Opinião: Choque de realidade


por Vinicius Silva

Passou-se a Copa das Confederações. Agora restam “apenas” o Mundial e os Jogos Olímpicos.

Blatter, o presidente da maior entidade de futebol do planeta, "quebra a cabeça" para a Copa de 2014 (Foto: Jon Hrusa/EPA)

Blatter, presidente da FIFA, “quebra a cabeça” para a Copa de 2014 (Foto: Jon Hrusa/EPA)


A expectativa para a Copa do ano que vem é que 600 mil estrangeiros venham ao Brasil. Porém, das coisas que irão ver, poucas são satisfatórias.

Somos o país-sede com a grande justificativa, segundo autoridades nacionais, de mostrar para o mundo nossas capacidades. Mas trocamos nossa imagem no evento-teste para a Copa.

O transporte surpreendeu positivamente, mas não atendeu toda a demanda. Isso preocupa ainda mais por causa que o número de visitantes em 2014 será bem maior. O acesso à internet e a comunicação pelo celular foram difíceis com a busca incessante pelo sinal das empresas telefônicas. Este problema ainda deve ser resolvido no cotidiano do brasileiro, que sofre com o famoso “3G”.

Nos estádios, estiveram presentes vários problemas de acabamento. Longas filas e muita confusão na retirada de ingressos para os torcedores e até problemas com o credenciamento para os jornalistas foram relatados por Paulo Vinícius Coelho, comentarista dos canais ESPN.

Isso tudo além das manifestações. Ah…

As manifestações fizeram com que a Federação Internacional de Futebol (FIFA), simplesmente a entidade máxima do esporte, ficasse extremamente preocupada com o trajeto que será percorrido até 2014.

Durante a competição de junho deste ano, o presidente da Federação Joseph Blatter afirmou que a paixão pelo futebol era “mais forte do que a insatisfação popular”. O secretário-geral, Jérôme Valcke, foi na onda e declarou que “bastaria que o Brasil vencesse a Copa para as críticas desaparecerem”.

Não foi o que aconteceu.

O país do futebol teve, nas ruas, os brasileiros questionando a Copa do Mundo. Agora, a FIFA prepara uma maneira para mostrar ao mundo que não é alvo das reivindicações e, além disso, separar os protestos do Mundial.

O esperto Comitê Olímpico Internacional (COI) esteve de olho em tudo e já começou a repensar os critérios de escolha para as próximas sedes, percebendo a queda de popularidade dos eventos esportivos.

A definição para os Jogos de 2020 será realizada nesta semana e três cidades concorrem: Tóquio, Madrid e Istambul. Espanhóis e turcos passam por momentos instáveis e os japoneses podem utilizar isso a seu favor, comparando-os ao Rio de Janeiro.

No “Chicago Sun-Times”, a manchete “Perdemos para isso?” retrata como o Brasil é visto a partir de agora, já que a cidade de Chicago perdeu para o Rio na candidatura de 2016.

Enquanto isso, na França, o “L’Equipe” ilustra a bandeira brasileira com furos de balas ao invés das estrelas foi capa. Imagem exagerada, mas com informações verdadeiras do país, que sofre com a falta de segurança.

L'Equipe publicou uma capa com a bandeira brasileira perfurada por balas (Foto: Paulo Vinícius Coelho)

L’Equipe publicou uma capa com a bandeira brasileira perfurada por balas (Foto: Paulo Vinícius Coelho)

A questão é que europeus, oceânicos, americanos, latinos, asiáticos, africanos e, principalmente os brasileiros, tiveram um choque de realidade.

Esse texto é uma opinião do integrante e não de toda a equipe do Jornaleiros do Esporte.

Anúncios

Sobre Jornaleiros do Esporte

Site sobre esportes dos alunos da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Email : jornaleirosdoesporte@gmail.com Twitter : @Jesporte Facebook : http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002390365816

Publicado em 2 de setembro de 2013, em Opinião e marcado como , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: