Em noite de golaço, Cruzeiro derrota o Flamengo e abre vantagem na Copa do Brasil


por Marcos Garcia

Na noite desta quarta-feira, 21, o Cruzeiro recebeu o Flamengo no novo Mineirão, em partida válida pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Aproveitando o fator casa, a equipe mineira derrotou o rival por 2 x 1 e abriu vantagem no confronto, que será decidido daqui a uma semana, em jogo a ser disputado no Maracanã. Willian e Éverton RIbeiro, em uma jogada genial no 2º tempo, anotaram os gols da raposa. Carlos Eduardo descontou para o Flamengo do criticado Mano Menezes, que entrou em campo com um posicionamento novo e mais defensivo. Apesar da derrota, o rubro-negro precisa de uma vitória simples no jogo de volta para se classificar.

Willian lutou muito e abriu o caminho da vitória para o Cruzeiro (Rodrigo Clemente/EM/D.A Press)

Cruzeiro Pressiona e sai na frente

Empurrado pela massa azul que apoiou o Cruzeiro no jogo de ida, a equipe da casa começou dominando as ações e levou perigo aos visitantes logo aos 7 minutos, com Nilton cabeceando contra o gol de Felipe e perdendo boa oportunidade. O goleiro rubro-negro voltaria a ser decisivo aos 14, defendendo um chute a queima roupa do atacante Borges. Com apenas quinze minutos de jogo, os mandantes ja somavam 4 escanteios, enquanto o Flamengo, assustado e ainda se acostumando a nova tática utilizada pelo técnico Mano Menezes, apenas se defendia.

O primeiro bom lance carioca só aconteceu aos 24 e e através de um ex-jogador da raposa. Isolado no ataque, Marcelo Moreno recebeu na intermediária e bateu forte contra o gol de Fabio, acertando a trave adversária. Apesar do ensaio de reação, o Flamengo não conseguiu segurar a pressão mineira e Willian aproveitou o rebote de Felipe para empurrar a bola pro fundo do gol e abrir o marcador aos 26. Foi o primeiro gol do camisa 41 com a camisa celeste, que já havia reclamado de uma possível situação de penalti um pouco antes. A vantagem não mudou o estilo de jogo dos donos da casa, que seguiam se movimentando muito no ataque e contando com as subidas do lateral direito Ceará, constante nas jogadas ofensivas na 1º etapa. O último esboço de reação dos visitantes veio em nova finalização de Moreno, batendo de primeira para defesa de Fabio, mas o placar se manteve igual até o fim do 1º tempo.

Golaço da Raposa e erro defensivo

Sem mudanças no time para a etapa final, o Flamengo decidiu mudar a postura em campo e voltou mais presente na intermediária cruzeirense. Com uma boa movimentação pelo lado esquerdo comandada pela dupla Andre Santos e Fernando, o time carioca ia equilibrando o jogo aos poucos, mas ainda sofria com a falta de criatividade para finalizar. Mais cauteloso, o Cruzeiro escolheu jogar nos erros do rival, e aos 8, Borges novamente teve uma chance cara a cara com Felipe e parou no goleiro rubro-negro, perdendo uma grande oportunidade. Logo na sequência do lance, Willian colocou a bola na área e Bruno Rodrigo cabeceou para acertar o travessão.

Após os 10 minutos de equilíbrio, o jogo voltou ao comando dos donos da casa e de forma mais do que especial. Em jogada polêmica que se iniciou no meio de campo, a bola acabou sobrando para Everton Ribeiro, que invadiu a área, aplicou um chapéu em Luiz Antonio e de primeira bateu forte para o fundo das redes, marcando provavelmente o gol mais bonito até o momento na breve história do novo mineirão. Desorientado, o Flamengo contou com a sorte para diminuir a desvantagem. Em lance de indecisão entre Dedé e Fábio, o zagueiro cruzeirense acabou recuando a bola contra o próprio gol e ela bateu na trave, sobrando livre para Carlos Eduardo, que havia acabado de entrar.

Ainda na frente do placar mesmo após o erro defensivo, o Cruzeiro lançou Julio Baptista, Luan e Vinicius Araujo em campo para segurar a posse de bola e garantir a vantagem. A tática deu certo e o Flamengo, apesar de melhor postado em campo, não incomodou mais, caindo diante o rival na partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 2 X 1 FLAMENGO

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP)
Assistentes: Bruno Boschilia (PR) e Anderson José de Moraes Coelho (SP)
Cartões amarelos: Cáceres e Elias (Flamengo)
Público: 33.645 pagantes
Renda: R$ 1.660.580

CRUZEIRO: Fábio; Ceará, Dedé, Bruno Rodrigo e Egídio; Nilton, Souza, Éverton Ribeiro e Ricardo Goulart (Luan); Willian (Júlio Baptista) e Borges (Vinicius Araújo)
Técnico: Marcelo Oliveira

FLAMENGO: Felipe; Luiz Antônio, Chicão, Marcos González e Samir (Paulinho); Cáceres; Fernando (João Paulo), Elias, Gabriel (Carlos Eduardo) e André Santos; Marcelo Moreno
Técnico: Mano Menezes  

O GOLAÇO DE EVERTON RIBEIRO

Anúncios

Sobre Jornaleiros do Esporte

Site sobre esportes dos alunos da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Email : jornaleirosdoesporte@gmail.com Twitter : @Jesporte Facebook : http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002390365816

Publicado em 22 de agosto de 2013, em Copa do Brasil 2013 e marcado como , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: