A incrível jornada de um time grande rumo à temporada perfeita


por Paulo Semicek

Dizer que o calendário brasileiro em 2014 será estrangulado e corrido, por Copa do Mundo e pela gestão da CBF, é falar o óbvio. Passamos por isso este ano, e mesmo sem o Mundial, o calendário tem deficiências crônicas e cronológicas. Existe uma série de entraves para otimizar a programação das equipes para uma temporada: cotas de TV, relação times de interior/capital, datas-FIFA, etc. Mas em 2014, a situação merece um olhar mais atento.

Foto: portaldailha.com.br

Foto: portaldailha.com.br

 

Vamos supor um time grande do futebol brasileiro, que queira ganhar todos os títulos que disputar, pois as receitas aumentaram e o estádio é novo, padrão FIFA. Essa equipe se classificou para a Libertadores, vai jogar Copa do Brasil, Série A e Campeonato Estadual. Como é uma equipe qualificada, certamente terá um ou dois jogadores convocados para a Copa do Mundo.

Primeiramente, a equipe vai ter contratar bastante. Não necessariamente por carências do elenco, mas porque vai jogar muitas competições e precisa ter peças de reposição. O grupo vai se apresentar lá pelo dia 3,4 de janeiro, pois o estadual começa no dia 12. Portanto, no máximo dez dias para o grupo recuperar a forma, ter ritmo de jogo e estrear em 2014. Se for começar com um time reserva, o entrosamento será mais difícil, pois os suplentes não formam um time com estilo de jogo definido; são reservas querendo aparecer no time titular.

Mas a Libertadores começa na metade de fevereiro. Ainda bem que o time grande não ficou na Pré-Libertadores, ou começaria dia 29 de janeiro. Dessa forma, 1 mês e meio para o elenco ganhar ritmo, forma, chegar e jogar uma competição de alto nível. Claro que o grupo vai jogar duas ou três rodadas do estadual antes, para se preparar. Contra o Nacional de Piraporinha ou Guarani de Polenguinho, tudo bem, mas é um teste. 

O time é muito bom, vai bem na Libertadores, mas decidiu jogar com time misto no estadual, e perdeu o 1°turno para o maior rival da cidade. Mas tudo bem, a raça e o talento na competição continental valem a pena; a equipe foi para as oitavas de final. No segundo turno do estadual, os titulares jogaram, e mesmo com algumas lesões e jogo duro contra a sensação do interior, o time venceu o segundo turno: final contra o rival.

O time, porém, tem um problema; no domingo tem o primeiro jogo da final estadual, na quarta o jogo de ida da Libertadores, depois final estadual no domingo, e a volta das oitavas na Libertadores na quarta seguinte. O rival estava mais descansado, só tinha a Copa do Brasil, e venceu o time grande, dividido entre o estadual e a Libertadores. Os torcedores do maior rival tiraram um sarro, mas valeu a pena; o time grande foi para as quartas de final!

Começa a Série A do Brasileirão. Porém, só nove rodadas e já para: tem Copa do Mundo em junho e julho. Bota os reservas, perde uns pontos, ganha um ou outro jogo. Mal começo, mas tem muito campeonato pela frente ainda, não tem problema. O importante é que, na disputa de pênaltis, o time grande conquistou a épica classificação para as semifinais da Libertadores. 

Pausa para a Copa. Independente do resultado na Seleção, os dois craques do time defenderam a pátria, se dedicando, treinando intensamente e jogando por 30 dias. Pelo país, vale tudo. 

Os craques voltam da Copa menos de uma semana depois, sem descanso para jogar as semifinais da Libertadores. Valeu a pena; mesmo jogando no sacrifício, a virada aos 49 do segundo tempo classificou o time grande para a final da Libertadores após 45 anos.  Há muita expectativa para esta final.

Por isso mesmo, os craques e o time todo se poupam na Série A. Time reserva, umas três rodadas desperdiçadas não fazem mal a ninguém. A CBF remarcou duas rodadas, criou uma maratona de jogos lá em setembro e outubro, mas sem problemas, o importante é o título da Libertadores da América e nada mais.

A Libertadores veio, o time foi campeão. Superou um grande esquadrão da América do Sul, tradicionalíssimo. Emoção, festa, algo que o torcedor nunca vai se esquecer. TIme grande, imbatível, vencedor. A América era das cores do time.

Série A volta a ser o foco, mas o time ainda está de ressaca da festa, tirou o pé em até quatro rodadas depois. Hora de pensar no Mundial de Clubes, em dezembro. A Série A e a Copa do Brasil servem para preparar o elenco, que perdeu um importante jogador para o futebol ucraniano. Contratou um e pegou de empréstimo outro. 

O time grande vai testando a melhor formação para dezembro. Não há pressão da torcida para ganhar o Brasileirão, e a Copa do Brasil é só para testar o elenco pós-Libertadores. O time grande é eliminado da Copa do Brasil, por um time igualmente grande, mas mais necessitado de ganhar um título que não vem há muitos anos.

Na Série A, a maioria dos times está interessada em título, Libertadores ou lutar para não cair. O time grande perdeu pontos com os reservas no início, o título ficou distante. O bom elenco descarta um rebaixamento, e como ser campeão da Libertadores classifica para a próxima edição, a única motivação real do time grande é a preparação para o grande jogo do Mundial. Resultado: termina o Brasileirão em 9°lugar, viu o time rival conseguir uma classificação suada para a Libertadores.

Vem o Mundial. Um dia depois que acaba o Brasileirão, o time faz uma viagem para o Marrocos, um tanto desgastante, para se adaptar a um clima desértico para jogar contra o campeão da Ásia, e depois o grande campeão da UEFA Champions League, no dia 20/12. 

Se o time grande ganhou ou não o Mundial, você decide. Apenas atente para alguns detalhes, e responda mentalmente as perguntas:

-O time grande se apresentou no dia 3 de janeiro e termina a temporada no dia 20 de dezembro. Se a base da equipe for mantida para a próxima temporada, serão 14 dias de férias para os jogadores. O time tem lá talvez uma semana de folga na Copa, mas não tem feriados, por exemplo. Para quem trabalha com a parte física em alto nível, ter esse tempo para descansar é o suficiente?

– A final do estadual coincide com as oitavas de final da competição mais importante do primeiro semestre. É possível manter o alto nível nos dois sem pensar qual é mais importante?

– A temporada começa no dia 12 de janeiro, e a primeira rodada da Libertadores é um mês depois. Em um mês um elenco consegue aprimorar a parte física, melhorar a tática, treinar esquemas de jogo, testar a equipe contra bons adversários a tempo de estrear na competição mais importante da América?

– O time é bom, e dois atletas são convocados para a Copa. Eles não terão o descanso no meio do Mundial, e logo depois vão jogar uma semifinal de Libertadores? Não é exigir muito fisica e psicologicamente do maior craque?

– A Copa do Brasil dá uma vaga para a Libertadores, estar entre os primeiros da Série A também. Se o time grande já tem a vaga na Libertadores e precisou poupar jogadores no início do campeonato, é possível manter o foco no título da Série A?

– O time grande perdeu um craque do time para o futebol ucraniano. Ele poderia ter ficado no time?

– Seria possível o time grande ganhar todos os títulos que disputou?

– Se você pudesse não jogar uma dessas competições, qual você excluiria?

Agora faça o seguinte: imagine o seu time nessa situação. Pense no que está errado e que poderia mudar.  Por fim, uma última pergunta:

O que você acha do calendário do futebol brasileiro para 2014?

Anúncios

Sobre Jornaleiros do Esporte

Site sobre esportes dos alunos da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Email : jornaleirosdoesporte@gmail.com Twitter : @Jesporte Facebook : http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002390365816

Publicado em 20 de setembro de 2013, em Futebol Nacional. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: