Inter domina e consegue boa vantagem na Copa do Brasil


por Roberto Godefroid

Em Novo Hamburgo, o Internacional recebeu o Salgueiro (PE) pela partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. O jogo foi às 19h30, nessa quinta (22), e terminou 3 a 0 para o time gaúcho, que com esse resultado pode perder por até dois gols no jogo de volta. Em nenhum momento a equipe do Sul foi ameaçada e poderia ter saído de campo com um placar ainda maior.

Fórlan marcou um dos gols do Inter na vitória por 3x0 (Foto: Site Oficial)

Desperdício e vaias

O time do técnico Dunga vinha de quatro partidas sem vitória e, por isso, trazia uma leve desconfiança da torcida com a equipe. Hoje não foi diferente, debaixo de muita chuva o Colorado partiu pra cima do adversário, conseguia criar boas chances, mas errava muitos passes e não era competente nas finalizações.

Os jogadores do Inter estavam dominando com facilidade a posse de bola, mas devido a muitos desfalques – como Muriel (vetado na véspera do jogo) e os laterais lesionados – faltou entrosamento para efetuar jogas de mais efeito.

Mesmo assim, durante a primeira etapa eles conseguiram chegar muitas vezes na área do Salgueiro, só que pecando nos passes finais ou contando com a má pontaria de seus atacantes. Logo no começo, com 8 minutos, Jorge Henrique ficou cara-a-cara com o goleiro Mondragón, mas acertou o travessão. O ataque criava boas chances de gol, mas sempre chutava a bola para fora, raspando as traves do gol do Salgueiro.

O Internacional tentava de todas as maneiras fazer o gol, de escanteio, de dentro ou de fora da área, até mesmo com dois jogadores cabeceando a bola, porém, nada mudava o placar. O principal lance, não foi do Colorado, mas sim do Salgueiro, que chegou a mandar a bola no travessão, em cobrança de falta de Daniel.

O juiz apitou o fim do primeiro tempo e os anfitriões saíram de campo encharcados pela chuva e vaiados pela torcida, só que nenhum deles se mostrava abalado ou com a situação, pois era uma questão de tempo o gol.

Quem manda são os gringos

Na volta para o segundo tempo se pode ver, pela primeira vez, o trio de ataque “verdadeiramente internacional”, formado por Leandro Damião, Fórlan (uruguaio) e Scocco (argentino), que entrou no lugar de Ygor. Eles mostraram que vão ser eficazes, pois cada um participou ativamente de cada gol da equipe.

No primeiro, nenhum deles marcou, foi outro argentino que fez o papel de tirar o zero do placar, D’Alessandro. O armador colorado cobrou um pênalti com muita categoria, falta sofrida anteriormente em Leandro Damião, aos 3 minutos. Após o gol o time ficou mais tranquilo em campo, mas sempre prevalecendo no domínio da bola no campo de ataque.

Depois de um longo tempo sem ameaçar a meta de Mondragón, eles relativamente “relaxaram” o arqueiro do Salgueiro, porque com 21 minutos Fórlan levantou a bola pela lateral em direção a pequena área, o goleiro falhou e acabou na cabeça de Scocco que, com muita liberdade, só teve que colocar a bola pra dentro.

A partir dai foi um show de chances perdidas, igual havia sido no primeiro tempo, apenas aos 42 o Inter conseguiu fazer o terceiro. Dessa vez foi Scocco quem cruzou e Fórlan, de cabeça fez o tento, uma retribuição de favores.

Agora o time do Rio Grande do Sul poderá perder por até dois gols de diferença e caso faça um, o Salgueiro vai precisar de cinco para avançar à próxima fase. A partida de volta acontece na outra quinta-feira (29), às 21h50, no estádio Cornélio de Barros, em Pernambuco.

Ficha Técnica:

INTERNACIONAL 3 x 0 SALGUEIRO

Local: Estádio do Vale, em Novo Hamburgo (RS)

Data: 22 de agosto de 2013, quinta-feira.

Horário: 19h30 (de Brasília).

Árbitro: Alício Pena Júnior (MG).

Assistentes: Rodrigo Henrique Corrêa (RJ) e Cristhian Passos Sorence (GO).

Cartões amarelos: D’Alessandro e Leandro Damião (Internacional); Mondragon, Moreilândia, Alemão e Fabrício Ceará (Salgueiro).

Gols: Internacional: D’Alessandro, de pênalti, aos 3, Scocco, aos 21, e Forlán, aos 42 minutos do segundo tempo.

Internacional: Muriel; Jorge Henrique, Ronaldo Alves, Juan e Kleber (Alex); Ygor (Scocco), Willians, Fabrício e D’Alessandro; Forlán e Leandro Damião (Otávio). Técnico: Dunga

Salgueiro: Mondragon; Tamandaré, Alemão, Roniery e Daniel; Pio, Moreilândia (Rodolfo), Victor Caicó e Alexson (Sudo); Yerien (Canga) e Fabrício Ceará. Técnico: Marcelo Chamusca

Anúncios

Sobre Jornaleiros do Esporte

Site sobre esportes dos alunos da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Email : jornaleirosdoesporte@gmail.com Twitter : @Jesporte Facebook : http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002390365816

Publicado em 22 de agosto de 2013, em Copa do Brasil, Copa do Brasil 2013, Futebol Nacional. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: