos marcadores para marcar um lindo gol, aos 27.

O time da casa se abateu um pouco após sofrer o terceiro gol e começou a abusar dos cruzamentos. E quando parecia que os Swans não conseguiriam mais reagir, Welbeck saiu jogando mal. Hernandez aproveitou, fez bela jogada e tocou para Bony, que descontou no placar.

Mas já era tarde para uma reação. O time de Manchester continuou segurando a bola, esperando o tempo acabar. E com a posse da bola, os Devils ainda marcaram antes do apito final. Rooney serviu Welbeck, que encobriu o goleiro e acabou se redimindo do erro anterior em um belo gol.

Opinião do Jornaleiro: O Manchester United não fez um grande jogo na estreia, mas o placar elástico mostra como o time é mortal. Van Persie continua sendo a principal estrela do time. Em poucos toques na bola, ele consegue decidir um jogo. A defesa é muito consistente, tendo poucos sustos. E o Rooney não pode ficar no banco. É um jogador veloz e de qualidade. Duas assistências em meio tempo é algo que não precisa questionar.

Já o Swansea mostrou que fez boas contratações. O time gales tem um bom ataque, com Michu, referência, e marfinense Bony, que mostrou ter faro de gol. É um time bem ofensivo, mas que precisa corrigir alguns pontos no sistema defensivo. Ficou evidente os problemas ao efrentar um time tão podereso como o Man U. Possivelmente ficará entre os 10.

Ficha Técnica:
Local: 
Liberty Stadium, Swansea, País de Gales

Público Total: 20.733
Árbitro: Phil Dowd 
Cartões amarelos: Cañas (Swansea), Valencia, Carrick e Cleverley (Manchester United)

Swansea: Vorm; Rangel, Flores, Williams, Davies; Dyer, Britton (Hernandez), Canas (Ki), Shelvey, Routledge (Bony) e Michu Técnico: Michael Laudrup.

Manchester United: De Gea; Jones, Ferdinand, Vidic, Evra; Valencia, Carrick, Cleverley, Giggs (Rooney), Welbeck e van Persie (Anderson) Técnico: David Moyes.

Anúncios

Publicado em 17 de agosto de 2013, em Campeonato Inglês 13/14 e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: