Em jogão, Furacão vira pra cima do Flamengo no Maracanã


por Daniel Malucelli

Muitos gols, emoção e final feliz para a torcida do Furacão. O Atlético-PR se recuperou na partida e conquistou uma importante vitória pela 22º rodada do Campeonato Brasileiro, diante do Flamengo, no Maracanã. A vitória veio de forma heroica e convincente. Os cariocas chegaram a abrir 2 a 0 no placar, mas o Furacão virou o placar, e fechou com um sonoro 4 a 2, no Rio de Janeiro.

dellatorre

Dellatorre saiu do banco para empatar o jogo: gol importante na virada atléticana (Foto: Site Oficial Atlético-PR)

Sentiu a pressão

O primeiro tempo começou uma loucura. O Flamengo abriu dois gols de diferença logo nos primeiros dez minutos. Logo nos primeiros lances de bola rolando, Hernane abriu o placar de cabeça. Oito minutos depois, Luiz Antonio bateu de canhota e fez o segundo do Rubro Negro. Poderia ter virado goleada. Até os vinte minutos, o Flamengo teve pelo menos três chances de ampliar.

Mas não fez. E como diz o ditado, quem não faz, leva. Estreando no brasileirão, o espanhol Fran Mérida, contratado com status de estrela pelo Furacão, diminui e recolocou o Atlético no jogo. Marcelo fez uma linda jogada pelo lado esquerdo, e cruzou para Mérida para marcar, e dar esperanças para a equipe no segundo tempo.

Vira, vira, virou…

Competente e calculista. Assim pode ser descrito a segunda parte do Atético. Vagner Mancini colocou Dellatorre em campo e o atacante empatou o jogo logo de cara. Éverton, que fez uma partida brilhante, cortou a zaga no meio, e tocou para Dellatorre ficar na cara de Paulo Victor. E Éverton continuou incomodando o goleiro flamenguista com chutes de longe.

E uma bobeira do time carioca, em uma saída de bola errada, resultou em um contra ataque mortal. Roger recebeu um presente de Adryan, do Flamengo. O atacante avançou e tocou para Marcelo chutar no cantinho, fraquinho, chorado. Virada do Atlético, 3 a 2, e o um adversário que sentiu o gol, e a pressão da torcida. Para fechar o caixão, João Paulo cobrou escanteio, e a bola caiu no pé de Roger, que dominou sozinho, quase dentro da pequena área, totalmente sem marcação para determinar o resultado final da partida, 4 a 2.

Ficha Técnica

FLAMENGO 2 x 4 ATLÉTICO-PR

Data/Local: 19/09/13, às 19:30. Maracanã,  no Rio de Janiero.

Arbitragem: André Luis de Freitas (GO), auxiliado por Fabio Pereira (TO) e Janette Mara Marcanjo (MG).

Público/Renda: 16.014 pagantes/20.899 total/675.745R$.

Cartões amarelos: Carlos Eduardo, Elias, Cáceres e Wallace (Flamengo). João Paulo, Marcelo, Éverton, Léo e Manoel (Atlético-PR).

Gols: Hernani, ao 1’ e Luis Antonio, aos 7’ do 1º para o Flamengo. Frán Mérida, aos 19’ do 1º tempo e Dellatorre, aos 7’, Marcelo, aos 32’ e Roger, aos 37’ do 2º tempo.

Flamengo: Paulo Victor; Luiz Antonio, Wallace,  Gonzáles e João Paulo; Cáceres, Elias, Carlos Eduardo (Adrian) e Paulinho; Rafinha (Nixon) e Hernani (Marcelo Moreno).

Atlético-PR: Weverton; Léo, Manoel, Luiz Alberto e Maranhão; Bruno Silva (Dellatorre), João Paulo, Fran Mérida (Deivid) e Éverton; Marcelo e Éderson (Roger).

Anúncios

Publicado em 19 de setembro de 2013, em Campeonato Brasileiro 2013 e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: