Arquivo da categoria: Futebol Nacional

E aí Felipão, fechou?


Por Daniel Malucelli

Os amistosos contra Honduras e Chile, os últimos do ano de 2013, mostraram para Felipão que sua seleção está quase completa. Quase mesmo. O problema é que são apenas 23 vagas.

Felipão terá “dor de cabeça” após os amistosos para decidir a lista final.  (Foto: Divulgação CBF)

Felipão terá “dor de cabeça” após os amistosos para decidir a lista final.
(Foto: Divulgação CBF)

 

Leia o resto deste post

Anúncios

Jogadores ficam parados após o apito inicial, torcedor participa pela internet e futebol brasileiro vive momento histórico


por Vinicius Silva

Quarta-feira, dia 13 de novembro de 2013. Um dia que ficará marcado por uma manifestação ainda mais brilhante do Bom Senso Futebol Clube.

"Por um futebol melhor para todos" (Foto: ESPN)

“Por um futebol melhor para todos” (Foto: ESPN)

Leia o resto deste post

O sucesso do Atlético


por Pedro Melo

A longa pré-temporada que o Atlético fez, abdicando do Campeonato Paranaense, onde atuou com uma equipe sub-23, e fazendo amistosos até o início da Copa do Brasil, até mesmo fora do Brasil, vem surtindo efeito neste final do ano. O rubro-negro está em segundo lugar no Brasileirão e irá decidir a Copa do Brasil contra o Flamengo.

Foto: Pedro Melo

Foto: Pedro Melo

Leia o resto deste post

Entrevista – Leandro Almeida é uma das principais contratações do Coritiba em 2013


 por Michel de Alcantara

O Coritiba mostrou estabilidade em sua defesa no campeonato paranaense e no começo do Brasileirão. E essa força defensiva se deve muito ao zagueiro Leandro Almeida. O jogador, nascido em Belo Horizonte, chegou ao clube alviverde no começo deste ano, após negociação com o Dínamo de Kiev. O clube ucraniano detém 50% dos direitos de Leandro, enquanto o Coxa possui os outros 50%.

Leandro Almeida comemora gol pelo Coritiba (Foto: Site oficial do Atleta)

Leia o resto deste post

Furacão e Flamengo largam na frente


por Vinicius Silva

Na noite desta quarta-feira (30), ocorreram os jogos de ida pela semifinal da Copa do Brasil. Em Curitiba, o Atlético bateu o recorde de público e contou com o gol de Dellatorre para vencer o Grêmio por 1 a 0. No jogo de volta, qualquer empate garante a vaga para o time paranaense. Na outra partida, o Goiás recebeu o Flamengo e acabou com um revés de 2 a 1. Paulinho e Chicão anotaram os gols cariocas, enquanto Vitor descontou para os goianos. 

A torcida lotou a Vila Capanema para apoiar o Atlético e bateu o recorde de público, com 16.014 expectadores (Foto: Divulgação/Site Oficial do CAP)

A torcida lotou a Vila Capanema para apoiar o Atlético e bateu o recorde de público, com 16.014 expectadores
(Foto: Divulgação/Site Oficial do CAP)

Leia o resto deste post

União entre torcida e time ainda é fundamental para o Coritiba


por Michel de Alcantara

Para se conseguir estabilidade e almejar as primeiras posições do campeonato brasileiro, os clubes sabem que o caminho e garantir os pontos em seus domínios e conquistar pontos fora de casa. E essa relação é feita com os campeões brasileiros. Grande exemplo é o atual campeão Fluminense, que venceu 11 jogos longe do Rio de Janeiro, o maior número de vitórias fora desde que o campeonato passou a ser disputado por pontos corridos. Isso não acontece com o Coritiba. A campanha do time paranaense é irregular no campeonato e os números comprovam. No começo, o time chegou a liderar a competição, mas prejudicado com as inúmeras lesões, mostrou que o grupo não conseguiu suprir as ausências dos titulares e entrou em queda livre. De postulante ao título passou a fugir da zona de rebaixamento.

tabela

Apesar da campanha irregular, Coritiba é o terceiro melhor time jogando em casa

Leia o resto deste post

O herói que virou vilão


Por Daniel Malucelli

Prazer, Dida, 1.95m. É assim que o goleiro Nelson de Jesus Silva, mais conhecido como Dida, se apresenta aos batedores de pênalti que ficam frente a frente com ele. São 11 metros de distância que o cobrador tem, para acertar um gol de 2,44 metros de altura por 7,32 metros de largura. O único problema de converter a penalidade em gol é quando o goleiro já disputou três copas do mundo, e defendeu muitos pênaltis decisivos em 23 anos de carreira, como na final da Champions League.

Dida com a camisa do Corinthinas na semifinal do Brasileirão de 1999, ele defendeu o pênalti cobrado por Raí. (Foto: Divulgação/Site Oficial do SCCP)

Dida, com a camisa do Corinthinas, na semifinal do Brasileirão de 1999, ele defendeu os pênaltis cobrados por Raí.
(Foto: Divulgação/Site Oficial do SCCP)

Leia o resto deste post

Uma excelente quarta para quem gosta de futebol


por Vinicius Silva

Dias como esta quarta-feira (23) é que nos fazem gostar ainda mais do futebol. No final da tarde, um duelo entre Real Madrid e Juventus para admirar  UEFA Champions League. À noite, três jogos envolventes garantiram Atlético Paranaense, Flamengo e Grêmio nas semifinais da Copa do Brasil. Pela Sul-Americana, o São Paulo ainda contou com uma atuação espetacular de Rogério Ceni para vencer a Universidad Católica no Chile.

Talvez Alexandre Pato seja o maior personagem desta quarta (Foto: Daniel Augusto Jr./ Agência Corinthians)

Talvez Alexandre Pato seja o maior personagem desta quarta (Foto: Daniel Augusto Jr./ Agência Corinthians)

Leia o resto deste post

Fica, Rogério


por Raphaela Viscardi

Quarta-feira, 23 de outubro de 2013, e mais um jogo difícil para o São Paulo no ano. Difícil não só pelo adversário, mas pela fase que o time vive. A Sul-Americana é a única chance que o clube tem de esquecer os péssimos momentos que viveu durante o ano. É certo que o sufoco no Campeonato Brasileiro já passou, agora basta manter-se no meio da tabela e já está de bom tamanho. Mas não é esse o São Paulo que os torcedores conhecem.

7

Rogério Ceni foi o nome do jogo (Foto: divulgação/Spfc.net)

Leia o resto deste post

Estreante consagra um velho conhecido e Coxa respira novos ares


Por Roberto Rohden

A partida que ocorreu no Couto Pereira, às 18h30, valida pela 30ª rodada do Brasileirão, colocou Coritiba e Cruzeiro frente a frente, por objetivos muito distantes no campeonato. Os mandantes querem afugentar o fantasma do rebaixamento, enquanto que do outro lado os mineiros pretendem fazer a melhor campanha de um clube na era dos pontos corridos e se sagrar campeão. Em um jogo emocionante na segunda etapa, a vitória saiu da cabeça de um velho xodó da torcida verde e branca, Keirrison.

Leia o resto deste post