O sucesso do Atlético


por Pedro Melo

A longa pré-temporada que o Atlético fez, abdicando do Campeonato Paranaense, onde atuou com uma equipe sub-23, e fazendo amistosos até o início da Copa do Brasil, até mesmo fora do Brasil, vem surtindo efeito neste final do ano. O rubro-negro está em segundo lugar no Brasileirão e irá decidir a Copa do Brasil contra o Flamengo.

Foto: Pedro Melo

Foto: Pedro Melo

Mas um fator essencial para esse sucesso atleticano em 2013 foi a chegada do técnico Vagner Mancini. Antes, sob o comando do técnico Ricardo Drubscky, o rubro-negro não via bem e chegou a frequentar a zona de rebaixamento no Campeonato Brasileiro.

Mas Mancini conseguiu fazer o time melhorar o seu nível de futebol e contando com o longo período de treinamentos, não sofreu com lesões de seus jogadores, ao contrário das outras equipes que disputam o Brasileirão e a Copa do Brasil.

O Atlético joga no esquema 4-2-3-1, o mais utilizado atualmente no futebol mundial, com Bruno Silva e João Paulo fazendo a dupla de volantes, sendo o primeiro aquele que mais fica na marcação, o trio de meias é formado pelo experiente Paulo Baier, Everton e Marcelo e o artilheiro Éderson sendo a referência.

Mas o Atlético varia taticamente durante em alguns momentos quando tem a posse de bola. O 4-2-3-1 acaba virando um 4-3-3 com Everton e Marcelo jogando mais avançados ao lado de Ederson ou um 4-4-2 com Marcelo jogando no ataque ao lado de Ederson. 

Esquema padrão do Atlético Arte: Pedro Melo/Tactical Pad

Esquema padrão do Atlético
Arte: Pedro Melo/Tactical Pad

Outro ponto que é importante para a parte ofensiva é a participação do lateral Léo. O camisa 99 aparece pelo lado direito do ataque para ajudar Marcelo a fazer as jogadas por aquele setor.

E o técnico Vagner Mancini, de uma forma muito esperta, já se preveni das idas de Léo ao ataque e coloca João Paulo para jogar na posição de Léo para evitar que fique um espaço para os contra-ataques dos adversários.

Foto: Pedro Melo

Foto: Pedro Melo

Já quando o furacão não tem a posse de bola, Everton e Marcelo voltam um pouco mais para ajudar os laterais na marcação e Paulo Baier fica ao lado de Everton pressionando em vários momentos desde o campo de ataque, não dando espaços para que o adversário consiga sair jogando da forma que desejava.

Foto: Pedro Melo

Foto: Pedro Melo

Esse é o Atlético de 2013 que surpreendeu a todos, inclusive aos próprios torcedores, porque nem mesmo o torcedor mais otimista imaginava essa excelente temporada e já pensando no ano que vem muito provavelmente com Copa Libertadores e ainda no primeiro semestre com a volta do time a Arena da Baixada, os torcedores podem pensar em uma ótima campanha novamente.

Anúncios

Sobre Jornaleiros do Esporte

Site sobre esportes dos alunos da Pontifícia Universidade Católica do Paraná. Email : jornaleirosdoesporte@gmail.com Twitter : @Jesporte Facebook : http://www.facebook.com/#!/profile.php?id=100002390365816

Publicado em 11 de novembro de 2013, em Campeonato Brasileiro 2013, Futebol Nacional e marcado como , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: