Velasquez passa por cima de Cigano e fecha a trilogia como o melhor dos pesados


por Jordan Marciano

No terceiro combate da disputa do cinturão dos pesados, realizado em Houston, pelo UFC 166 entre Cain Velasquez e Junior “Cigano” Dos Santos, o brasileiro não conseguiu imprimir o seu jogo e fez uma apresentação parecida com a do UFC 155, no qual perdeu o título para o americano, por decisão unânime. Porém, nesta edição do Ultimate, ocorrida neste sábado (19), Cigano foi nocauteado no quinto assalto e a surra o levou a perder boa parte da memória, como se ele estivesse lutado no “piloto automático”.

(A encarada de cigano foi quente, porém a luta esfriou e Cain segue com a cinta. Foto: Divulgação/UFC)

(A encarada de cigano foi quente, porém a luta esfriou e Cain segue com a cinta. Foto: Divulgação/UFC)

Cigano é castigado e esquece momentos da luta

Desde a pesagem, a confiança do boxeador animou os fãs para o retorno do cinturão ao Brasil. Entretanto, dentro do octógono, já nos primeiros movimentos, o filho de pais mexicanos dominou o combate, encurralou o adversário na grade e desferiu golpes certeiros. Com isso, Cain ficou confortável na luta, travou a batalha no clinch e conseguiu algumas quedas para trabalhar o seu ponto mais forte, o “ground´n´pound”.

(Novamente de guarda baixa, Cigano foi alvo fácil para o wrestler americano. Foto: Divulgação/UFC)

(Novamente de guarda baixa, Cigano foi alvo fácil para o wrestler americano. Foto: Divulgação/UFC)

 

Já nos rounds seguintes, foi nítida a preocupação do corner comandado por Luiz Dórea com relação à guarda baixa de Cigano e a falta de movimentação do atleta. Mas Dos Santos parecia estar longe de si, não assimilou as orientações e se entregou ao atual campeão. Na terceira parte da disputa, Velasquez conseguiu um “knock-down” no brasileiro, que por pouco não desmaiou.

Até então, Cigano já estava com o rosto cortado em diversos lugares e praticamente sem reação, o que culminou em nocaute técnico durante o último round. Faltando 1 minuto e 57 para o término da luta, Cigano caiu desajeitado com a cabeça na lona e deixou o oponente bater mais duas vezes. Nesse momento, o árbitro Herb Dean interrompeu o embate e deu a vitória para Velasquez.

O interessante foi que no hospital Cigano não teve danos cerebrais, mas de acordo com sua equipe, não se recordou de boa parte da

luta e achou que foi nocauteado no segundo round. Além disso, o brasileiro também não se lembra de que conversou com o apresentador do evento, Joe Regan, após a derrota.

Trocação franca que levantou o público em Houston

Premiado como luta da noite,  Gilbert “El Niño” Melendez e Diego Sanchez resgataram a paixão dos amantes de Mixed Martial Arts. Em um combate épico, Melendez conseguiu a vitória por decisão unânime e administrou dois rounds, mas quase foi nocauteado no último assalto.

No começo, o ex-desafiante do cinturão da categoria tropeçou e deixou as cotas abertas para Sanchez, que não teve capricho na tentativa de encaixar o mata-leão. Após o susto, “El Niño” conseguiu encontrar a distância e acertar os golpes mais contundentes. O seu adversário ficou com um corte na sobrancelha que vazou sangue, mas a garra de Sanchez foi maior, pois o lutador não recuou e partiu para a trocação aberta, o que trouxe emoção para a disputa. Nos últimos cinco minutos, Melendez foi surpreendido com um uppercut e também ficou perto de ser nocauteado, mas garantiu a vitória.

Cormier e Dodson vencem e ficam bem no ranking

Nas outras duas lutas de destaque do card principal, Daniel Cormier alcançou o segundo lugar nos pesados, depois de passar com tranquilidade por Roy Nelson. Em total domínio dos três rounds, Cormier conseguiu quedas, socos e chutes efetivos e não deixou Nelson impor seu estilo de luta. Mesmo assim, o até então invicto no MMA negou um duelo contra Cain Velásquez, seu parceiro de treino, e mostrou interesse em partir para a categoria dos meio-pesados com intenção de enfrentar Jon Jones.

(Dodson decolou nos treinos e também no octógono. Foto: Divulgação/UFC)

(Dodson decolou nos treinos e também no octógono. Foto: Divulgação/UFC)

Enquanto isso, com a balança mais leve, no peso mosca, John “The Magician” Dodson subiu no Cage com a mesma simpatia de todos os outros duelos e colocou no currículo mais mortais de comemoração. O sucesso veio após encaixar um direto fatal no queixo de Darrell Montague, que caiu na lona. Com isso, a mosca atômica também ocupa o segundo lugar na divisão e vê pela frente apenas Joseph Benavidez e o dono do cinturão, Demetrious Johnson, no seu caminho.

RESULTADOS DO EVENTO

Cain Velásquez venceu Junior Cigano por nocaute técnico aos 3m09s do round 5
Daniel Cormier venceu Roy Nelson por decisão unânime (30 a 27, 30 a 27 e 30 a 27)
Gilbert Melendez venceu Diego Sanchez por decisão unânimes (29 a 28, 30 a 27 e 29 a 28)
Gabriel Napão venceu Shawn Jordan por nocaute técnico a 1m33s do round 1
John Dodson venceu Darrell Montague por nocaute aos 4m13s do round 1
Tim Boetsch venceu CB Dollaway por decisão dividida (30 a 26, 27 a 29 e 30 a 26)
Hector Lombard venceu Nate Marquardt por nocaute a 1m48s do round 1
Jessica Eye venceu Sarah Kaufman por decisão dividida (29 a 28, 28 a 29 e 29 a 28)
KJ Noons venceu George Sotiropoulos por decisão unânime (29 a 28, 28 a 29 e 30 a 27)
Adlan Amagov venceu TJ Waldburger por nocaute aos 3m45s do round 1
Tony Ferguson venceu Mike Rio por finalização (triângulo de mão invertido) a 1m52s do round 1
Andre Fili venceu Jeremy Larsen por nocaute técnico aos 53s do round 2
Kyoji Horiguchi venceu Dustin Pague por nocaute técnico aos 3m51s do round 2

Anúncios

Publicado em 20 de outubro de 2013, em Lutas e marcado como , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: