Em pleno Mineirão, São Paulo bate o Cruzeiro


por Vinicius Silva

Líder do Brasileirão, o Cruzeiro recebeu o São Paulo em partida válida pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. Se a Raposa estava invicta no Mineirão há três anos, o tricolor deu um jeito nisso. Com gols de Douglas e Everton Ribeiro (contra), o treinador Muricy Ramalho pode ter dado a fórmula de como derrotar a equipe celeste. Com o resultado, os paulistas chegaram aos 33 pontos, mas continuam na beira do Z4. Já os mineiros continuam com a vantagem de 11 pontos na liderança.

Douglas marcou o primeiro da vitória tricolor (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

Douglas marcou o primeiro da vitória tricolor (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

Marcador fica no zero

Jogando com três zagueiros, foi o São Paulo quem assustou antes. Rodrigo Caio arriscou de longe e obrigou Fábio a espalmar pela linha de fundo.

O Cruzeiro demorou para criar chances. A primeira oportunidade ocorreu aos 23. Ricardo Goulart cabeceou forte e Dênis defendeu no reflexo. Ademílson deu a resposta e finalizou, mas a bola bateu na rede pelo lado de fora.

Aos 31, o líder criou o melhor lance da primeira etapa. Ricardo Goulart bateu rasteiro e o goleiro tricolor deixou o rebote nos pés de Willian. O atacante conseguiu desperdiçar o gol vazio e acertou a trave.

São Paulo surpreende e faz 2×0

A equipe celeste pressionou nos 10 primeiros minutos. Na melhor jogada, Everton Ribeiro cruzou e Willian pegou de primeira. A bola sofreu desvio na zaga tricolor e acabou indo pela linha de fundo.

O time comandado por Muricy Ramalho foi voltando ao confronto aos poucos. Ganso foi quem assustou primeiro ao sofrer uma falta na entrada da área, aos 25. O meia foi para a cobrança e acertou o poste da meta de Fábio.

Os paulistas se animaram e conseguiram marcar duas vezes em quatro minutos. Primeiro, Maicon invadiu a área e tocou para Ademílson. O atacante fez o pivô e ajeitou para Douglas soltar a pancada e balançar as redes.

Depois, Ganso apareceu muito bem novamente. Ele se livrou de três marcadores e sofreu outra falta. A cobrança não foi tão boa, mas ele contou com a sorte. A pelota bateu na barreira e sobrou para Wellington na direita. O volante cruzou e Everton Ribeiro empurrou contra seu gol.

O resultado não abalou a torcida da Raposa, que continuou apoiando o líder isolado do Brasileirão.

Reinaldo comemorou o segundo gol que o árbitro acabou interpretando como contra (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

Reinaldo comemorou o segundo gol que o árbitro acabou interpretando como contra (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

Análise

Talvez Muricy Ramalho tenha descoberto como derrotar o Cruzeiro. Talvez. O treinador escalou três defensores e tirou espaço para o ataque cruzeirense.

Do outro lado, Marcelo Oliveira preferiu começar com Everton Ribeiro e Ricardo Goulart pelo meio e apenas Willian e Borges no ataque. Se optasse por Dagoberto formando o trio de ataque desde o começo, com Willian e Dago abertos pelos lados, o jogo poderia ter sido diferente. Os dois “pontas” poderiam aproveitar os espaços das laterais, já que Douglas e Reinaldo não tem a marcação como ponto forte, e facilitar a penetração de Ricardo Goulart e Everton Ribeiro.

Muricy foi bem ao escalar o time com três defensores (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

Muricy foi bem ao escalar o time com três defensores (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

Outra questão é que o tricolor contou com um Cruzeiro muito abaixo do que poderia. A única chance clara a favor dos donos da casa foi desperdiçada por Willian, no primeiro tempo.

Para os mineiros, a derrota deve afetar a ótima campanha. Porém, a vitória são-paulina foi importantíssima.

Já que o Vasco venceu, o São Paulo estaria na zona de rebaixamento se tivesse sido derrotado.

Sem Rogério Ceni e Luís Fabiano, o destaque foi Ganso. O meia voltou a jogar bem e foi essencial. Acertou uma bola na trave e criou o lance do segundo gol.

Agora, os dois clubes encaram seus rivais. Enquanto o Cruzeiro encara o Galo, o tricolor pega o Corinthians.

Ganso voltou a jogar bem (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

Ganso voltou a jogar bem (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

FICHA TÉCNICA

Cruzeiro 0 x 2 São Paulo

Data/Hora: 09/10/13, quarta-feira, às 21h50 (horário de Brasília);

Local: Mineirão, em Belo Horizonte;

Arbitragem: Jailson Macedo Freitas (BA) apita o jogo, auxiliado por Ivan Carlos Bohn e Rafael Trombeta. 

Gols: Douglas, aos 30 minutos do segundo tempo, e Everton Ribeiro (contra), aos 34. 

Cruzeiro: Fábio; Ceará, Léo, Bruno Rodrigo e Egídio (Mayke); Lucas Silva (Alison), Nilton, Everton Ribeiro e Ricardo Goulart (Dagoberto); Willian e Borges. Técnico: Marcelo Oliveira.

São Paulo: Dênis; Paulo Miranda, Rodrigo Caio e Edson Silva; Douglas, Wellington, Maicon Paulo Henrique Ganso (Lucas Evangelista) e Reinaldo; Ademílson e Aloísio (Welliton). Técnico: Muricy Ramalho.

Cartões amarelos: Dagoberto (CRU) Wellington e Paulo Henrique Ganso (SPO).

Este texto também apresenta uma opinião da integrante e não reflete, necessariamente, a visão da equipe do Jornaleiros do Esporte.

Anúncios

Sobre Jornaleiros do Esporte

Site sobre esportes dos alunos da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Email : jornaleirosdoesporte@gmail.com Twitter : @Jesporte Facebook : http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002390365816

Publicado em 10 de outubro de 2013, em Campeonato Brasileiro 2013 e marcado como , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: