Arquivos do Blog

Melhores do ano 2012 – Esporte olímpico brasileiro


por Renan Araújo

O ano de 2012 teve muita importância para o esporte olímpico brasileiro. Nas Olimpíadas de Londres, em julho, o Brasil conquistou 17 medalhas, sendo três de ouro. Foi o maior número de medalhas conquistadas, mas não o melhor desempenho (Atenas 2004 teve cinco ouros brasileiros). Por isso, queremos saber: qual foi o melhor atleta olímpico brasileiro de 2012? 

Fotos: Esquiva: Reuters | Sarah: AFP | Zanetti: AFP | Sheilla: Divulgação/FIVB | Thiago: Reuters. Montagem: Lucas Vian

Fotos: Esquiva: Reuters | Sarah: AFP | Zanetti: AFP | Sheilla: Divulgação/FIVB | Thiago: Reuters. Montagem: Lucas Vian

Leia o resto deste post

Anúncios

Entrevista com o medalhista olímpico Esquiva Falcão


por Renan Araujo

Esquiva Falcão nasceu em Vitória e com 22 anos se tornou o pugilista mais prestigiado do Brasil com a inédita medalha de prata conquistada nos Jogos Olímpicos de Londres neste ano. O lutador de origem humilde passou por grandes dificuldades durante toda sua vida. Começou a treinar com o pai, ficou longe da família por causa do esporte, e chegou a abandonar o boxe. Mesmo com isso, conquistou o bronze nos Jogos Sul-Americanos em 2010 e o bronze no Mundial de boxe amador em 2011 antes de chegar ao ponto máximo de sua carreira com a medalha olímpica. Confira a entrevista do pugilista ao Jornaleiros:

(Foto: Reprodução/CBB)

Leia o resto deste post

Entrevista com Dani Lins, levantadora medalhista de ouro da seleção brasileira de vôlei


por Renan Araujo

Danielle Rodrigues Lins, mais conhecida como Dani Lins, sempre teve uma carreira vitoriosa em todos os times que jogou. A levantadora de 27 anos começou no Sport Recife (clube de sua terra natal) e logo se mudou para o Sollys/Osasco, clube no qual no qual começou a se destacar, inclusive na seleção brasileira de base com o título Sul-Americano e Mundial juvenil. Após a Superliga de 2004/2005 pelo Osasco, foi para o Rio de Janeiro (antigo Rexona/Ades), onde viveu seu melhor momento na carreira. Foram quatro títulos da Superliga e a sua consolidação como levantadora titular pela seleção brasileira, em substituição a grande ídolo Fofão. Na seleção, ganhou o Grand Prix em 2009, foi vice do Mundial de Tóquio em 2010 e ouro no Pan 2011 até chegar ao ápice de sua carreira com o ouro nas Olimpíadas de Londres em 2012. A pernambucana que tem muita simpatia e boa convivência com todas as suas companheiras, é casada com o também jogador de vôlei Sidão e começa agora uma nova fase: vai jogar no Sesi/São Paulo, equipe nova, pela Superliga. Confira a entrevista da atleta ao Jornaleiros do Esporte:

Dani Lins em ação nas Olimpíadas de Londres: levantadora foi uma das melhores do campeonato (Foto: AFP PHOTO)

Leia o resto deste post

Entrevista com o ginasta Arthur Zanetti, medalhista de ouro nas Olimpíadas de Londres


por Renan Araujo

Arthur Zanetti possui apenas 22 anos e hoje já é o nome mais promissor da ginástica brasileira após a conquista da medalha de ouro nas argolas na Olimpíada de Londres. O paulista que treina em São Caetano do Sul conquistou grandes resultados em sua carreira desde que começou a disputar grandes competições internacionais há três anos. Em 2009, ele foi quarto lugar no Mundial de Ginástica de Londres e desde então colecionou títulos. Em 2010, foi campeão Sul-Americano nas argolas e por equipes.

Já em 2011, se sagrou campeão na Universíada, além de um ouro por equipes e uma prata nas argolas no Pan de Guadalajara. Na Etapa do Circuito Mundial ficou em segundo, atrás apenas do chinês Chen Yibing e conseguiu a revanche nas Olimpíadas com uma série com uma dificuldade muito alta. O ginasta, que aposta em um treinamento muito forte e preparação psicológica conversou com o Jornaleiros do Esporte sobre sua carreira. Confira:

O ginasta em sua apresentação vencedora nas Olimpíadas de Londres deste ano (Foto: Getty Images)

Leia o resto deste post

Entrevista com o judoca Rafael Silva, medalhista de bronze em Londres


por Renan Araujo

O judoca Rafael Silva conquistou nos Jogos de Londres uma inédita medalha de bronze para o Brasil na categoria mais de 100kg e ajudou o país a conquistar a meta de quatro medalhas no esporte. O Baby, como ele é conhecido, que tem 25 anos e iniciou seus treinamentos no Paraná, foi prata no Panamericano de Guadalajara em 2011 e concedeu uma entrevista para o Jornaleiros do Esporte falando mais sobre sua trajetória e seus planos para o futuro.

(Foto: Fotocom.net)

Leia o resto deste post

Jogos de Londres marcam a despedida de grandes atletas e a chegada de grandes nomes para Rio-2016


por Renan Araujo

Os Jogos de Londres de 2012 vão marcar a despedida de uma série de jogadores. Alguns dos principais atletas brasileiros devem se aposentar e não chegarão aos Jogos do Rio 2016, que podem significar uma grande renovação para o país. Mas alguns dos maiores atletas desses Jogos de Londres podem também não estar no Rio de Janeiro.

Após a prata em Londres, Emanuel é um dos que não sabe se estará no Rio (Foto Reuters)

Leia o resto deste post

Londres 2012 – Campanha brasileira: motivo de decepção ou orgulho?


por Renan Araujo

Após a Olimpíada de Londres uma discussão virou centro de muitas polêmicas: o desempenho do Brasil nos Jogos foi satisfatório? Se por um lado, o Brasil conseguiu o seu maior número de pódios em uma única edição com 17 no total (três medalhas de ouro, cinco de prata e nove de bronze), por outro diversos favoritos perderam suas medalhas, enquanto outros pouco prestigiados ganharam. O fato reacendeu discussões quanto às condições de treinamento dos atletas, os investimentos na área esportiva e até a preparação psicológica.

O boxeador Esquiva Falcão foi uma das maiores surpresas do Brasil em Londres. (Foto:AFP)

Leia o resto deste post

Londres 2012 – Cerimônia encerra Jogos de Londres e traz expectativa para Rio 2016


por Renan Araujo

A cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos de Londres apresentou momentos marcantes especialmente para nós brasileiros. Como já é habitual, na cerimônia houve a “passagem do bastão” para a sede da próxima edição dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro em 2016.

Cerimônia de encerramento traz referências ao Brasil. (Foto: Reuters)

Leia o resto deste post

Londres 2012 – Yane Marques conquista bronze inédito para o Brasil no pentatlo moderno


por Renan Araujo

A brasileira Yane Marques conquistou uma medalha inédita para o Brasil na última competição dos Jogos Olímpicos de Londres. Ela conquistou uma medalha de bronze no pentatlo moderno, competição que envolve as disputas de esgrima, natação, hipismo, tiro e corrida em um único dia. Com a conquista o Brasil fecha seu recorde de medalhas em uma única edição de Olimpíadas: 17 no total, com três de ouro, cinco de prata e nove de bronze.

Yane Marques conquista medalha inédita para o Brasil. (Foto: Darren Staples/Reuters)

Leia o resto deste post

Londres 2012 – Técnicos brasileiros do vôlei se tornam recordistas brasileiros de medalhas em Olimpíadas


por Renan Araujo

O técnico da seleção masculina de vôlei Bernardinho se tornou o maior medalhista olímpico do Brasil na história com seis medalhas como jogador e treinador. Com isso, ele supera os velejadores Torben Grael e Robert Scheidt com cinco medalhas cada. Ele ganhou a prata como levantador reserva em Los Angeles 1984. Mas seu destaque maior veio quando se tornou técnico. Tanto em Atlanta 1996 e Sydney 2000 ele ganhou o bronze com a seleção feminina.

Bernardinho é o maior medalhista olímpico do Brasil (Foto: Divulgação)

Leia o resto deste post