A Lenda de “Johnny Football” e a exposição dos atletas na mídia esportiva


por Marcos Garcia

Jonathan Paul Manziel, ou simplesmente Johnny Football.  Nascido em 6 de dezembro de 1992, o atleta de 20 anos é a principal arma ofensiva do Texas A&M Aggies, equipe de futebol americano da universidade. O talento do jovem pode ser encontrado em seus números e prêmios, como o Troféu Heisman, conquistado em 2012. A premiação, considerada a mais importante do esporte universitário do país, celebra o melhor jogador da temporada e nunca havia sido dada para um calouro antes do camisa 2 no ano passado. Dentro de campo, Johnny  passou para mais de 3000 jardas e correu para outras 1000, quebrando recordes e assombrando os adversários.  Mas por que então as notícias sobre a vida particular e as atitudes polêmicas do quarterback não param de ser destaque na mídia esportiva americana? 

Com apenas um ano de exposição na mídia, Manziel é o principal tema de discussão nos EUA (Scott Halleran/Getty Images)

Antes de qualquer julgamento ou ponto de vista, precisamos contextualizar o começo e a criação da lenda de “Jhonny Football”. Nesse mesmo período do ano, em 2012, Manziel era um total desconhecido do público norte-americano e da mídia, lutando por um espaço no elenco dos Aggies e pela posição de Ryan Tannehill, quarterback titular do Miami Dolphins da NFL atualmente. Após estrear em casa contra o Florida Gators, o grande jogo de boas vindas do atleta aconteceu na vitória de sua equipe sobre Arkansas, quebrando recordes e levando o time a uma série de 4 vitórias seguidas no campeonato. Para coroar o seu ano, Johnny fez o que parecia impossível e liderou a sua equipe a vitória no confronto contra Alabama, o time mais vencedor da história do futebol americano universitário, entrando de vez na visão de todo o Estados Unidos e nas listas dos possíveis candidatos ao Troféu Heisman. Finalmente premiado em 8 de dezembro, Manziel liderou os Aggies a uma vitória de 41 – 13 contra o Oklahoma Sooners, conquistando o Cotton Bowl, um dos mais importantes e tradicionais bowls da NCAA.

O grande Ano de Manziel

Até este momento, só se ouvia falar de Manziel dentro do gramado, aliando talento, velocidade, visão de jogo e liderança. Com atuações inspiradoras, jogadas que enchiam os vídeos de Highlights e elogios de atletas rivais, não havia mais como evitar a criação da lenda “Johnny Football”. Porém, foi aí que a figura do atleta se confundiu com a sua figura pública e as coisas começaram a perder o rumo. Visitas a programas de tv, participações em comerciais e eventos públicos, tornaram o quarterback uma figurinha carimbada nas notícias de fofoca e comportamento, questionando se a postura do jogador estava condizente com a sua posição de vencedor do Heisman. Mais importante do que isso, é importante lembrar que Manziel possui apenas 20 anos e faz exatamente as mesmas coisas que 99% dos jovens da mesma faixa etária também fazem. 

O grande problema do camisa 2 foi quando a NCAA começou a se importar com a sua vida particular e as polêmicas começaram. Assim como a NFL, a liga universitária é muito rígida nas suas regras de comportamento dos atletas e não permite qualquer tipo de deslize, nem mesmo para uma estrela como Johnny. Após ser preso no verão de 2012, antes mesmo de virar titular no Texas, devido a apresentação de uma carteira de motorista falsa e uma acusação de agressão contra um indivíduo não identificado, o jogador voltou a ser notícia em 2013, primeiro por uma série de incidentes envolvendo declarações em redes sociais, comportamentos em eventos e até uma expulsão de uma festa de fraternidade. A única punição séria aconteceu em agosto deste ano, quando a NCAA decidiu investigar uma sessão de autógrafos realizada pelo quarterback em janeiro, alegando que Manziel teria aceitado dinheiro pelo serviço, conduta totalmente reprovada pela liga, que impede que os atletas universitários recebam qualquer tipo de dinheiro no período da faculdade. Suspenso dos dois primeiros períodos do jogo de estreia dos Aggies no último sábado contra Rice, ele voltou a campo em grande estilo, lançando para 3 Touchdowns e ajudando seu time a conquistar a primeira vitória na temporada. Mas engana-se quem achou que as polêmicas haviam parado. Na mesma partida, o atleta acabou retirado do jogo e punido pela arbitragem por discutir seguidamente contra os defensores adversários, além de provocar os rivais com gestos e palavras de ironia.

A ESPN Americana também deu sua opinião sobre Johnny Football e seu comportamento dentro e fora de Campo

OPINIÃO

Os grandes responsáveis pela exposição negativa de Manziel são bem claros na minha opinião. O próprio atleta, independente de sua idade, precisa entender que a partir de agora a sua imagem é mais do que nunca pública e que nem todas as atitudes, por mais inocentes e condizentes com a faixa etária, precisam ser realizadas neste momento. Johnny é muito talentoso, possui um futuro promissor na universidade e possivelmente na NFL e precisa focar no que realmente interessa. Não acho que a “marra” e a confiança exagerada do atleta precisam ser extintas, pelo contrário, tudo isso é muito bom e divertido para o esporte, mas o jovem ainda precisa entender que para fazer sucesso atualmente em um esporte levado tão a sério pela mídia e pelos torcedores, é preciso entrar nesse jogo e evitar algumas situações.

Por outro lado, a mesma mídia esportiva que construiu a lenda de “Johnny Football”, tenta destruí-la ao focar na vida particular do atleta. Talvez o período sem jogos tenha forçado as grandes redes de televisão americanas a produzir ou ir atrás deste tipo de notícia, mas não é saudável para o esporte e para o jogador que um rapaz de apenas 20 anos seja julgado e criticado a todo momento por situações que nada tem a ver com o seu papel mais importante: O de Quarterback do Texans A&M Aggies.

Vamos deixar Manziel jogar e continuar nos surpreendendo com seus cortes, seus passes e suas jogadas incríveis. O esporte, antes de tudo, foi feito para entreter e emocionar e, no momento, não há nenhum outro jogador que empolgue e saiba entreter mais que Johnny Football.

Anúncios

Sobre Jornaleiros do Esporte

Site sobre esportes dos alunos da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Email : jornaleirosdoesporte@gmail.com Twitter : @Jesporte Facebook : http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002390365816

Publicado em 2 de setembro de 2013, em Especiais, NFL e marcado como , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: